Governador assina medidas para ampliar oferta de voos regionais – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Governador assina medidas para ampliar oferta de voos regionais

Pável Bauken

Publicado

em



 

A partir da assinatura de dois decretos nesta quarta-feira (3/7) pelo governador Eduardo Leite, o Rio Grande do Sul deverá ter, pelo menos, o dobro do número de rotas de voos comerciais regionais. As medidas alteram o Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR-RS). Uma flexibiliza as formas de operação pelas companhias aéreas e a outra reduz a alíquota sobre o combustível das aeronaves.

O incentivo à aviação regional, encurtando as distâncias do interior gaúcho com a capital e outros Estados, faz parte da agenda de desenvolvimento proposta pelo governo. “Abreviar o tempo de deslocamento daqueles que querem empreender é fundamental para a atratividade de investidores e para manter aqui aqueles que têm negócios”, destacou Leite. “Isso demonstra que o governo não está focado apenas no ajuste fiscal, até porque está conectado à agenda de desenvolvimento econômico”, acrescentou.

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Aviação Civil Regional na Assembleia, o deputado Frederico Antunes agradeceu ao governo por viabilizar as novas medidas. “O transporte aéreo deixou de ser algo de elite e, hoje, é uma necessidade pública, por isso, precisa, sim, de políticas públicas de forma a harmonizar o desenvolvimento em todo o território e estancar o êxodo das pessoas dos locais que não têm acesso rápido e seguro”, destacou Antunes.

Criado em 2015, o PDAR-RS resultou em seis rotas:

– Porto Alegre–Uruguaiana
– Porto Alegre–Santo Ângelo
– Porto Alegre–Santa Maria
– Porto Alegre–Pelotas
– Campinas (SP)–Passo Fundo
– Campinas (SP)–Caxias do Sul

A partir de um dos decretos assinado nesta quarta-feira, as companhias aéreas que aderirem ao programa poderão exercer as atividades por meio de contratos comerciais com terceiros. A autorização só será concedida a quem mantiver voos regulares em, pelo menos, quatro aeroportos.

De início, essa mudança na legislação já viabilizará seis novas rotas, todas entre a capital gaúcha e as cidades de Passo Fundo, Rio Grande, Bagé, Santa Rosa, São Borja e Santana do Livramento. “É um avanço no nosso objetivo de aproximar cada vez mais a população de um aeroporto com voos para Porto Alegre e para fora do Estado”, afirmou o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella.

O outro decreto prevê um benefício com a redução de base de cálculo na aquisição de querosene de aviação no Rio Grande do Sul. O novo texto possibilita que a alíquota do combustível possa cair a até 2%, levando em consideração cálculos que medem a quantidade de rotas ofertadas, a disponibilidade de assentos e a frequência de voos.

Esse benefício já foi autorizado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e vem sendo adotado por vários Estados para o desenvolvimento regional.

Conforme a Secretaria da Fazenda, o consumo de querosene no RS, nas operações incentivadas desde 2013, subiu 118% nos últimos seis anos, ajudando a fomentar uma atividade pouco explorada no Estado.

A partir da validade do decreto e com a adoção de medida similar a outras unidades da Federação, o Rio Grande do Sul torna-se ainda mais atrativo para as empresas do setor e para os setores envolvidos com os serviços de aviação.

“Estamos ampliando as possibilidades de benefício, dentro dos parâmetros do Confaz, com regras que entram em pleno vigor a partir de janeiro de 2020 e que terão previsão de quantidades mínimas e máximas de querosene abastecido no Estado”, disse o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

O secretário também esclareceu que futuras adesões de empresas serão formalizadas em instruções normativas específicas para a oferta de novas rotas que liguem os grandes centros a diferentes destinos do RS.

Voos comerciais no RS

Atualmente, a Azul Linhas Aéreas integra o PDAR-RS, operando seis rotas regionais, com aeronaves de, pelo menos, 70 lugares. As rotas em operação são as seguintes:

– Porto Alegre–Santa Maria
– Porto Alegre–Uruguaiana
– Porto Alegre–Pelotas
– Porto Alegre–Santo Ângelo
– Caxias do Sul–Campinas (SP) (120 lugares)
– Passo Fundo–Campinas (SP) (120 lugares)

COMO SERÁ

Com as duas principais alterações no PDAR-RS (menor alíquota sobre o combustível de aeronaves e possibilidade de terceirizar a operação dos voos), a Gol Linhas Aéreas deverá oferecer seis novos voos regionais, com capacidade para nove passageiros cada, contratando a Two Flex para a operação dos voos.

As novas rotas, em fase de conclusão devem ser as seguintes:

– Porto Alegre–Rio Grande
– Porto Alegre–Bagé
– Porto Alegre–Santana do Livramento
– Porto Alegre–São Borja
– Porto Alegre–Santa Rosa
– Porto Alegre–Passo Fundo

Com a alíquota de ICMS menor, a Azul, que já está em atividade no PDAR-RS, pretende ampliar a atuação, operando as seguintes rotas:

– Porto Alegre–Bagé
– Porto Alegre–Santana do Livramento

Outras companhias que tiverem interesse e atenderem os requisitos exigidos pela legislação também podem protocolar pedidos para operar no RS.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Cachorro fica preso dentro do banco

Reporter Cidades

Publicado

em



Nesse sábado um fato não muito corriqueiro aconteceu na cidade de Bagé/RS, um cachorro ficou preso dentro de agência bancária no centro da cidade, foi comunicada a Brigada Militar e o Corpo de Bombeiros mas somente a gerência ou equipe de segurança do banco pode abrir a porta.

O alarme da agência Banrisul também havia sido acionado. O animal estaria no interior desde a tarde de hoje.

Informações Bagé 24h

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Manaus recebe 70 mil metros cúbicos de oxigênio

Reporter Global

Publicado

em

Durante a madrugada, Wilson Lima recebeu oxigênio para restabelecer o abastecimento nos hospitais do Amazonas. Foto: Diego Peres/Secom/AM

 

 

O governador Wilson Lima acompanhou, na madrugada deste sábado (16), a chegada de 70 mil metros cúbicos de oxigênio, por meio de balsas, oriundos da cidade de Belém (PA).

 

 

Essa nova remessa deve garantir a retomada do equilíbrio do abastecimento da rede de saúde do Estado para os próximos dias e já começou a ser distribuída nas unidades de saúde. O insumo é uma aquisição do Estado por meio da fornecedora White Martins.

“Recebemos nesta madrugada essa carga de 70 mil metros cúbicos da maior fornecedora de oxigênio do Estado (White Martins), e começamos a restabelecer a normalidade da nossa rede estadual de saúde. Algumas dessas carretas já saíram daqui direto para as unidades para fazer esse abastecimento”, disse o governador Wilson Lima.

Os trabalhos dessa força-tarefa seguirão pelos próximos dias, com a chegada de novas remessas de oxigênio. Todo esforço está sendo feito para garantir que as unidades de saúde operem sem dificuldades. “Vamos continuar trabalhando com todos os parceiros e amazonenses para que possamos restabelecer o atendimento e o abastecimento da nossa rede hospitalar, garantindo que as pessoas acometidas por Covid-19 possam ser atendidas”, destacou o governador Wilson Lima.

Wilson Lima ressaltou, ainda, o trabalho do Comitê de Resposta Rápida – Enfrentamento da Covid-19, composto pelos governos do Estado, federal e municipal. A nova remessa, segundo ele, restabelecerá o abastecimento pelos próximos dias, e é fruto dos esforços que vêm sendo realizados desde a semana passada para que não falte oxigênio nas unidades de saúde. “Nossas equipes estiveram trabalhando praticamente 24 horas com o governo federal, governo municipal e as equipes do interior, do Sirio Libanês, da iniciativa privada. Isso é resultado do esforço em conjunto do povo brasileiro e dos cidadãos amazonenses”, disse.

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Identificada vítima de assassinato em Cruzeiro

Reporter Cidades

Publicado

em



Horas antes de ser assassinada Adriana dos Santos de 39 anos postou em sua rede social um post com a frase “Se preocupa não. O que ele fez contigo um dia vão fazer com ele, e ele vai lembrar de você.”.

Segundo relato dos moradores por volta da 1h da madrugada de sábado (16/01), foram escutados barulhos de batidas e aproximadamente 4 disparos logo após encontraram Adriana atingida por um disparo de arma de fogo na cabeça outro disparo no peito, em seu apartamento 202 no conjunto habitacional Bem Viver na Avenida Pedro Schwertz no Bairro Cruzeiro em Santa Rosa.

Familiares agora estão cuidando do filho de Adriana de 1 ano e dois meses, sua mãe teria já comunicado um suspeito para a Polícia, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de São Luiz Gonzaga.

A Policia Civil investiga o crime.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×