Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos realizará audiência pública em Santa Rosa – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos realizará audiência pública em Santa Rosa

Publicado

em



 

O Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FGCIA), com o apoio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) Fronteira Noroeste, da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde e da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí), convida a sociedade para audiência pública sobre os impactos do uso de agrotóxicos na saúde humana, meio ambiente e consumidor no dia 5 de setembro. O encontro acontecerá no auditório da Unijuí, campus Santa Rosa (RS), rodovia RS 344, km 39, 1100, Timbaúva, Santa Rosa.

Poderão utilizar a palavra até 12 pessoas e representantes de instituições previamente inscritas (até o dia 3/9) por meio do e-mail [email protected] (com tempo de cinco minutos para cada intervenção) e até 20 inscritos dentre os demais presentes ao evento (com três minutos por intervenção).

Serão contemplados nos debates 27 municípios: Alecrim, Alegria, Boa Vista do Buricá, Campina das Missões, Cândido Godói, Crissiumal, Doutor Maurício Cardoso, Giruá, Horizontina, Humaitá, Independência, Nova Candelária, Novo Machado, Porto Lucena, Porto Mauá, Porto Vera Cruz, Santa Rosa, Santo Cristo, São José do Inhacorá, São Martinho, São Paulo das Missões, Sede Nova, Senador Salgado Filho, Tiradentes do Sul, Três de Maio, Tucunduva e Tuparendi.

Formado por 67 instituições públicas e privadas, ONGs, universidades, etc, o FGCIA é coordenado pelo procurador da República Rodrigo Valdez de Oliveira (MPF), tendo como adjuntos o procurador do MPT Rogério Uzun Fleischmann, o promotor de Justiça Daniel Martini (MP-RS) e o vice-presidente regional Sul da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), Leonardo Melgarejo. Esta é a 12ª audiência pública promovida pelo FGCIA desde 2015. Os municípios que já receberam o evento foram: Ijuí (9/4/15), Pelotas (16/9/15), Caxias do Sul (4/11/15), Porto Alegre (8/6/16), Encantado (21/9/16), Osório (12/5/17), Tupanciretã (25/8/17), Rio Grande (6/4/18), Santa Cruz do Sul (24/8/18), Passo Fundo (30/11/18) e Palmeira das Missões (15/5/2019).

PROGRAMAÇÃO
13h30min – Registro de presença e identificação.
14h – Abertura do evento (Atuação do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos).
14h15min – GT Agrotóxicos da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde.
14h35min – Palestra do Dr. Althen Teixeira Filho, Professor Titular da UFPel, Instituto de Biologia
15h15min – Será dada a palavra a representantes de entidades públicas ou privadas, bem como movimentos sociais organizados e demais pessoas interessadas, previamente inscritos, observado o limite de 12 inscrições e cinco minutos para cada intervenção.
16h15min – Apresentação – “Ações fiscais em propriedades rurais do nordeste gaúcho: Relatório das inspeções e estudos de caso de acidente de trabalho”, Rudy Allan Silva da Silva, Auditor-Fiscal do Trabalho.
16h35min – Será assegurada a palavra aos presentes à audiência que se inscreverem no decorrer do evento, observado o limite de 20 inscrições e três minutos por intervenção.
17h45min – Encaminhamentos e encerramento do evento.

SERVIÇO
O que: Audiência Pública sobre impactos do uso de agrotóxicos na saúde humana, meio ambiente e consumidor
Quando: 5 de setembro de 2019, a partir das 14h
Onde: Auditório da Unijuí, campus Santa Rosa, rodovia RS 344, km 39, 1100, Santa Rosa(RS)

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaque

Projeto Muda Mundo é desenvolvido na rede municipal

Publicado

em



Diversas atividades aconteceram na rede municipal de ensino. A Prefeitura, através da Secretaria de Educação, realizou o projeto “Muda Mundo” no município. As práticas foram desenvolvidas em oficinas para professores e crianças. As ações são viabilizadas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O objetivo é resgatar valores, fomentar o protagonismo infantil e disseminar os bons exemplos dos professores em sala de aula.
Ao todo, 89 professores das séries iniciais realizaram a formação pedagógica e 780 alunos participaram das sessões de teatro. Para as bibliotecas escolares, foram entregues 3 mil livros da série Muda Mundo, autoria de Caio Riter, e 210 cadernos com sugestões de atividades para os professores. Os livros contam histórias baseadas em respeito ao próximo, cuidados com o meio ambiente e com a cidade e como pequenas atitudes fazem a diferença.
A Secretária de Educação e Cultura, Lires Zimmermann, destacou a importância desse projeto no ensino, ” Estamos muito felizes em ter proporcionado essas atividades nas escolas da rede e principalmente em contribuir na formação dos professores, que através dessa sensibilização puderam refletir sobre a importância do professor no papel de transformação da vida dos nossos alunos”. As ações contaram com o patrocínio da Alibem Alimentos para as atividades e os materiais distribuídos.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

FUMSSAR disponibiliza o tratamento com Ozonioterapia

Publicado

em



A Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa oferece gratuitamente para a população, o serviço das Práticas Integrativas e Complementares (PICS). Na manhã desta quarta-feira (25), foi realizado o lançamento de mais um tratamento, a Ozonioterapia. A prática consiste na administração do ozônio medicinal no organismo, garantindo efeitos anti-inflamatórios, analgésicos e antissépticos. Há, ainda, o fortalecimento do sistema imunológico e de uma melhor oxigenação dos tecidos. Regulamentada pelo Conselho Federal de Biomedicina em junho de 2020, por meio da Resolução Nº 321, é uma das terapias que integram as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde oferecidas pelo SUS.
O tratamento com ozônio é indicado principalmente para doenças e incômodos crônicos, a exemplo de artrite reumatoide e fibromialgia, também auxilia na cicatrização deficiente e nas dores corporais. O Presidente da FUMSSAR, Délcio Stefan, foi um dos criadores do projeto para a implementação do Centro de Práticas Integrativas em Santa Rosa, “Este espaço foi pensado para oferecer para a nossa população tudo o que há de melhor e mais moderno nos tratamentos das doenças. Podemos ir além do tratamento tradicional e oferecer um serviço completo que estimule habilidades e o bem-estar dos nossos usuários. Estou muito contente com mais esta terapia que agora faz parte das PICS e que vai melhorar a vida de muitas pessoas”.
Atualmente em Santa Rosa, são realizadas 17 atividades nas salas das PICS: Homeopatia; Reiki; Terapia Floral; Pilates; Drenagem Linfática; Bandagem; Cromoterapia; Auriculoterapia; Dança Circular; Quiropraxia; Alongamento; Reforço Muscular; Massoterapia; Automassagem; Constelação Familiar; Meditação e agora também, a Ozonioterapia. Todas essas modalidades são coordenadas por uma equipe multiprofissional que conforme suas especialidades orientam as sessões. O Vice-Prefeito Aldemir Ulrich destacou a importância das práticas para o município, “Estamos muito orgulhosos de implementar mais esse serviço para a população de Santa Rosa. Nosso objetivo enquanto gestão, é servir cada vez melhor a comunidade e proporcionar serviços que tragam mais qualidade de vida para as pessoas”.
A porta de entrada para ser atendido no Centro de Práticas Integrativas e Complementares é a Unidade Básica de Saúde. O usuário do SUS vai até a UBS e recebe a avaliação de um profissional de saúde que encaminha o paciente para as PICS. É importante destacar que as Práticas Integrativas e Complementares não descartam o atendimento médico, os exames e os medicamentos, elas complementam o tratamento. O Centro das PICS funciona de segunda a sexta-feira e fica localizado junto ao CEREST e a Farmácia Municipal da FUMSSAR
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Alunos das oficinas de flauta se apresentam na Prefeitura

Publicado

em



Nesta terça-feira (24), a manhã iniciou com música no Palácio Municipal 14 de Julho. Os alunos das oficinas de flauta das Escolas Municipais de Ensino Fundamental Santa Rita e Nossa Senhora da Glória realizaram uma apresentação no saguão da prefeitura. Os músicos foram recebidos pelo prefeito e vice-prefeito. O grupo foi organizado pelo regente e diretor artístico da Orquestra Jovem Santa Rosa, Alessandro Munawek e pelo professor do projeto Musicalização pela flauta doce, Vitor Van Basten. A Prefeitura por meio da Secretaria de Educação e Cultura é apoiadora das oficinas, junto com a Unijuí, a Câmara Municipal de Vereadores e a Escola de Música Recital.
O projeto contempla crianças, jovens e adultos possibilitando o crescimento musical desde o nível básico ao mais avançado. O Prefeito Anderson Mantei parabenizou os alunos e incentivou para que sigam na música, “É muito bom ver o desenvolvimento de vocês através da música, com certeza vocês estão no caminho certo. Continuem se dedicando e contando com o nosso apoio e torcida”. O contato com a música através da prática de instrumentos e canto, concertos e apresentações, ajudam  desenvolver noções básicas de linguagem musical, refinamento do gosto musical, a sensibilidade, o intelecto e o emocional.
A flauta doce é a porta de entrada para uma musicalização sólida. Nas aulas, os alunos desenvolvem as aptidões e conceitos necessários para o crescimento musical. O Projeto de Musicalização pela Flauta Doce está sendo desenvolvido desde agosto de 2021 nas escolas Santa Rita e Nossa Senhora da Glória. Neste ano, está previsto que seja implementado em mais duas escolas, Marquês do Herval e Santa Rosa de Lima. A faixa etária dos participantes é de 08 a 11 anos
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×