Hortaliças gourmet será uma das atrações da Setrem no 33º Hortigranjeiros – Portal Plural
Connect with us

Geral

Hortaliças gourmet será uma das atrações da Setrem no 33º Hortigranjeiros

Pável Bauken

Publicado

em



 

De 9 a 13 de outubro acontece o 33º Encontro Estadual de Hortigranjeiros, em Santa Rosa. A Setrem, por meio do HortLab, estará presente no evento, com um espaço na Mostra de Inovação Tecnológica para a Agricultura Familiar. A Instituição organizará oito ambientes, nos quais serão demonstradas tecnologias, produtos e processos produtivos que visam a agregação de valor, bem como a qualificação de sistemas de produção voltados para a agricultura familiar.

Uma das atrações será a produção de hortaliças gourmet. Neste grupo se enquadram as hortaliças mini, baby e microvegetais ou microgreens. Para explicar cada uma dessas cultivares e suas características, conversamos com o coordenador do curso técnico em Agropecuária da Setrem, Claudinei Schmidt.

O que são as hortaliças baby e os microvegetais?

Claudinei – Atualmente temos uma linha de produção de hortaliças denominada de especialidades ou gourmet. Sendo que neste grupo se enquadram as hortaliças mini, baby e microvegetais ou microgreens. As hortaliças mini são cultivares melhoradas geneticamente (hibridação), resultando em plantas que produzem frutos ou até mesmo plantas menores (ex: mini alface, mini pimentão, mini abobrinha, mini berinjela). Já as hortaliças baby, são hortaliças normais, porém são colhidas mais novas (ex: rúcula, alface, agrião e milho). Os microvegetais são espécies de hortaliças que são cultivadas em recipientes (bandejas) com substrato no qual é realizada a semeadura e irrigadas apenas com água, sendo as mesmas comercializadas com 10 a 14 dias após a germinação. Diferentes dos brotos comestíveis, onde as sementes são hidratadas e aguardamos a germinação das mesmas, não se utiliza substrato. É importante ressaltar que a para a produção de microvegetais e brotos comestíveis são utilizadas sementes específicas para tal finalidade, sendo as mesmas livres de tratamento químico com agrotóxicos.

Exemplo de microvegetais

Há diferenças no cultivo perante as opções tradicionais?

Claudinei – Poderia se dizer que é relativamente fácil, apenas precisamos de um ambiente adequado para que as sementes germinem, ou seja, um ambiente escuro. Além disso, vamos precisar de bancadas onde as bandejas serão cultivadas recebendo a água necessária para o desenvolvimento das mesmas. Importante destacar a qualidade do substrato e a higiene no ambiente de cultivo para que não ocorra contaminação com microrganismos que podem prejudicar a qualidade do produto. Existem sistemas de produção que são totalmente artificiais onde o ambiente é totalmente controlado (temperatura, umidade e luminosidade).

Quanto aos valores nutricionais, há alguma diferença?

Claudinei – Com relação ao valor nutricional destes alimentos, considera-se que os mesmos são mais nutritivos, sendo que nesta fase inicial do desenvolvimento das plantas, as substâncias existentes nestes alimentos são mais concentradas e melhor aproveitadas pelo nosso organismo.

Há quanto tempo as hortaliças baby e os microvegetais estão sendo cultivados na Setrem? E como o mercado tem respondido a estas opções?

Claudinei – As hortaliças mini e baby, já vem sendo produzidas a mais tempo na Setrem, desde o ano de 2016, entretanto, os microvegetais começaram a ser produzidos este ano, em função de uma parceria com a empresa Isla Sementes, que produz sementes específicas para a produção de microvegetais. Com relação ao mercado, o mesmo ainda é pequeno, porque os mesmos vêm sendo utilizados principalmente pelos chefs de cozinha em eventos ou em hotéis e restaurantes. O consumidor direto ainda precisa conhecer melhor estes produtos, criar o hábito de consumi-los no seu cotidiano.

Vale a pena investir neste mercado?

Claudinei – Acreditamos que este tipo de produção de hortaliças é uma alternativa de diversificação da produção e da renda para o produtor rural, mas, ainda é necessário trabalhar na divulgação destes produtos diferenciados. Assim, como proporcionar a qualificação profissional de técnicos e produtores rurais para expandir a produção destas hortaliças da linha especialidades e gourmet.

Todas essas tecnologias e processos que serão apresentados no Hortigranjeiros são fruto de pesquisas e trabalhos acadêmicos realizados nos cursos superior de Agronomia e técnico em Agropecuária da Setrem. O HortiLab, por sua vez, é um espaço multiuso para a prática dessas atividades de ensino, pesquisa e extensão. É formado por estufas, espaço da horta e pomar, localizados no Campus Setrem, nos quais tem acesso acadêmicos, professores, pesquisadores e a comunidade em geral.

O 33º Hortigranjeiros acontece de 9 a 13 de outubro, no Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa. O horário para visitação será das 9h às 22h, exceto no domingo, quando a feira se encerra às 19h. O evento é promovido pela Emater/RS-Ascar, Prefeitura de Santa Rosa e Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa e a Setrem é uma das entidades patrocinadoras.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Apresentação de condutor de veículo de empresa pode ser feita pela internet

O acesso à Central de Serviços pode ser via site do DetranRS (www.detran.rs.gov.br) ou pelo aplicativo

Pável Bauken

Publicado

em



Quando uma infração comportamental – como usar celular enquanto dirige, exceder a velocidade – é registrada apenas pela placa do veículo, é necessário que o seu proprietário informe quem era o condutor naquela ocasião. Isso é ainda mais importante quando o veículo é de uma empresa, pois, caso não faça no prazo legal, será gerada uma nova multa.

Para facilitar esse processo, a apresentação de infrator para veículos de pessoa jurídica também pode ser realizada pela internet, por meio da Central de Serviços do DetranRS. A facilidade está disponível para empresas que têm certificação digital. Foi implementada pelo DetranRS neste mês de maio, e já estava disponível para veículos particulares (pessoa física) desde novembro de 2019.

Para realizar o serviço de forma eletrônica, sem necessidade de deslocamentos ou envio de documentos, o proprietário do veículo, quando pessoa jurídica, deverá cadastrar os CPFs de seus representantes. Serão esses representantes que poderão indicar o motorista responsável por determinada infração de trânsito, o que deverá ser confirmado pelo motorista indicado, via sistema.

Além da certificação digital da empresa, para acessar o serviço, o representante informado pelo proprietário e o condutor apresentado, precisam ter a CNH válida e registrada no DetranRS. Ambos precisarão ter cadastro na Central de Serviços do DetranRS, com nível avançado de segurança.

O detalhamento de como indicar o infrator pela internet está informado no site do DetranRS, www.detran.rs.gov.br, menu Infrações, Apresentação eletrônica de condutor – proprietário Pessoa Jurídica. A indicação via internet poderá ser realizada para as infrações de trânsito de competência do DetranRS, demais órgãos estaduais e prefeituras do RS, exceto as da prefeitura de Porto Alegre (EPTC).

A capital, assim como órgãos autuadores de outros Estados, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), realizam a análise das apresentações de condutores de suas próprias infrações, alguns em sistema próprio, não sendo possível a integração com a Central de Serviços do DetranRS.

Para empresas que utilizam termo de responsabilidade, como locadoras de veículos, ainda não está disponível o serviço pela internet. Em todos esses casos, o proprietário deverá seguir as orientações constantes no formulário para apresentação de condutor.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Alunos soldados realizam doação de sangue em Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em



Alunos soldados do CBFPM realizam doação de sangue no Hemocentro de Santa Rosa. Durante toda esta semana, a turma de alunos soldados do Curso Básico de Formação Policial Militar do Polo de Ensino de Santa Rosa realizará doações de sangue voluntário.

A ação tem como objetivo conscientizar e incentivar os novos soldados e a sociedade como um todo da importância de doar sangue, um simples gesto de carinho e compaixão pelo próximo que pode salvar muitas vidas.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Leite apresenta estratégias de combate à Covid-19 em webinar internacional

Reporter Cidades

Publicado

em

Leite destacou a colaboração entre equipes gaúchas e uruguaias na elaboração conjunta de protocolos para municípios na fronteira - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Em iniciativa pioneira da Associação Médica Brasileira (AMB), o 1° Webinar Internacional Sobre a Covid-19, com foco na experiência de Brasil e Uruguai, contou com a participação de lideranças dos dois países, entre eles, o governador Eduardo Leite.

Em sua participação, Leite abordou a experiência e as estratégias de combate à doença no Rio Grande do Sul, que tem mais de mil quilômetros de fronteira com o país vizinho.

“Felizmente, temos uma experiência mais confortável em relação a outros Estados, com uma das menores taxas de casos e óbitos proporcionalmente à população. Desenvolvemos aqui um modelo chamado de Distanciamento Controlado, uma estratégia mista, que busca equilibrar a prioridade à vida com a retomada econômica. É um modelo que nos ajuda a tomar decisões a partir de números e agirmos na proporção, no local e no momento necessário”, apresentou o governador.

Leite aproveitou a participação de representantes de entidades médicas no seminário para agradecer pelo conhecimento e colaboração disponibilizados para a construção do Distanciamento Controlado e o enfrentamento ao coronavírus no Estado.

O governador também falou sobre a cooperação, entre as equipes de saúde gaúchas e uruguaias, na elaboração conjunta de protocolos a serem adotados nos municípios da fronteira: Santana do Livramento e Rivera; Chuí e Chuy; Aceguá e Aceguá; Quaraí e Artigas; Barra do Quaraí e Bella Unión; e Jaguarão e Rio Branco.

“Temos uma relação próxima e antiga com os vizinhos uruguaios e este trabalho de cooperação é muito importante para contermos o vírus e somarmos as forças para combatê-lo”, ressaltou Leite.

Como representante do governo do Uruguai no webinar, o ministro da Saúde, Daniel Salinas, parabenizou o governo pelo trabalho realizado no RS e falou sobre como seu país vem atuando.

O Uruguai se destaca pelo sucesso no combate ao coronavírus. Foi apontado como um dos 49 países que estão vencendo a pandemia, segundo ranking disponível no site EndCoronavirus.org, elaborado e mantido pelo New England Complex Systems Institute e seus colaboradores.

“Não é porque parece tudo bem que podemos relaxar. Precisamos persistir nas ações e considerar as cidades binacionais como uma unidade sanitária é muito importante. Toda a cooperação deve estar a serviço das nossas populações que, afinal, são uma só, os humanos, os hermanos”, afirmou Salinas.

Em seguida, Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde brasileiro, falou sobre as estratégias adotadas no país para conter a pandemia. Por fim, os participantes responderam a questões de profissionais da saúde inscritos no evento e discutiram questões envolve as ações binacionais.

O webinar “Covid-19: Lições Aprendidas” é uma parceria da AMB com a Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers) e o Ministério da Saúde Pública do Uruguai.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×