Final da Libertadores será em Lima, no Peru

Final da Libertadores será em Lima, no Peru | Foto: Conmebol / Divulgação / CP
Apoiadores:

 

A final da Libertadores em jogo único, entre Flamengo e River Plate, foi transferida para o Estádio Nacional de Lima, no Peru. A decisão ocorre porque a sede anterior, que havia sido confirmada com mais de um ano de antecedência, não poderá receber a partida por questões de segurança. Santiago, no Chile, que seria o palco da final, convive há quase um mês com intensos protestos da população, insatisfeita com o governo do presidente Sebastián Piñera.

A informação foi confirmada pela Conmebol no início da noite desta terça-feira. A data da partida, no entanto, foi mantida pela Confederação: o jogo segue no sábado, 23 de novembro.

Em nota, a entidade confirmou que a decisão de alterar o local do jogo foi tomada em conjunto com os presidentes dos dois clubes, e das confederações do Brasil, Argentina e Chile, respaldados pelo governo peruano.

Na tarde desta terça, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, participou de uma reunião no Paraguai, sede da Conmebol, junto com os presidentes da equipe argentina, Rodolfo D’Onorio, e das duas confederações, Rogério Caboclo, da CBF, e Claudio Tapia, da AFA.

Ainda conforme o texto publicado pela entidade, “novas circunstâncias de força maior e ordem pública” levaram à decisão, que tem como objetivo assegurar a integridade de jogadores, público e delegações. Ainda segundo a Conmebol, a escolhe se apoia nas garantias de segurança dadas pelo Peru. Por fim, desejou paz ao povo chileno diante do momento difícil vivido no país.

Confira, na íntegra, a nota publicada pela Conmebol:

 Decisão de tirar a partida entre Flamengo e River Plate de Santiago foi tomada em conjunto dos presidentes dos clubes finalistas e das confederações de Brasil, Argentina e Chile, com respaldo do governo peruano

Novas circunstâncias de força maior e ordem pública, analisadas e avaliadas com prudência, considerando a segurança dos jogadores, público e das delegações, motivaram a decisão de levar a final da Copa CONMEBOL Libertadores 2019 a Lima, Peru, e manter a data inicial de 23 de novembro.

A escolha do novo palco se apoia no oferecimento do governo do Peru, nas garantias de segurança. A decisão foi um consenso com os presidentes de Flamengo e River Plate, das confederações da Argentina, Brasil e Chile, e dessa forma se manteve a política de realizar as finais únicas em diferentes países.

A CONMEBOL agradece muito ao governo do Chile e aos diversos órgãos públicos a ativa colaboração para a correta organização da final única da Libertadores 2019. Desejamos ao povo chileno e a suas autoridades paz e boa vontade.

CP
Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui