Formatura do Jovem Empreendedor Rural – um Curso Inédito e Inovador na Região – Portal Plural
Connect with us

Ensino

Formatura do Jovem Empreendedor Rural – um Curso Inédito e Inovador na Região

Pável Bauken

Publicado

em



 

A tarde desta terça-feira (24/Set) foi marcada por grande emoção e gratas surpresas na Escola do Roncador, interior do Município de Porto Vera Cruz, com a cerimônia de formatura da 1ª turma do curso Jovem Empreendedor Rural (JER), programa idealizado e executado pela Fundação Educacional Machado de Assis – FEMA – em parceria com as prefeituras municipais de Alecrim, Porto Vera Cruz e Porto Lucena, e as cooperativas SICREDI, CRESOL, COOPERLUZ e CONTRIROSA.

21 jovens foram certificados e seguem suas vidas com muito mais preparo para novas etapas de busca pelo conhecimento voltado ao empreendedorismo rural. Executado durante um ano, com média de três encontros semanais, o JER foi baseado em conteúdos teóricos e acentuado estímulo a prática. “Houve um crescimento perceptível de toda a turma, fortalecimento das relações. Contamos com a valiosa participação das Prefeituras, EMATER (escritórios nos municípios), e das cooperativas parceiras. Sabemos que quanto mais conhecimento mais evolução. E que para permanecer na zona rural é preciso conhecimento”, destacou a Coordenadora do Projeto, professora da FEMA, Carol Becker.

Porto Lucena reconheceu que é importante acreditar no jovem com projetos nos moldes do JER. E que o caminho é fortalecer as parcerias, pois, “as comunidades precisam de jovens empreendedores para se desenvolverem”, enfatizou o Prefeito Jair Miguel Wagner.

O anfitrião da solenidade, comparou a conquista da turma ao ciclo da vida. “De que adiantaria os pais construírem e não ter quem cuide. Vocês, jovens, são as lideranças que vão nos suceder. Que bom que vocês aceitaram nosso propósito. Obrigado a FEMA, aos patrocinadores, graças ao olhar de vocês este projeto foi realidade em Porto Vera Cruz e mais felizes estamos por vocês terem repetido o sim, pela continuidade. As boas ideias, as sementes bem plantadas, nós precisamos continuar a adubar. E por isso nós estamos aqui, jovens, não no recebimento de um simples papel, mas uma injeção de ânimo para que continuem a atividade naquilo que de mais puro e mais rico se tem lá na propriedade de vocês, conquistado com muito suor e sacrifício” destacou o prefeito Delfor Barbieri.

Alecrim ressaltou a alegria das famílias, renovando as esperanças em manter os filhos na propriedade rural, pois, “através desse projeto os pais estão tendo a oportunidade de abraçar seus filhos pela conquista do conhecimento que leva ao desenvolvimento, e não mais o abraço de despedida por terem de partir de seus lares em busca de oportunidades de estudo e trabalho nos centros urbanos”, reconheceu o Prefeito Leonel Colossi.

A COOPERLUZ, representada na solenidade por sua Coordenadora de Educação, Carine Giehl, registrou que a entidade vai muito além de gerar e distribuir energia. “Na própria razão social da Cooperativa está marcada muito forte a palavra desenvolvimento, que em nosso entendimento é jovens permanecendo nos municípios, se tornando lideranças. Apoiar esses projetos sempre fez parte da COOPERLUZ desde sua fundação”, disse.

A CRESOL destacou a iniciativa da FEMA como mentora do JER e a gratidão da cooperativa de crédito em participar dele. “A CRESOL tem apenas 16 anos de história, mas sempre lutando em prol do agricultor familiar; e agora apoiando este projeto que nos deixa muito feliz. Parabenizo os pais que disponibilizaram suas propriedades para que os jovens pudessem aplicar a prática daquilo que aprenderam no curso. É uma satisfação muito grande perceber que temos sucessão na agricultura familiar, que teremos continuidade no que alimenta o povo brasileiro. Vida longa a todos e que tenham muito sucesso”, destacou Dirce Schreiner, Diretora Executiva.

A SICREDI, pelo seu vice-presidente Ênio Scheid e Rogério Steffen que é gerente de relacionamento, destacou a gratidão da cooperativa por ser parceria da FEMA na execução do programa. Reafirmou que o projeto representa uma das bandeiras da entidade que é investir na Educação.

“E creio que com esse projeto estamos cumprindo pelo menos três princípios: educação, interesse pela comunidade e a intercooperação. Nós incentivamos a permanência das pessoas em nossa região. Parabéns aos pais pela abertura, pois, sem isso não aconteceria o projeto. É um incentivo. Continuem fazendo isso. Somos gratos por participar deste momento”, disse Ênio Scheid.

“É um projeto que teve toda uma dedicação, da FEMA, de seus professores e gestores, e de todos vocês jovens, que assumiram essa responsabilidade. Acima de tudo está o conhecimento que adquiriram a vontade de vocês que irão transformar, junto com seus pais, o lugar onde vivem. Estamos felizes e a disposição de vocês”, declarou resumiu Rogério Steffen.

Maria Eduarda, uma das jovens formadas, em nome da turma leu uma mensagem de agradecimento aos realizadores do projeto, assim como a Coordenadora do Projeto, Carol Backer, que em nome da FEMA deixou a mensagem de estímulo aos jovens e formalizou o agradecimento as entidades parceiras com a entrega de um Certificado de Gratidão e mimos.

A aluna Ana Anicievsk foi agraciada com uma bolsa de estudos de 100% de um curso de graduação ou técnico, por ter sido aluna destaque. Segundo e terceiro lugar, Jéssica Hartmann e Paulo Fritzen, assim como todos os demais alunos da 1ª turma do JER, poderão contar com bolsas de 50% em qualquer um dos cursos da Instituição.

A FEMA parabeniza a turma formada e agradece imensamente a parceria de todas as entidades envolvidas na execução do programa JER, que sem dúvida alcançará um público ainda maior em sua próxima edição.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ensino

Unijuí oferta mais de 100 vagas pelo Fies

Pável Bauken

Publicado

em



Serão abertas nesta terça-feira, dia 26 de janeiro, as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do Ministério da Educação (MEC). Para este primeiro semestre, a Unijuí contará com 101 vagas, divididas em diferentes cursos e nos quatro campi da Instituição: Ijuí, Santa Rosa, Panambi e Três Passos. A relação completa das vagas pode ser acessada no site unijui.edu.br. Interessados têm até o dia 29 de janeiro, sexta-feira, para se inscrever diretamente no portal do novo Fies, no endereço fies.mec.gov.br.

Para se inscrever, é necessário efetuar o cadastro no Login Único do governo federal e criar uma conta “gov.br”, caso seja o primeiro acesso à plataforma; ou inserir o número do CPF e senha, caso já possua uma conta. Após realizar o procedimento, o candidato retornará ao FiesSeleção para continuar a sua inscrição.

Somente poderão participar os candidatos que obtiveram média mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado entre os anos de 2010 a 2019. Também é necessário ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.

Os resultados estarão disponíveis a partir de 2 de fevereiro. O candidato que não for convocado na chamada única regular estará automaticamente na lista de espera. A complementação da inscrição dos pré-selecionados em chamada única vai de 3 a 5 de fevereiro.

O Fies é um programa do MEC que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pela pasta e ofertados por instituições de educação superior não gratuitas aderentes ao programa. O novo Fies divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juro zero a quem mais precisa e uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.

Destaques:

Unilab da Unijuí inicia coletas para pesquisa nacional que rastreia a covid-19

Trabalho de Conclusão aborda estado nutricional de pacientes com covid-19

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

Fies: Precisa fazer uma negociação? Veja o prazo final para 2021

Reporter Global

Publicado

em



 

 

 

Para regularizar os débitos que estão em abertos com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), os estudantes podem pedir uma renegociação até o dia 31.

 

Mas a medida vale para os contratos que tenham sido firmados até o segundo semestre de 2017 e não pagos até 10 de julho de 2020, além daqueles que não sejam objeto de ação judicial.

A possibilidade de regularização está prevista pela Lei nº 14.024 aprovada no ano passado.

A boa notícia, é de que os estudantes podem obter descontos relacionados às multas e juros que tenham sido somadas às parcelas em aberto.

Além disso, fazendo a adesão ao parcelamento dentro do prazo, o estudante terá seu nome retirado do cadastro de inadimplentes.

Regularização

É possível escolher efetuar o pagamento em quatro parcelas semestrais, pagas até 31 de dezembro de 2022 ou ainda em 24 parcelas mensais, com redução de 60% dos encargos e pagamento a partir de 31 de março de 2021.

Além disso, o estudante pode escolher em realizar parcelamentos em 145 com redução de 40% e 25%, respectivamente, e os pagamentos devem ser feitos a partir deste mês.

Outra opção é o parcelamento em até 175 parcelas mensais e sucessivas, vencíveis a partir de janeiro, com redução de 25% dos encargos moratórios.

Vale ressaltar que a parcela mínima mensal é de R$ 200.

 

Adesão

Os interessados que possuem débitos em aberto, podem fazer a negociação através do Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal.

Ambos disponibilizam atendimento através dos canais virtuais.

Veja como é simples:

 

Caixa Econômica Federal: a renegociação pode ser solicitada pelo estudante pelo portal SIFES-Web.

 

Banco do Brasil: a operação pode ser realizada via aplicativo do banco. Basta acessar a opção “Soluções de Dívidas”, depois clicar em “Renegociação Fies”. Feito isso, basta fazer uma análise e simular as condições de parcelamento disponíveis.

O atendimento também acontece nas agências, inclusive com a necessidade de comparecimento dos fiadores.

Regras para 2021

Nesta segunda-feira, 25, o Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União, as novas regras para o processo seletivo do FIES que passam a valer no segundo semestre de 2021.

O cronograma de seleção, entretanto, ainda será publicado em edital específico.

Para participar da seleção, é preciso que o interessado tenha renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos, além de ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos.

Através da seleção, o estudante pode conquistar uma vaga e garantir sua bolsa de estudos, mediante às condições de financiamento do programa.

FIES

Trata-se de um programa criado pelo governo federal em 1999, com a intenção de facilitar a disponibilização de crédito para que estudantes possam financiar seus estudos em faculdades privadas.

Em 2017 foi estabelecido o Novo FIES por meio da Lei nº 13.530, visando a concessão de financiamento a estudantes de cursos superiores, não gratuitos, e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

Desta forma, a Caixa passou a atuar no Novo FIES como gestora e possibilitando juros zero e uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.

 

 

FONTE: Jornal Contábil

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Gabaritos do Enem serão divulgados nesta quarta-feira

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Os participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020 poderão conferir nesta quarta-feira (27) os gabaritos oficiais das provas objetivas. O Enem impresso foi aplicado nos dias 17 e 24 deste mês.

 

 

Os estudantes resolveram questões objetivas de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens. Fizeram também a prova de redação, a única subjetiva do exame. 

Os gabaritos serão divulgados no portal do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Mesmo com os gabaritos em mãos, não é possível saber a nota no exame. Isso porque o Enem é corrigido com base na chamada TRI (teoria de resposta ao item), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova.

Ou seja, se ele acertar questões difíceis, é esperado que acerte também as fáceis. Se isso não acontecer, o sistema entende que pode ter sido por chute. O estudante, então, pontua menos que outro candidato que tenha acertado as mesmas questões difíceis, mas que tenha acertado também as fáceis.

A previsão para a divulgação dos resultados finais é 29 de março. Nessa data, os participantes saberão também quanto tiraram na redação. No entanto, somente depois da divulgação do resultado, em data ainda a ser definida, os candidatos terão acesso à correção detalhada da prova de redação, apenas para fins pedagógicos.

Ao todo, segundo o Inep, cerca de 2,5 milhões de estudantes fizeram as provas neste ano, número que representa menos da metade dos participantes inscritos. O Enem 2020 terá ainda uma versão digital, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As notas poderão ser usadas para acessar o ensino superior e participar de programas como o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), ProUni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×