Fátima Bernardes revela que está com câncer de útero – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Fátima Bernardes revela que está com câncer de útero

Reporter Global

Publicado

em



 

Apresentadora deverá se afastar do programa “Encontro” pelos próximos dias para realizar uma cirurgia

 

 

Fátima Bernardes, 58 anos, está com câncer de útero em estágio inicial. A informação foi compartilhada pela própria apresentadora em suas redes sociais, no início da noite desta quarta-feira (2).

“Estou bem. Depois de uma série de exames de rotina, hoje recebi o diagnóstico de um câncer de útero em estágio inicial”, publicou no seu perfil do Instagram. Ela ainda anunciou que deverá se afastar do programa Encontro, da Globo, pelos próximos dias, para realizar uma cirurgia.

“Como sempre usei minhas redes com total franqueza e verdade, preferi eu mesma passar essa informação para todos que me acompanham. Enquanto isso, aproveito o aconchego dos meus pais, filhos, do meu amor e dos amigos próximos”, comentou Fátima.

A apresentadora ainda agradeceu o carinho dos fãs e energia positiva: “Logo, logo estarei de volta para nossos encontros”.

 

 

ClicRBS

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Região de Santa Rosa vai receber 2.360 doses da vacina Covid-19

A primeira leva de vacinas contra a Covid-19 para o Rio Grande do Sul é de 341,8 mil unidades

Pável Bauken

Publicado

em

. - Foto: Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini

A Secretaria da Saúde (SES) prepara para esta terça-feira (19/01) o envio das doses da vacina contra a Covid-19 para todos os municípios do Estado. Um lote de 341,8 mil unidades deverá ser recebido ainda nesta segunda-feira (18/01), fabricadas pelo Instituto Butantan e distribuídas pelo Ministério da Saúde. Após a separação por regional, por critérios populacionais, as doses serão despachadas para a Capital e às18 coordenadorias regionais (CRS). Inicialmente, o público a ser vacinado são os profissionais de saúde da linha de frente em hospitais, Atenção Básica e rede de urgência e emergência, pessoas acima de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) e população indígenas aldeadas.

Serão encaminhadas nesta terça-feira 170,8 mil doses aos municípios, aproximadamente a metade do recebido. A quantidade remanescente fica reservada para o posterior envio destinado à segunda dose desse público, prevista para aplicação entre 2 e 4 semanas após a primeira aplicação. O envio – a partir de Porto Alegre – será realizado por via terrestre e aérea, com o apoio da frota de aviões da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Ainda nesta terça-feira serão definidas as quantidades por município, após o trabalho nas coordenadorias de separar as caixas para cada cidade, seguindo os critérios populacionais dos grupos prioritários.

Entre o público destinado para o início da campanha, 138 mil doses são destinadas aos trabalhadores da saúde. Isso representa cerca de 34% estimado para esse grupo no Estado. Por isso, a orientação é que sejam vacinados aqueles que lidam de forma mais direta com pessoas com a Covid-19, em hospitais, Samu e na Atenção Básica. Conforme mais doses sejam recebidas, os demais integrantes da área da saúde serão gradativamente incluídos. No total, o público de trabalhadores do setor da saúde estimado é de 400 mil pessoas no RS.

Outras 9,8 mil doses estão previstas para as pessoas 60 anos ou mais institucionalizadas, deficientes institucionalizados e trabalhadores de Instituições de Longa Permanência de Idosos. Para a comunidade indígena que vive em aldeias são mais 14 mil doses destinadas.

Local de destino: número doses a serem enviadas nesta terça-feira

Porto Alegre: 51.600
1ª CRS (sede Porto Alegre – 65 municípios): 26.000
2ª CRS (sede Frederico Westphalen – 26 municípios): 4.360
3ª CRS (sede Pelotas – 22 municípios): 12.400
4ª CRS (sede Santa Maria – 32 municípios): 8.400
5ª CRS (sede Caxias do Sul – 49 municípios): 14.000
6ª CRS (sede Passo Fundo – 62 municípios): 10.200
7ª CRS (sede Bagé – 6 municípios): 1.760
8ª CRS (sede Cachoeira do Sul – 12 municípios): 2.720
9ª CRS (sede Cruz Alta – 13 municípios): 1.920
10ª CRS (sede Alegrete – 11 municípios): 4.000
11ª CRS (sede Erechim – 33 municípios): 5.360
12ª CRS (sede Santo Ângelo – 24 municípios): 3.560
13ª CRS (sede Santa Cruz do Sul – 13 municípios): 4.400
14ª CRS (sede Santa Rosa – 22 municípios): 2.360
15ª CRS (sede Palmeira das Missões – 26 municípios): 6.040
16ª CRS (sede Lajeado – 37 municípios): 4.240
17ª CRS (sede Ijuí – 20 municípios): 3.200
18ª CRS (sede Osório – 23 municípios): 4.280

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Santa Rosa terá nova unidade da maior rede de odontologia do país

Cidade será a primeira do Brasil a inaugurar uma das 15 unidades da Sorrifácil previstas para 2021

Pável Bauken

Publicado

em



A Sorrifácil já começa 2021 com um ritmo acelerado de crescimento. Maior rede própria de odontologia do Brasil, a marca abrirá 15 novas operações no primeiro semestre deste ano. Uma delas será inaugurada em Santa Rosa, no dia 20 de janeiro. A empresa totaliza mais de cem unidades, espalhadas entre 11 estados brasileiros e uma em Montevidéu, no Uruguai.

Apesar da crise econômica, a Sorrifácil segue apostando na inauguração de novas operações e na oferta de alta tecnologia ao público. Com investimento de R$ 1 milhão, a clínica de Santa Rosa possui 400m². A estrutura completa se divide entre nove consultórios, bloco cirúrgico e recepção. O espaço está situado no Centro: Rua Santa Rosa, 685, sala 3 (esquina da sinaleira diagonal com o ginásio do Colégio Dom Bosco).

Serão gerados, no município, 17 empregos diretos – entre dentistas e demais colaboradores. A unidade substituirá a existente, que já está instalada em Santa Rosa desde 2014. “A cidade é referência dentro da rede. Isso nos faz querer retribuir com acesso a uma tecnologia de ponta e com um ambiente confortável para toda a população da cidade. Os pacientes vão encontrar um ambiente confortável e acolhedor, com serviços completos e atendimento humanizado”, diz Eduardo Jung Zborowski, sócio e responsável técnico da unidade. Ele ressalta que equipamentos como scanner e raio-x panorâmico facilitarão a realização de todos os exames na própria clínica.

Eduardo também lembra que todos os cuidados sugeridos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para prevenir o coronavírus serão adotados. Álcool em gel será disponibilizado logo na entrada, todos os consultórios contarão com espumas higienizadoras antissépticas, e todos os colaboradores usarão máscara continuamente, entre outros protocolos adotados.

Sorrifácil

Com 14 anos de atuação, a Sorrifácil é a maior rede própria de odontologia do Brasil. Integrante da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a empresa vem crescendo ano a ano, com uma estratégia baseada principalmente na abertura de franquias, sempre oferecendo o que existe de mais avançado em tecnologia.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Unilab da Unijuí estará à frente de nova pesquisa sobre a covid-19

Pável Bauken

Publicado

em



A Unijuí está envolvida em mais uma iniciativa ligada à covid-19. Desta vez, o Laboratório de Análises Clínicas (Unilab) fará a coleta de amostras biológicas para o projeto de pesquisa Epicovid-19 – BR 2: Inquérito Nacional de Soroprevalência de Acesso Expandido, coordenado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Este é o mais amplo estudo sobre a prevalência de infecção pelo SARS-CoV-2 realizado no País.

Conforme explica a coordenadora do curso de Biomedicina, Bruna Comparsi, o estudo representa uma complementação à pesquisa Epicovid-19 – Evolução da prevalência de infecção por Covid-19 no Brasil, coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel). “A diferença, no entanto, é que desta vez não teremos voluntários no projeto. Atuará nas coletas uma profissional biomédica, que irá trabalhar de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde, realizando visitas”, explicou a professora, lembrando que a pesquisa terá início no dia 25 de janeiro.

O Unilab será responsável pela coleta, identificação das amostras e preparação para envio ao Laboratório Hermes Pardini, que irá realizar os exames. Também serão aplicados questionários e inquérito populacional em Ijuí.

De acordo com a professora, neste projeto, será necessário realizar coletas de amostras de sangue por punção venosa, em 25 setores censitários, ou bairros, selecionados. Dentro destes setores, será feito um sorteio de 8 domicílios, onde haverá a coleta das amostras entre os moradores. Em quatro semanas, período estipulado para realização das coletas, espera-se chegar a 200 domicílios.

Destaques

Instituições de ensino aderem à campanha de vacinação contra a covid-19

Projeto realizado entre Unijuí e NutriMais Saúde Animal é apresentado em evento

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×