Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina – Portal Plural
Connect with us

Saúde

Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina

Publicado

em



 

 

O governo federal informou nesta quarta-feira (27) que não se envolveu em qualquer negociação para aquisição de vacinas contra a covid-19 por empresas privadas.

 

 

Em nota conjunta, o Ministério das Comunicações, o Ministério da Saúde, a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) disseram que não fazem objeção a que grupos privados comprem os imunizantes, desde que respeitem a legislação brasileira e cumpram algumas exigências específicas.

“O governo federal foi procurado por um grupo de empresários na semana de 18 a 22/01/2021, sendo informado acerca de tratativas de empresas privadas para a aquisição de 33 milhões de doses da vacina contra a covid-19, produzidas pela empresa AstraZeneca. Porém, não há e não houve o envolvimento do governo nessas negociações”, diz um trecho da nota. A nota ressalta que o governo federal não possui contrato oneroso com empresas privadas nacionais para aquisição de vacinas em seu nome e que, por isso, não há dinheiro público envolvido na eventual negociação entre o empresariado brasileiro e a empresa AstraZeneca.

“Por não apresentar objeções à negociação ou à compra das vacinas, desde que respeitados os trâmites e especificidades normativos impostos pela legislação brasileira, inclusive os regulamentos de importação, alfandegários, sanitários e, sobretudo, a permissão da Anvisa, o governo federal emitiu carta evidenciando não ter nenhuma objeção à hipótese”, informa o texto, em seguida.

De acordo com a nota conjunta, no último dia 22 de janeiro, uma carta assinada pelo secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, e pelos ministros da AGU, José Levi, e da CGU, Wagner Rosário, estabelecia condições para que uma eventual compra de vacinas pudesse ser efetivada entre a AstraZeneca e um grupo de empresas privadas. Entre as exigências, está a doação de pelo menos metade do volume de doses adquiridas, cerca de 16,5 milhões, para o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, que seriam aplicadas conforme o calendário estabelecido pela pasta. Outra condição exigida pelo governo seria a de que a imunização pelas empresas deveria se restringir apenas aos funcionários, respeitando os grupos prioritários já estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

“Ademais, as empresas eventualmente envolvidas devem garantir a rastreabilidade das doses aplicadas em seus funcionários, mantendo, insista-se, a vedação quanto à comercialização da vacina”, diz a nota.

Ontem (26), o presidente Jair Bolsonaro disse que o seu governo apoia a iniciativa de empresários de importar, por conta própria, vacinas contra a covid-19 para imunizar seus funcionários. A afirmação ocorreu durante participação, por videoconferência, em um seminário sobre investimentos na América Latina, realizado pelo banco Credit Suisse.

 

 

FONTE: Agencia Brasil

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Horizontina adquire plataformas educacionais

Publicado

em



A Secretaria Municipal de Educação de Horizontina está investindo na aquisição de Plataformas Interativas Educacionais, investimento de R$ 79.200,00 com a compra inicial de quatro equipamentos.

As mesas interativas estarão equipando as Salas de AEE – Atendimento Educacional Especializado, das Escolas Municipais Nelly Dahne Logemann e Monteiro Lobato, uma plataforma ficará para os atendimentos da EISME- Equipe Interdisciplinar da Secretaria Municipal de Educação e o outro equipamento instalado na Escola Municipal Bela União.

Nas plataformas estão já de fábrica 18 jogos educativos. Podem ser acrescidos outros 55. Os alunos podem jogar entre dois ou de forma individual, que ajudam no desenvolvimento da atenção, memória, foco, raciocínio lógico, entre outras habilidades, destaca a Secretaria Municipal de Educação. Nesta semana o Prefeito Jones Cunha e a Secretária Ivete Fátima Callegaro da Silva visitaram duas das escolas contempladas com o equipamento.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Saúde

Moscou voltará a adotar medidas de lockdown a partir do dia 28 de outubro para combater uma alta nos casos de covid-19.

Publicado

em



A informação foi dada nesta última quinta-feira (21) pelo prefeito da cidade, Sergei Sobyanin.

Todas as lojas, bares e restaurantes serão obrigados a fechar, exceto aqueles que vendem bens essenciais, como supermercados e farmácias.

O presidente russo, Vladimir Putin, aprovou nessa quarta-feira (20) o fechamentos dos ambientes de trabalho por uma semana, entre 30 de outubro e 7 de novembro. Ele disse que os líderes regionais poderão adotar outras medidas da maneira que quiserem.

A Rússia registrou alta diária recorde, tanto de mortes relacionadas ao novo coronavírus quanto de novas infecções pela covid-19, nesta quinta-feira.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Saúde

Três de Maio: vacinação contra covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos ocorre na sexta-feira

Publicado

em



Imunização será realizada nas ESFs

A Secretaria de Saúde de Três de Maio comunica que vai aplicar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos (sem comorbidades) do município.
A imunização vai ocorrer nas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESFs), na sexta-feira, dia 22 de outubro, das 7h30min às 11h, mediante apresentação do CPF e da caderneta de vacinação.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×