Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Grêmio faz história em outras nove semifinais de Libertadores – Portal Plural
Connect with us

Esportes

Grêmio faz história em outras nove semifinais de Libertadores

Pável Bauken

Publicado

em



 

A classificação contra o Palmeiras valeu ao Grêmio uma marca histórica. Pela 10ª vez na História, em 19 participações, o Tricolor se credenciou a disputar a semifinal da Libertadores. Em outras nove oportunidades, a equipe esteve na fase aguda do principal torneio continental.

Além disso, o grupo comandado por Renato Portaluppi atinge uma marca inédita. Pela primeira vez, o Grêmio disputará uma semifinal de Libertadores em três anos consecutivos. O recorde anterior eram duas disputas seguidas: em 83 e 84, e em 95 e 96.

Em cinco oportunidades, o Grêmio conquistou a vaga para a decisão. Nas outras quatro, acabou ficando pelo caminho.

Relembre as outras 9 semifinais de Libertadores do Grêmio:

1983 – Grêmio classificado

No ano em que o Grêmio conquistou o primeiro título de Libertadores de sua história, um triangular decidia a vaga. As duas equipes da chave eram o Estudiantes e o América de Cali. Os grandes duelos foram contra os argentinos, com destaque para o jogo histórico em La Plata, no qual o Grêmio empatou em 3 a 3 mesmo com a expulsão de quatro jogadores da equipe argentina. No fim, o Grêmio ficou com a vaga e se garantiu para enfrentar o Peñarol na decisão.

1984 – Grêmio classificado

Como campeão da Libertadores de 1983, o Tricolor entrou direto nas semifinais. A exemplo do que aconteceu no ano anterior, também houve dois triangulares para decidir os classificados à final. No grupo do Tricolor, um dos adversários foi justamente o Flamengo. A outra equipe era o Universidad de Los Andes, da Venezuela. Com direito a goleada por 5 a 1 sobre os cariocas, o Grêmio empatou em pontos, mas acabou classificado nos critérios. Na final, acabou derrotado pelo Independiente.

1995 – Grêmio classificado

No ano da segunda conquista do Grêmio na Libertadores, o Tricolor enfrentou o Emelec no caminho até a decisão.  No primeiro jogo, a equipe equatoriana segurou um 0 a 0 em casa. No confronto de volta, no Olímpico, o rival sucumbiu em noite inspirada de Paulo Nunes e Jardel. Os dois marcaram e levaram o Grêmio à decisão.

1996 – Grêmio eliminado

Com classificação garantida diretamente nas oitavas por ser o atual campeão, o Grêmio passou por Botafogo e Corinthians, até chegar no América de Cali, nas semifinais. No primeiro jogo, vitória Tricolor po 1 a 0, contra a retrancada equipe colombiana. No jogo de volta, o Grêmio chegou a sair na frente com um gol de Jardel, diante de 40 mil pessoas. Mas a virada e a vitória por 3 a 1 classificou o América para enfrentar o River na decisão.

2002 – Grêmio eliminado

Um dos confrontos mais traumáticos da história recente do Grêmio em Libertadores, e ainda não superado por muitos torcedores. Sem o critério do gol qualificado, o Grêmio perdeu o primeiro jogo no Paraguai por 3 a 2. Na volta, polêmicas. Primeiro, um gol anulado no tempo normal. Zinho garantiu a vitória do Grêmio por 1 a 0 e levou o jogo para os pênaltis. Na decisão, mais confusão. Eduardo Martini pegou um pênalti, e o árbitro mandou voltar. No fim, vitória paraguaia e classificação por 4 a 2.

2007 – Grêmio classificado

Na primeira participação do Grêmio em Libertadores após a volta da Série B, a equipe treinada por Mano Menezes chegou à semifinal da competição para enfrentar o Santos de Vanderlei Luxemburgo. Com a melhor campanha na primeira fase, os paulistas decidiriam em casa. Após abrir 2 a 0 no Olímpico, o Grêmio marcou com Diego Souza na Vila Belmiro. Um apagão no segundo tempo tornou o jogo dramático: o Santos fez 3 a 1 e ficou a um gol de ir a decisão. O Tricolor segurou e, na final, acabaria derrotado para o Boca por 5 a 0 no agregado.

2009 – Grêmio eliminado

Após uma boa campanha na primeira fase da competição, o Grêmio contou com a demissão de Celso Roth em meio à caminhada rumo a semifinal da Libertadores. Com isso, viu Marcelo Rospide levar o Tricolor até a semi, e Paulo Autuori comandar contra o Cruzeiro. No primeiro jogo, Máxi López e Alex Mineiro desperdiçaram muitos gols, e a derrota por 3 a 1 no Mineirão deu esperanças. No entanto, o Cruzeiro abriu 2 a 0 em um Olímpico lotado ainda no primeiro tempo, e o empate em 2 a 2 não serviu para ir à decisão.

2017 – Grêmio classificado

Contra o Barcelona de Guayaquil, o Grêmio de Renato tinha a melhor campanha, e garantiu a decisão para a Arena. No entanto, foi a imposição fora de casa que encaminhou a vaga para encarar o Lanús na final. Em um estádio completamente lotado, o Tricolor não tomou conhecimento do rival. Luan brilhou, marcou duas vezes e foi o maestro da goleada por 3 a 0. Na volta, nem a derrota por 1 a 0, com gol de Jonathan Alvez, evitou que o Grêmio seguisse rumo ao tricampeonato.

2018 – Grêmio eliminado

A mais traumática das eliminações da Era Renato nesta terceira e vitoriosa passagem. Contra o River de Gallardo, o Grêmio teve grande atuação na Argentina e viu Michel marcar de cabeça no Monumental, e garantir o 1 a 0. Na Arena, novamente saiu na frente. No entanto, a lesão de Paulo Miranda, a entrada de Bressan e o pênalti assinalado pelo VAR já no fim do jogo foram determinantes para a virada do River, e a vitória por 2 a 1 em uma Arena lotada e incrédula.

Correio do Povo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

NBA: LeBron James renova contrato com Los Angeles Lakers por 2 anos

Reporter Global

Publicado

em

Reuters/Direitos Reservados

 

Acordo entre jogador de 35 anos e equipe é de US$ 85 milhões

 

A estrela da NBA LeBron James renovou seu contrato com o Los Angeles Lakers por dois anos, em um acordo de US$ 85 milhões, disse o agente do jogador à imprensa nesta quarta-feira (2).

James, que completa 36 anos no final de dezembro, levou, em outubro, o Lakers a seu primeiro título da NBA em uma década, e ao 17º de sua história, conquistando ainda o prêmio de MVP (jogador mais valioso) das finais.

O jogador, que também conquistou dois campeonatos com o Miami Heat e um com o Cleveland Cavaliers, foi contratado pelo Lakers em julho de 2018, em uma transferência que mudou o equilíbrio de forças na NBA, pendendo em favor do sul da Califórnia.

 

 

Agencia Brasil

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Dupla de Marau vence a 3ª etapa do Circuito Sesc de Pesca Esportiva

Reporter Global

Publicado

em



 

Evento foi realizado no dia 22 de novembro, em Tenente Portela

 

 

Com 41,6 kg de peixes capturados, a dupla Jonatas e Maikon, da cidade de Marau, foi a vencedora da 3ª etapa do Circuito Sesc de Pesca Esportiva. Realizado no dia 22 de novembro, no pesqueiro Alba Pesca e Lazer, o evento teve a participação de 30 duplas que, no total, pescaram 143 exemplares, completando 417 kg de peixes. Também subiram ao pódio nesta etapa as duplas Os Airton, de Carazinho (2º lugar), Fofo Pesca, de Tenente Portela (3º lugar), Isis e Marcelo, de Passo Fundo (4º lugar) e Pesqueiro Chinazzo, de Nicolau Vergueiro (5º lugar). Duas duplas não conseguiram pescar nenhum exemplar e disputaram o prêmio “Pé Frio” que ficou com a dupla Pesca com Alessandro (Débora Sonaglio e Alessandro Marques), de Carazinho. A etapa ainda premiou a Soltefish (Maicon e Milton Jr), de Sarandi, como a dupla mais rápida, e a Casal na Pesca (Edson e Bety), de Farroupilha, com o reconhecimento pelo maior exemplar – uma carpa cabeçuda de quase 8kg.

A disputa final do Circuito será realizada no dia 13 de dezembro, no Parque dos Peixes, em Nova Pádua. Após a etapa, serão conhecidos os campeões estaduais da competição. As 10 primeiras duplas do ranking estadual e o pescador do exemplar mais pesado ganharão troféus e premiação em dinheiro. Já o pescador mais rápido, o mais experiente e o mais jovem receberão troféus. Mais informações podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/esporte/pescaesportiva.

O Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac segue atendendo as recomendações de evitar aglomerações e com cuidado redobrado com a saúde das equipes e clientes. Por isso, a recomendação é que o público siga cumprindo as orientações dos órgãos de saúde. A programação on-line e gratuita segue sendo atualizada nas redes sociais e no site www.pertodevc.com.br.

Circuito Sesc de Pesca Esportiva
Classificação da 3ª Etapa – Tenente Portela
1º lugar: Jonatas e Maikon (Marau)
2º lugar: Os Airton (Carazinho)
3º lugar: Fofo Pesca (Tenente Portela)
4º lugar: Isis e Marcelo (Passo Fundo)
5º lugar: Pesqueiro Chinazzo (Nicolau Vergueiro)

Classificação geral
1º lugar: Wafferpega (Capão Bonito do Sul / Casca)
2º lugar: Jonatas e Maikon (Marau)
3º lugar: Fofo Pesca (Tenente Portela)
4º lugar: Os Airton (Carazinho)
5º lugar: Cassiano e Néio (Marau)

Próxima etapa
13/12: em Nova Pádua, no Parque dos Peixes

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Após vitórias, Brasil segue em 3º no ranking da Fifa; México e Itália no Top 10

Pável Bauken

Publicado

em

(crédito: PAOLO AGUILAR)

A Fifa divulgou nesta sexta-feira a atualização de seu ranking após as partidas internacionais do mês de novembro. Foram realizados quase 160 jogos entre seleções por Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Liga das Nações, Eliminatórias da Copa Africana de Nações e amistosos. Com duas vitórias neste período, a seleção brasileira segue em terceiro lugar, mas diminuiu a distância para a líder Bélgica e para a França, a segunda colocada.

Por ter vencido a Venezuela por 1 a 0, no estádio do Morumbi, em São Paulo, e o Uruguai por 2 a 0, em Montevidéu, o Brasil somou 18 pontos e chegou a 1.743. A diferença para a França caiu para 12 pontos depois que os europeus somaram apenas três neste mês. Os belgas se mantêm na liderança com 1.780 – conquistaram 15 pontos em novembro.

A grande novidade da lista foi a entrada de México e Itália no Top 10. Com 1.632 pontos, os mexicanos ocupam agora o nono lugar, seguidos pelos italianos com 1.625. Eles ocupam os lugares que eram de Croácia e Colômbia – em novembro, a seleção sul-americana sofreu duas duras derrotas nas Eliminatórias da Copa com direito a uma goleada de 6 a 1 para o Equador.

Quem também subiu no ranking da Fifa entre os 10 primeiros colocados foi a Argentina. Com um triunfo sobre o Peru e um empate contra o Paraguai, a seleção de Lionel Messi pulou da oitava para a sétima posição, ultrapassando o Uruguai. À frente dos sul-americanos estão Inglaterra (quarto lugar), Portugal (quinto) e Espanha (sexto).

A próxima atualização do ranking da Fifa, a última de 2020, será divulgada no dia 10 de dezembro. Deverão ser poucas mudanças, já que os próximos jogos das principais seleções do mundo acontecerão somente em março do ano que vem.

Confira o ranking da Fifa:

1.º – Bélgica – 1.780 pontos

2.º – Franca – 1.755

3.º – Brasil – 1.743

4.º – Inglaterra – 1.670

5.º – Portugal – 1.662

6.º – Espanha – 1.645

7.º – Argentina – 1.642

8.º – Uruguai – 1.639

9.º – México – 1.632

10.º – Itália – 1.625

11.º – Croácia – 1.617

12.º – Dinamarca – 1.614

13.º – Alemanha – 1.610

14.º – Holanda – 1.609

15.º – Colômbia – 1.601

16.º – Suíça – 1.586

17.º – Chile – 1.567

18.º – País de Gales – 1.562

19.º – Polônia – 1.559

20.º – Senegal – 1.558

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×