Grande quantidade de droga que estava enterrada é apreendida no Noroeste do RS – Portal Plural
Connect with us

Grande quantidade de droga que estava enterrada é apreendida no Noroeste do RS

O 14º Batalhão de Polícia Militar realizou ontem, 31, na Rua General Osório, no Bairro Jauri, em São luiz Gonzaga, uma operação que resultou na apreensão de maconha, armamento, munições, entre outros itens utilizados na prática do crime de tráfico de drogas. Conforme o Major Eduardo dos Santos Brum, há algum tempo os serviços de inteligência vinham reunindo informações de que “indivíduos que não pertenciam à localidade estariam se instalando no local para a prática de atos criminosos”.

Ontem, quando foi deflagrada a ação, os militares tinham recebido o informe de que no local havia chegado um carregamento de armas e que elas seriam utilizadas para a prática de roubo na região, possivelmente contra uma propriedade rural. Diante das informações, a equipe tática esteve no local – o pátio é aberto – e por uma janela visualizaram uma arma. Os policiais então foram até o local de suposto trabalho do indivíduo e o levaram até a residência. Com o auxílio do cão farejador, a equipe então identificou onde a droga estava enterrada. Foi necessário utilização de uma retroescavadeira para retirar a droga.

Ao todo, foram apreendidos 12 tijolos grandes e 04 tijolos pequenos de maconha, totalizando aproximadamente 8,720 kg; uma espingarda calibre 12; 10 cartuchos calibre 12; um veículo Vectra; uma moto XRE 300; dois rádios comunicadores; dois pacotes de pino para cocaína; um celular Samsung; um galão de 50 litros (no qual estavam escondidas as drogas); um cano de esgoto 150 mm; 10 chips de celulares; R$ 64,00 em cédulas diversas; dois cabos de revólver de borracha. Além disso, foram encontrados envelopes de depósito bancário, indicando que estariam sendo feitos pagamentos a terceiros.

O indivíduo foi preso e levado à Delegacia de Polícia. No local, por entendimento da autoridade policial, foi feita ocorrência e ele foi liberado. O delegado entendeu que como o homem não estava na residência não ocorreu a flagrância.

O Major disse que não questiona a decisão, mas que entende que o crime de tráfico de drogas é permanente. “O traficante está permanentemente cometendo o delito. O crime não é somente a venda, a configuração do tráfico tem uma série de outras características dentre elas guardar ou ter em depósito. Não importa se ele está presente no local ou não. Ele assumiu e por conta disso foi levado”, destacou.

Em 90 dias, a Brigada Militar já realizou aproximadamente 32 flagrantes envolvendo tráfico de entorpecentes em São Luiz Gonzaga. Brum destaca que ações como essa são uma resposta para a comunidade e contribuem para diminuir os demais crimes como furtos e roubos.

 

Fonte: Rádio São Luiz.

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×