Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Frigorífico é foco de casos de coronavírus – Portal Plural
Connect with us

Está na rede

Frigorífico é foco de casos de coronavírus

Reporter Cidades

Publicado

em



 

A empresa que se tornou foco de casos de coronavírus entre seus funcionários, em Passo Fundo, é a unidade do frigorífico JBS no município. O anúncio da existência do problema foi feito pelo governador Eduardo Leite e pela secretária da Saúde, Arita Bergmann, na tarde desta quinta-feira (23), sem a citação de nomes. GaúchaZH apurou que se trata da JBS, cuja planta está sob inspeção de dois auditores fiscais do trabalho desde segunda-feira (20). A JBS nega irregularidades e diz estar seguindo rigorosamente as normas ditadas pelas autoridades de saúde (veja contraponto ao final).

Os auditores fiscais do trabalho apuram se a empresa deixou de observar regras sanitárias que evitassem a propagação do vírus entre os seus trabalhadores. A tendência é de que a fiscalização seja encerrada nesta sexta-feira (24), com a emissão de relatório e determinação de eventuais providências. As informações foram confirmadas pela seção de Segurança e Saúde do Trabalho, da Superintendência Regional do Trabalho, órgão vinculado ao Ministério da Economia.

Nas inspeções, problemas teriam sido detectados na unidade. Segundo informações do Ministério Público do Trabalho (MPT), 19 funcionários da JBS em Passo Fundo testaram positivo para a Covid-19. E dois familiares deles morreram por força da doença, acrescenta o órgão. O MPT se baseia em um relatório da Secretaria Estadual da Saúde (SES) para contabilizar os números de infectados da empresa, os quais foram reproduzidos em petições distribuídas nesta quinta-feira na Justiça do Trabalho de Passo Fundo.

No total, Passo Fundo contabiliza 73 casos confirmados e seis óbitos. São os segundos maiores números absolutos de incidência da doença no Rio Grande do Sul, atrás apenas de Porto Alegre.

— Temos um caso específico em Passo Fundo de contágio em local de trabalho em uma empresa. Isso está sendo apurado e investigado, tem acompanhamento do MPT também. Toda atenção está sendo dada a Passo Fundo — disse Leite, em transmissão ao vivo via redes sociais nesta quinta.

O MPT, citado pelo governador, também atua no caso da JBS e já detectou problemas que teriam levado à transmissão de coronavírus na planta. O órgão abriu um inquérito, alega ter detectado fragilidades e tentou fazer um acordo extrajudicial com a empresa para a adoção de medidas de prevenção, mas não houve avanço. Por isso, o MPT ingressou com ação civil pública pedindo o afastamento de todos os trabalhadores da unidade por 14 dias, além de uma série de medidas de prevenção nas rotinas. Não há decisão até o momento.

— Além dos 19 casos positivos na unidade da JBS, a informação que temos é de que outros 15 são suspeitos e aguardam testes. A empresa traz trabalhadores de várias cidades da região. Acaba sendo um vetor de contaminação. Hoje, há casos em Passo Fundo, Ibirapuitã e Ronda Alta — diz Priscila Schvarcz, procuradora do trabalho em Passo Fundo e coordenadora estadual do projeto de fiscalização de frigoríficos do MPT.

A pedido da reportagem, o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo (PSB), disse que “aguarda algumas respostas”.

—Estamos acompanhando o caso com responsabilidade. Todas as providências são tomadas sempre no sentido de orientar as empresas e proteger as pessoas. É importante aguardar algumas respostas que estão sendo buscadas. É prematuro falar em surto. Isso causa medo e confunde as pessoas. Se houve negligência da empresa, medidas duras serão tomadas. Se não houve, isso será explicado — ponderou o prefeito.

O Conselho Municipal de Saúde de Passo Fundo pede que o prefeito decrete interdição da empresa e isole os trabalhadores com sintomas da covid-19. “Além disso, precisa rapidamente promover a testagem e isolamento de todos os familiares de servidores com síndromes gripais já manifestadas, orientando e controlando o isolamento deles. Essa ação é urgente e fundamental para conter a pandemia na cidade, e o prefeito não pode ficar omisso”, afirma o órgão em nota.

Contraponto

O que diz a JBS

“A JBS está entre as empresas que atuam em atividades essenciais com a produção de alimentos. Desde o início do avanço da Covid-19 no Brasil, a empresa tem tomado todas as medidas para garantir a máxima segurança e prevenção de seus colaboradores. As ações seguem as determinações dos órgãos de saúde, como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde, e da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, além de seguirem as orientações de consultoria clínica de médicos especializados contratados pela empresa para adoção das melhores práticas.”

A JBS ainda enviou material à reportagem em que lista as principais medidas adotadas para fazer prevenção: segurança para grupos de risco, higienização e desinfecção, distanciamento seguro, cuidados pessoais, equipamentos de proteção individual, veto a aglomerações, contratação de consultoria clínica, vacinas e monitoramento e orientações de proteção.

Fonte: Gaúcha ZH

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Está na rede

PABLLO VITTAR RECEBE PRÊMIO DE HOMEM DO ANO

Reporter Cidades

Publicado

em



Pabllo, que tem 26 anos, levou a categoria pela sua contribuição à música pop brasileira, pela representatividade LGBTQIA+ e pelo uso da sua voz em defesa da inclusão. A cantora é a primeira anunciada de 13 vencedores da premiação.

“Ganhar um Men Of The Year é afirmar que posso, sim, caminhar pelo masculino, pelo feminino e ter sucesso em ambos”, afirmou a famosa em entrevista à publicação.

Pelos stories do Instagram, Pabllo agradeceu o prêmio e o ofereceu aos fãs“À todos os homens e todas as mulheres desse meu Brasil que fazem parte dessa revolução e que lutam por dias melhores para toda a nossa comunidade”.

Pabllo Vittar é a primeira drag queen a levar o título.

Fonte SBT

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Está na rede

Nasa detecta 150 ‘objetos voadores não identificados’ na órbita terrestre

Reporter Global

Publicado

em

A Estação Espacial Internacional (ISS): câmera flagrou 150 OVNIs Foto: Divulgação/Nasa

 

Uma câmera instalada na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), que a Nasa (agência espacial norte-americana) faz parte, fez o registro de ao menos 150 “objetos voadores não identificados” na órbita terrestre.

 

As imagens dos OVNIs teriam sido obtidas em 15 de novembro deste ano.

O material chamou a atenção dos cientistas pela grande quantidade de unidades, informou o jornal argentino Clarín. Os objetos são tantos que excedem o campo de visão das câmeras de alta definição da Nasa.

Essa não é a primeira vez que a Estação Espacial Internacional, gerenciada em conjunto por agências especializadas de Estados Unidos, Canadá, Europa, Japão e Rússia, detecta peças soltas voando ao redor do planeta Terra.

Em agosto, o cosmonauta russo Ivan Vagner divulgou um vídeo na sua conta do Twitter para mostrar a passagem da aurora boreal. Durante a filmagem, cinco objetos não identificados aparecem se movendo nas imagens.

O cosmonauta, que chegou na estação espacial em abril deste ano, questiona os leitores na rede social: “o que vocês acham que essas coisas seriam: meteoros, satélites ou …?”

Em abril, o Pentágono, sede do Ministério da Defesa dos Estados Unidos, divulgou três vídeos gravados em 2004 e 2015 por pilotos da Marinha Americana de “fenômenos aéreos não identificados”.

Uma das imagens foi capturada sobre o Oceano Pacífico, a 160 quilômetros da costa oeste da América do Norte. Outros dois materiais foram obtidos por câmeras infravermelhas apontadas para o Oceano Atlântico.

Na época, o Departamento de Defesa disse que fez a divulgação para “esclarecer quaisquer equívocos do público sobre se as imagens que circulavam eram reais ou se existem ou não mais vídeos”.

 

 

CNN

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Está na rede

Meteoro explode sobre a fronteira do RS com o Uruguai

Reporter Cidades

Publicado

em



 

Um meteoro explodiu sobre a fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai na madrugada desta segunda-feira (23). O bólido (nome dado ao meteoro quando ocorre a explosão) registrou magnitude de -7, o que é considerado elevado.

No momento da entrada na atmosfera, o meteoro tinha possivelmente menos de um metro de diâmetro.

“Com a queda deste meteoro de elevada magnitude fica comprovado que neste ano de 2020 já ocorreu o maior número de meteoros de elevada magnitude desde 2016, quando iniciou a operação do observatório no RS”, afirma o professor.

O fenômeno foi registrado pelo Observatório Espacial Heller & Jung, que fica em Taquara, a 426,9 km de distância do local onde ocorreu a explosão.

Segundo o professor Carlos Fernando Jung, diretor da Região Sul da Bramon – Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros, o bólido entrou na atmosfera da Terra a 103 km de altitude e explodiu a 94,4 km. Teve uma duração de 1,05 segundo.

 

g1rs

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×