Guedes: governo trabalhará “da mesma forma” se houver 2ª onda da covid-19 – Portal Plural
Connect with us

Geral

Guedes: governo trabalhará “da mesma forma” se houver 2ª onda da covid-19

Publicado

em

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defende a aprovação de reformas para reativar a economia (Adriano Machado/Reuters)


O governo adotou Orçamento de Guerra para abrir mão de algumas regras para os gastos públicos até 31 de dezembro de 2020

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira, 29, que o governo trabalhará do mesmo jeito, de forma “fulminante e decisiva”, caso chegue ao Brasil uma segunda onda de contaminações pela covid-19, como acontece na Europa. Mas, para ele, o país não pode usar essa possibilidade como desculpa para abrir mão da responsabilidade orçamentária. O ministro participa de audiência pública remota no Congresso, que discute a atuação do governo no combate à pandemia do novo coronavírus.

esse cenário não está no radar. “Entraremos numa economia de guerra, mas não é o plano A. Não é o que vemos no momento. O que vemos no momento é a doença descendo, a economia voltando, o auxílio emergencial aterrissando”, afirmou. “Se vier uma segunda onda, vamos trabalhar da mesma forma, tão decisiva quanto a primeira. Vamos ter que reagir, vamos corrigir erros ou excessos que tenhamos cometido no primeiro enfrentamento”, assegurou.

“O que nós não podemos é, em vez de enfrentarmos os reais desafios orçamentários, usar essa desculpa para estender tudo isso como se não houvesse amanhã. Para isso, não contem comigo”, afirmou Guedes. O Congresso discute, nos bastidores, a possibilidade de ampliar o prazo de duração do chamado Orçamento de Guerra, que flexibilizou regras para gastos públicos até 31 de dezembro deste ano, para assegurar medidas de combate à pandemia, como auxílios a empresas e trabalhadores.

Mas, para o ministro, o ideal é focar, agora, em aprovar as reformas pendentes. “Se não trabalharmos as reformas, teremos, de novo, um enorme desafio no ano que vem, se voltar uma segunda onda”, acredita. Ao longo do evento, o ministro defendeu a aprovação das reformas administrativa e tributária, além da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial. Também disse defender uma desoneração ampla, para mais de 17 setores.

Guedes se disse favorável, no entanto, a incluir na legislação as condições específicas para lidar com situações similares. “Evidente que essas condições particularíssimas de pandemia que nós enfrentamos juntos têm que ser uma cláusula do novo pacto federativo. O que acontece se amanhã subir o nível do mar? Como vai ser se houver um desastre ambiental? Se houver uma calamidade, um “covid-26”? Como nós vamos enfrentar isso? Precisamos ter uma cláusula de calamidade pública que justamente crie esse sistema de exceção para episódios em que precisemos preservar a vida e o emprego de brasileiros’, defendeu.

 

 

 

FONTE EXAME

 

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prefeitura de Santo Ângelo informa a contribuintes inadimplentes têm atá 23 de agosto para pagar o refis

Publicado

em



https://www.facebook.com/SteinClimatizadoresLtdaA Secretaria de Gestão de Finanças está oferecendo a oportunidade para que os contribuintes em dívida ativa com o Município de Santo Ângelo regularizem sua situação, com a possibilidade de refinanciamento de seus débitos em até 36 parcelas mensais e sucessivas com desconto de até 70% nos juros e multas, por meio do REFIS.

O secretário de Gestão de Finanças, Luis Alberto Voese, explica que o contribuinte em dívida ativa com o município pode ter o nome inserido no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), no Serasae sujeito à ação de cobrança judicial. “O refinanciamento proposto é uma oportunidade para o contribuinte colocar suas contas em dia com a fazenda pública, com desconto e em longo prazo”.

OPÇÕES DE PAGAMENTO

Até 23 de agosto, o contribuinte pode efetuar a quitação da dívida ativa com 90% de descontos nos juros e multas no pagamento à vista; 70% em até 12 vezes; 50% em 24; e 30% em 36 parcelas. “Para o pagamento após este prazo, o contribuinte em dívida ativa poderá ainda optar pelo parcelamento em até 36 vezes, porém sem nenhum desconto”, alerta o contador Eliseu Morin.

Morin esclarece ainda que, para todas as opções de pagamento, a parcela mínima não poderá ser inferior a R$ 103,56 – valor equivalente a 30 unidades fiscais do município (UFM).

Fonte: Assessoria Prefeitura Santo Ângelo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Prefeitos da Região Missioneira se reuniram para avaliar Plano de Ação Regional e notaram melhora nos números

Publicado

em



Na tarde desta ontem quinta-feira (17), os prefeitos dos 24 municípios que compõe a R11, estiveram reunidos para se posicionarem por manter a atual redação do Plano de Ação Regional, que terá validade para mais 15 dias a partir de hoje, visto que a R11 – Região Santo Ângelo, continua em ALERTA, de acordo com comunicado recebido do Governo do Estado.

A coordenadora do Comitê Científico Regional, enfermeira Daniana Pompeo, destacou que houve uma diminuição de casos de Covid na região, o que demonstra uma pequena melhora nos dados regionais, porém ainda não é o momento para muitas flexibilizações, de acordo com o plano vigente, cada município poderá editar seus decretos de acordo com a realidade local.

Daniana também enfatizou que é necessário manter todos os cuidados, a fiscalização e a conscientização das comunidades quanto a importância do uso de máscara, evitar aglomerações e manter as higienizações constantes com álcool e sanitizantes, pois a situação na Macrorregião Missioneira ainda é preocupante.

Os prefeitos e o Comitê se reuniram via Online como todas as reuniões tem acontecido.

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Vídeo mostra resgate de família feita refém por serial killer em rio de Goiás

Publicado

em



 

Participe dos nossos grupos de WhatsApp de Plantão Policial, CLIQUE AQUI e não perca nenhuma notícia!

 

Um vídeo mostra o resgate de um casal e uma adolescente de 16 anos que foram feitos reféns por Lázaro Barbosa, de 32 anos, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do Distrito Federal (veja acima).

 

A gravação mostra a família já com os policiais dentro de um rio. Em seguida, vários tiros são disparados e os agentes começam a correr para retirar os moradores do local.

“As vítimas estão bem, três vítimas. [Tiros são disparados]. Se abriga, se abriga. Sai do rio. Polícia, polícia. Tem que tirar a família daqui. Vamos dar apoio para tirar as vítimas”, gritam os policiais.

O trio foi feito refém na tarde de terça-feira (16). Ao ter a casa invadida pelo criminoso, que é suspeito de matar uma família em Ceilândia, a adolescente conseguiu se esconder no quarto e enviar uma mensagem à polícia, o que fez com que fossem resgatados sem ferimentos.

“Socorro, Lázaro está aqui em casa”, diz o texto enviado pouco antes de ser levada para o mato.

Segundo o delegado Raphael Barboza, uma equipe de policiais dormiu na residência na noite anterior ao sequestro. A intenção era justamente limitar a área de atuação e fuga do suspeito. Mas a forma como Lázaro invadiu a propriedade, de acordo com o investigador, mostrou que ele acampou na mata para vigiar a casa e esperou a polícia deixar o local para agir novamente.

“A menina estava no quarto sozinha e mandou mensagem pedindo socorro, aí voltou todo mundo. Bem na hora que chegamos, ele levou os reféns como forma de se proteger”, detalhou o delegado.

Após a chegada dos policiais, houve troca de tiros, Lázaro conseguiu fugir novamente e segue sendo procurado pela força-tarefa nesta quarta-feira (16).

 

 

FONTE: G1

 

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×