Governador anuncia início da vacinação dos trabalhadores da educação no RS – Portal Plural
Connect with us

Ensino

Governador anuncia início da vacinação dos trabalhadores da educação no RS

“Queremos escolas abertas, funcionando, com protocolos e todos os cuidados necessários”, afirmou Leite

Publicado

em

- Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini


Após a divulgação da nota técnica emitida nesta sexta-feira (28/5) pelo Ministério da Saúde (MS) com orientações sobre a continuidade da vacinação contra a Covid-19, o governo do Estado anunciou que incluirá os trabalhadores da educação de todo o Rio Grande do Sul no planejamento da distribuição de vacinas da próxima remessa a ser recebida do governo federal.

O governador Eduardo Leite destacou que o Estado vinha há muitas semanas buscando, junto ao governo federal e até na Justiça, incluir com prioridade os profissionais envolvidos nas atividades de ensino no cronograma de imunização.

“Queremos escolas abertas, funcionando, com protocolos e todos os cuidados necessários, para cuidar das crianças enquanto os pais estão trabalhando, para dar a essas crianças e jovens os estímulos fundamentais para que se desenvolvam em seu pleno potencial. E queremos fazer isso com cuidado com as crianças, com cuidado de professores e trabalhadores da educação, que são patrimônio importante para nosso Estado”, afirmou Leite.

“O Rio Grande do Sul é sempre um dos Estados que mais vacina no Brasil. Temos ficado sempre no topo do ranking, às vezes oscilando posições, mas nunca deixou de estar entre os três Estados que mais vacinam, tanto na primeira quanto na segunda dose. Nosso compromisso é, o mais rápido possível, ter os trabalhadores da educação imunizados, acreditamos que já nas primeiras semanas de junho, para que possamos ter a tranquilidade e o ensino funcionando para todos aqui no Rio Grande”, projetou o governador.

No Estado, há cerca de 217 mil pessoas neste público, dos quais, segundo levantamento da Secretaria da Saúde, aproximadamente 20 mil já foram imunizados por iniciativa dos municípios.

Entre aqueles que ainda estão aguardando, serão priorizados os profissionais de creches e pré-escolas, de forma concomitante com os outros grupos prioritários da lista, ou seja, pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades, deficientes, pessoas em situação de rua e população privada de liberdade.

O documento do MS informa que “serão enviados percentuais do total de doses para o seguimento do ordenamento dos grupos pré-definidos e em paralelo serão enviados quantitativos para o início da vacinação dos trabalhadores da educação”.

A nota esclarece ainda que, após a finalização dos grupos de comorbidades, pessoas em situação de rua, funcionários e pessoas do sistema penal e trabalhadores de educação, a lista de prioridades deve continuar sendo seguida, com o acréscimo, de forma concomitante, da vacinação por idade da população em geral (59 a 18 anos).

“Assim que conseguirmos contemplar todos esses grupos prioritários no Estado, especialmente os profissionais envolvidos na educação, o que nos possibilitará um retorno mais seguro das aulas presenciais, iremos avançando por idade para a população em geral. Estamos na expectativa de um novo lote de doses nas próximas semanas, que nos permita seguir na imunização de forma mais rápida”, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

• Clique aqui e acesse a nota técnica do MS.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Prefeitura terá grande projeto para avanço na educação

O Projeto “Educação: um olhar para o futuro de Santa Rosa” foi realizado como base nas avaliações do Instituto Ayrton Senna

Publicado

em



O Instituto Ayrton Senna realizou um diagnóstico sobre a Educação em Santa Rosa. Isso foi possível, através de uma solicitação do prefeito Anderson Mantei ao empresário Luciano Luft, que fez contato e firmou a parceria. Os dados foram repassados em abril deste ano. A partir disso, uma equipe da Prefeitura passou a trabalhar para a construção de um grande projeto “Educação: um olhar para o futuro de Santa Rosa”.

A Secretaria de Educação e a Secretaria de Gestão trabalharam durante dois meses com os dados existentes. Um diagnóstico local do primeiro trimestre de 2021 também foi realizado pela prefeitura para fazer o comparativo e avaliar as condições desse ano, em função de todas as mudanças com a pandemia. Segundo a Secretária de Educação Lires Zimmermann, “Esses dados estão sendo extremamente importantes para conhecermos ainda melhor o cenário da educação e poder avançar cada vez mais na qualificação. Com o comprometimento de toda a rede vai ser possível termos um avanço no desempenho da nossa educação”.

Nesse momento foi possível fazer um grande diagnóstico de todas as escolas municipais. Em Santa Rosa, os professores relataram que 50% das famílias têm participação regular na aprendizagem durante as aulas remotas. Outro dado constatado é que 75% dos alunos da rede municipal estão acima da média. Essas e demais informações serviram de base para um projeto que foi entregue e aprovado pelo prefeito Anderson Mantei, “Com esses dados e com todo estudo das nossas equipes sobre a metodologia do Instituto Ayrton Senna vai ser possível conseguir um avanço em nossa educação. Não vamos medir esforços para conseguir melhorar nosso nível de ensino”, destaca o prefeito.

O objetivo do projeto é melhorar os índices da educação básica da rede municipal através de novas oportunidades de aprendizagem e consolidação de conhecimentos. Uma das principais ferramentas, para isso, será a ampliação das atividades em contraturno. De acordo com o Secretário de Gestão, Ademir Rosa, a partir de vários encontros e estudos foi possível definir metas e ações que serão implementadas a partir desse grande projeto, “Nós fizemos toda análise dos dados e vamos desenvolver ações de melhoria em toda nossa rede municipal”. As avaliações tem como base as disciplinas de matemática e português. O projeto abrange os 3.729 alunos matriculados entre os anos iniciais e finais do Ensino Fundamental.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

Unijuí terá mais de 170 vagas para o FIES

Período para inscrições abre nesta terça-feira, dia 27 de julho

Publicado

em



Nesta terça-feira, dia 27 de julho, serão abertas as inscrições para o programa de financiamento estudantil, FIES, por meio do endereço http://fies.mec.gov.br/. Conforme consta no Edital nº 38 de 23 de junho de 2021, o prazo encerra-se na próxima sexta-feira, dia 30 de julho.

Para o segundo semestre, a Unijuí oferta um total de 179 vagas, distribuídas entre seus cursos e campi: no campus Ijuí, há vagas para os cursos de Ciência da Computação, Direito, Educação Física (licenciatura e bacharelado), Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Estética e Cosmética, Gastronomia, Letras, Matemática, Nutrição, Pedagogia e Psicologia.

No campus Santa Rosa, vagas para os cursos de Direito, Educação Física (bacharelado e licenciatura), Engenharia Civil, Engenharia da Produção, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Pedagogia e Psicologia.

Para o campus Panambi, vagas para os cursos de Engenharia da Produção e Engenharia Mecânica. Já para o campus Três Passos, há vagas para o curso de Direito.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o Fies Seleção, efetuar o cadastro no “Login Único” do governo federal e criar uma conta em gov.br, meio de acesso digital do usuário aos serviços públicos digitais, caso seja o primeiro acesso nessa plataforma, ou inserir CPF e senha, caso já possua uma conta.

Poderá se inscrever o candidato que, cumulativamente, tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010, com nota média superior a 450 pontos e não tenha zerado na redação; e possua renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos – R$ 3.300,00. Candidato com inscrição em processos anteriores na situação de “postergada” deverá cancelar esta inscrição para iniciar nova.

Para efetuar a inscrição o candidato deve informar, obrigatoriamente, o CPF, endereço de e-mail válido, informações do grupo familiar, a ordem de prioridade das três opções de curso/turno/local de oferta entre as disponíveis no referido grupo, e demais exigências solicitadas no âmbito do Fies Seleção.

O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 3 de agosto e será constituído de chamada única e de lista de espera.

Mais informações neste link.

[mailpoet_form id="1"]

Continue Lendo

Ensino

Unijuí volta às aulas presenciais com o curso de Medicina

Publicado

em



Aos poucos, a Unijuí começa a receber presencialmente seus estudantes e professores para o início do segundo semestre. Nesta segunda-feira, dia 26 de julho, foi a vez de receber os acadêmicos do curso de Medicina, que já haviam iniciado as aulas práticas e, agora, retornam à presencialidade para as aulas teóricas.

“Chegamos ao terceiro ano do curso de Medicina e, felizmente, conseguimos retornar com as aulas presenciais, seguindo todas as medidas de segurança sanitária”, destacou o coordenador do curso de Medicina, professor Jorge Brust, lembrando que, ao mesmo tempo em que as aulas teóricas acontecem, os estudantes ampliam a prática em Clínica Médica, atuando em ambulatórios da cidade, no atendimento à população.

“Clínica Médica possui partes 1 e 2. Temos quase 20 especialidades sendo atendidas em ambulatórios pelo Sistema Único de Saúde, indo ao encontro do que a comunidade esperava. Sabemos como é difícil conseguir um atendimento especializado, algo que vem ocorrendo por meio dos nossos acadêmicos e professores”, destacou o coordenador.

Na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto, retornam os acadêmicos dos demais cursos presenciais de graduação. O retorno, no entanto, será de forma escalonada e diferenciada entre os campi.

Turmas diurnas retornam totalmente à presencialidade – sejam em disciplinas teóricas, práticas ou estágios. Para as turmas com aulas à noite, o encaminhamento será diferente.

Nos campi Ijuí e Santa Rosa, para diminuir o fluxo de pessoas, as turmas do 1º ao 5º semestre terão aulas presenciais na semana de 2 a 6 de agosto e, na semana seguinte, permanecem com aulas online. Já as turmas do 6º ao 10º semestre começam as aulas de forma virtual na primeira semana e, na segunda semana, entre os dias 9 e 13 de agosto, têm aula presencial. É importante lembrar que na semana que o primeiro grupo estiver presencial, o outro estará com aulas online e vice-versa.

Já nos campi de Três Passos e Panambi, as turmas do 1º ao 10º semestre serão divididas e terão aulas presenciais na semana do dia 2 de agosto e, na semana subsequente, as aulas serão online – e assim sucessivamente.

A frequência é obrigatória nas aulas presenciais e online, conforme Resolução do Conselho Universitário (Consu) nº 28/2011. Estudantes e professores com comorbidades, que não realizaram a segunda dose da vacina contra a covid-19, estão dispensados de comparecer às aulas presenciais ou de ministrá-las presencialmente até 15 dias após a realização da mesma, devendo comprovar a situação junto à Universidade.

No banner inicial do site unijui.edu.br, é possível conferir a Instrução Normativa emitida pela Universidade para o retorno às aulas.

Destaques:

Unijuí terá mais de 170 vagas para o FIES

Há mais de 25 anos, Laboratório de Sementes da Unijuí é credenciado junto ao Ministério da Agricultura

Curso de Psicologia oferece currículo voltado às novas demandas da área

Promovida oficina de Hand Lettering aos estudantes de Design e Arquitetura e Urbanismo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×