Guerra vê eliminação como justa, reclama de pênalti e crê que “algo maior pode vir”

Dirigente lamentou pior atuação do ano e falta de encaixe do Grêmio com o Athletico-PR

No entendimento da direção do Grêmio, a equipe teve o pior rendimento do ano na derrota para o Athletico-PR | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP
Apoiadores:

 

A desclassificação do Grêmio para o Athletico-PR na Copa do Brasil foi vista como justa pelo diretor de futebol Alberto Guerra. Apesar de destacar que houve o pênalti, quando a bola bateu no braço estendido de Wellington Martins, após cabeçada de Geromel, ainda no primeiro tempo, o dirigente entendeu que o Tricolor não conseguiu repetir as atuações recentes e não teve o encaixe necessário para impedir o adversário de jogar.

“O resultado foi justo, mas não sei se a eliminação foi justa, pois deixamos de matar na primeira partida, pois perdemos muitos gols. (…) Hoje tivemos uma jornada abaixo do que a gente está acostumado a ver o Grêmio. É muita decisão e jogos, não temos como jogar todas com o nível que atuamos contra o Palmeiras”, destacou. “Não houve o encaixe do nosso jogo com o do Athletico. O time pareceu um pouco espalhado no campo. Poderíamos ter jogado mais junto, apesar de termos conversado bastante nos treinos e no vestiário”, acrescentou.

Durante a temporada, a equipe de Renato Portaluppi apresentou altos e baixos em relação ao rendimento, mas, mesmo assim, conseguiu avançar nas duas competições de mata-mata e está em uma posição boa no Brasileirão, a oito pontos da zona de rebaixamento e a cinco do Inter, primeiro clube entre os classificados para a Libertadores. Por isso, a direção trata a derrota para o Athletico, com normalidade.

“O Grêmio teve algumas atuações muito abaixo, mas acho que a da Arena da Baixada foi pior do que aquela de Santiago (para o Universidad Catolica, na fase de grupos da Libertadores). Depois daquela, sempre que o Grêmio precisou decidir, jogou bem e conseguiu a classificação. Hoje foi a primeira eliminação. Está todo mundo de cabeça quente e vamos avaliar amanhã melhor o que aconteceu”, afirmou Guerra. “Talvez, seja um preságio de algo maior que possa vir como ocorreu em 2017”, completou.

O Grêmio viaja em voo fretado para Belo Horizonte as 14h30min, onde fica até domingo para enfrentar o Cruzeiro, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor pega a Raposa, às 11h, no Mineirão.

Correio do Povo
Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui