Europa tem aumento generalizado de casos e recordes de mortes – Portal Plural
Connect with us

Geral

Europa tem aumento generalizado de casos e recordes de mortes

Publicado

em

Alemanha teve segundo maior número de casos de covid nas últimas 24 horas Fabrizio Bensch/Reuters - 20.10.2020


França e Espanha se aproximam de um milhão de infecções e diversos países estão atingindo altos números de óbitos e infecções no território

Em toda a Europa, já se registra a segunda onda de coronavírus, com aumento geral das infecções, com Espanha e França perto de um milhão de casos e medidas drásticas em todos os lugares para tentar contê-la.

Alemanha

A Alemanha registrou 7.595 novas infecções por coronavírus nas últimas 24 horas, o segundo maior valor desde o início da pandemia, de acordo com dados do Instituto Robert Koch (RKI) de virologia atualizados na última meia-noite.

O número total de positivos desde o anúncio do primeiro contágio no país, no final de janeiro, é de 380.762, com 9.875 vítimas fatais, sendo mais 39 em um dia.

O ministro da Saúde, Jens Spahn, disse ontem à noite no ZDF que não descarta prorrogar outras paradas na vida pública como a decretada em Berchtesgaden (sul), devido à alta incidência, com 262,4 novas infecções por 100 mil habitantes em uma semana.

“É justamente essa a abordagem que temos, tomando medidas não em âmbito federal, mas sempre adaptadas à situação. E tenho certeza que isso também terá maior aceitação”, disse.

França

O governo francês trabalha com a hipótese de que o número de pacientes com covid-19 em unidades de terapia intensiva, que já ultrapassou o limite de 2 mil, continuará a aumentar nas próximas duas semanas antes do toque de recolher os primeiros efeitos.

Quanto ao número de infecções, foram notificados nesta terça-feira 20.468 em toda a França, um número elevado, mas inferior aos registros de mais de 30 mil registrados na semana passada.

Para conter esta nova onda, o Conselho de Ministros vai apresentar na quarta-feira (21) um projecto de lei que permite, através do estado de emergência sanitária, prolongar o toque de recolher para além das primeiras quatro semanas e tomar outras medidas.

Itália pode decretar medidas de proteção em todo o território

Itália pode decretar medidas de proteção em todo o território

Flavio Lo Scalzo/Reuters – 19.10.2020

Itália

O presidente do governo italiano, Giuseppe Conte, estuda a possibilidade de aplicar um toque de recolher das 23h às 5h em todo o país no final da semana, medida que as regiões da Campânia e Lombardia já tomaram para conter o infecções que dispararam nas últimas semanas.

Conte estudará os dados de contágio nas próximas 72 horas para tomar uma decisão. O governador analisa a possibilidade de unificar as medidas restritivas que vêm sendo tomadas na Lombardia e da Campânia a todo o território nacional, além de anunciar o fechamento de academias, piscinas e grandes centros comerciais nos finais de semana.

A Itália registrou 10.874 novas infecções em 24 horas e 89 mortes na terça-feira e há preocupação com o aumento de pacientes internados, que já são 8.454 em todo o país e 870 internados em unidades de terapia intensiva.

O ministro da Saúde, Roberto Speranza, alertou para o momento difícil em que se encontra o país e pediu a todos os cidadãos que limitem as saídas desnecessárias

Rússia

A Rússia registrou 317 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número de mortes em um dia desde o início da pandemia, informaram as autoridades de saúde do país na quarta-feira. Moscou acumula 377.017 casos de covid-19 e 6.121 mortes por esta doença, 63 deles nas últimas 24 horas.

Apesar da grande retomada da pandemia nas últimas semanas, em que as infecções diárias mais que dobraram, as autoridades russas descartaram a adoção de medidas drásticas, como confinamento ou paralisia de setores econômicos.

República Tcheca tem maior número de casos per capita na Europa

República Tcheca tem maior número de casos per capita na Europa

David W Cerny/Reuters – 18.10.2020

República Tcheca

A República Tcheca registrou 11.984 novas infecções por covid-19 nas últimas 24 horas, um novo recorde desde que a pandemia estourou na primavera, informou o Ministério da Saúde nesta quarta-feira (21).

No país, que atualmente possui o maior número de casos per capita da União Europeia (UE), existem atualmente 4.064 pessoas internadas, 634 delas em estado grave.

É uma espiral que o Governo tentou conter fechando escolas, bares e restaurantes, e proibindo encontros de mais de seis pessoas nas ruas. O país, em estado de emergência desde 5 de outubro, tenta evitar o confinamento obrigatório, embora não esteja descartado o encerramento de lojas e estabelecimentos comerciais não essenciais, proposta do ministro da Saúde, Roman Prymula.

Reino Unido

O condado de South Yorkshire, no norte da Inglaterra, irá para o nível mais alto de alerta covid-19 para controlar o aumento das infecções por coronavírus, confirmou o prefeito de Sheffield Dan Jarvis nesta quarta-feira.

A medida, que entra em vigor a partir da primeira hora deste sábado e vai afetar 1,4 milhão de pessoas, foi tomada depois que a região metropolitana de Manchester, no norte da Inglaterra, também foi colocada no topo do ranking de risco.

O norte da Inglaterra está muito afetado pela segunda onda de covid-19 e, além de Manchester, Liverpool também foi colocado há poucos dias no nível de alerta 3, o que implica no fechamento de bares que não vendem alimentos, bem como limitar os contatos entre pessoas que não vivem sob o mesmo teto.

No Reino Unido, 21.331 casos de covid e 241 mortes foram registrados na terça-feira, o maior número de mortes desde junho.

Hungria

Um total de 48 pessoas morreram nas últimas 24 horas na Hungria devido ao covid-19, que é uma nova alta desde o início da pandemia.

Segundo dados oficiais, foram registradas 1.423 novas infecções em um dia no país da Europa Central, onde o número total de infecções acumuladas já é de 50.180. Até o momento, um total de 1.259 morreram de covid-19.

Áustria

Um total de 1.958 pessoas foram infectadas com covid-19 nas últimas 24 horas na Áustria, o que representa um aumento de 28% em relação ao dia anterior e um novo recorde de casos diários desde o início da pandemia em março. Desde o início da pandemia, 925 pessoas morreram no país, 11 nas últimas 24 horas.

A Áustria vem quebrando novos recordes de infecções há várias semanas, o que na segunda-feira levou as autoridades a anunciar novas restrições, como a redução da capacidade para grandes eventos e a limitação de reuniões internas fora do trabalho a um máximo de seis pessoas.

Croácia

A pandemia continua em números recordes na Croácia, onde os contágios não foram mais rastreados. País de 4,5 milhões de habitantes, a Croácia registrou nas últimas 24 horas um recorde com 1.424 novos positivos e 11 mortes, elevando o número total de mortes para 393.

As autoridades de saúde e epidemiologistas alertaram sobre um possível colapso do sistema hospitalar se os casos continuarem a aumentar, enquanto os contatos foram interrompidos porque o sistema está sobrecarregado. Existem atualmente 622 pacientes hospitalizados por covid.

Bélgica

A Bélgica registra uma incidência cumulativa de 872,2 novos casos de coronavírus por 100 mil habitantes em média diária nos últimos 14 dias, o que representa um avanço de 239% em relação às duas semanas anteriores, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelas autoridades sanitário.

Isso ocorre dois dias depois de o país ter fechado restaurantes, bares e cafés e impor um toque de recolher noturno em todo o país.

A área mais afetada é Liège, com uma incidência cumulativa de 1.615 casos em 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, seguida pela província de Brabante Valão com 1.344 novos casos.

Nas últimas 24 horas, foi superado o recorde de 400 internações por covid no hospital, o que leva a 2.774 internações atuais. A média semanal é de 295,3 internações, 95% a mais do que há sete dias. Em relação aos óbitos, a Bélgica registra atualmente uma média de 32,1 óbitos por dia, com um aumento semanal de cerca de 80%.

Irlanda teve colapso no sistema de rastreamento de casos

Irlanda teve colapso no sistema de rastreamento de casos

Clodagh Kilcoyne/Reuters – 5.10.2020

Irlanda

O governo irlandês vai pedir a mais de 2,5 mil casos positivos de covid que identifiquem por conta própria aqueles com quem têm contato, dado o colapso do sistema de rastreamento das autoridades sanitárias.

O Serviço Nacional de Saúde reconheceu que suas equipes de rastreamento e contato foram sobrecarregadas neste mês pelo aumento da incidência do coronavírus, que agora é de mais de 260 por 100 mil habitantes.

O governo irlandês, uma coalizão entre centristas, democratas-cristãos e verdes, decretou na segunda-feira o alerta máximo do plano contra a pandemia, com um bloqueio que entrará em vigor amanhã quinta-feira e terá duração de seis semanas.

Polônia

A Polônia registrou 10.400 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, um número recorde em um país que atualmente está experimentando uma forte recuperação após uma leve primeira onda, informou o Ministério da Saúde, que também relatou 130 mortes por covid-19 no último dia, incluindo o bispo Bogdan Wojtus, 83.

A taxa de novas infecções por 100 mil habitantes nos últimos sete dias é de 158,2 e o número total de infectados na Polônia é de 202.579 pessoas.

Bulgária

A Bulgária registrou um total de 1.336 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um aumento de 30% em relação ao máximo anunciado ontem.

Grandes hospitais da capital Sófia e de outras grandes cidades já alertaram que a capacidade de suas unidades para o covid-19 se esgotou ou está prestes a esgotar-se, e que há uma grave carência de profissionais de saúde devido ao alto número de infecções entre eles.

O ministro da Saúde, Kostadin Angelov, anunciou na terça-feira que a partir de amanhã será reintroduzido o uso obrigatório de máscaras na rua, além dos espaços públicos fechados onde continua em vigor.

Ucrânia

A Ucrânia registrou hoje um novo recorde de casos diários do covid-19, com 6.719 infecções no último dia, e também o número de mortes pela doença, com 141 mortes.

O número de novas infecções representa um aumento de 4,8% em relação ao registro anterior (6.410 casos), enquanto as 141 pessoas que morreram nas últimas 24 horas por coronavírus ultrapassaram em 28 o máximo anterior de 113 mortes.

O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, alertou que uma quarentena estrita será implementada no país se o número de pessoas infectadas por dia exceder 9,5 mil.

Portugal

Os casos ativos de covid-19 em Portugal caíram no balanço diário pela primeira vez desde meados de agosto, pelo que o número de infectados positivos pendentes de recuperação é de 39.625 pessoas. Desde o início da pandemia, o país teve 103.736 positivos e 2.213 mortes.

O Governo de António Costa pretende obter apoio parlamentar para forçar o uso de máscara na rua, o que até agora é recomendado. O país está em estado de calamidade, por isso as reuniões na rua ou nos restaurantes não podem ter mais de cinco membros.

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Rufino e Zamboni indicam criação do Conselho das Associações de Moradores

Publicado

em



Os vereadores Rafael Rufino (MDB) e Maicon Zamboni (PP), encaminharam ao prefeito Anderson Mantei (PP) a Indicação 1711/2021, defendendo a criação do Conselho Municipal das Associações de Moradores de Santa Rosa. A proposta busca garantir maior participação popular nas decisões políticas e ações públicas.

Presente no dia a dia das comunidades, as Associações de Moradores conhecem em profundidade a realidade local e as principais demandas de sua população, podendo auxiliar o governo municipal no planejamento orçamentário, na criação ou na melhoria de políticas públicas e ações governamentais através de olhar diferenciado de sua própria história local.

Segundo os vereadores proponentes, é no bairro, na vila, na comunidade, que a vida acontece, com maior ou menor grau de participação estatal. Por isso, é importante ampliar o diálogo com as lideranças comunitárias na elaboração dos projetos públicos, planos e ações de governo para acertar mais e fazer melhor. A proposta é democrática em sua essência, buscando tratar os conflitos e superar dificuldades de forma compartilhada e responsável.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Retomada da umidade no solo favorece plantio da soja que já chega a 80%

Publicado

em



O período de 22 a 28/11 se caracterizou pelo predomínio de temperaturas elevadas e tempo seco, com precipitações de duração e intensidade variada no Estado. De acordo com o Informativo Conjuntural, produzido e divulgado nesta quinta-feira (02/12) pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a retomada da umidade dos solos favoreceu o plantio da soja que já alcança 80% no Rio Grande do Sul, estando em sua totalidade em germinação e desenvolvimento vegetativo.

 

O acumulado de chuvas registradas nas últimas semanas, somado com as de 22 a 28/11 ajudaram nas práticas culturais e favoreceram os cultivos em floração e enchimento de grãos do milho. E já inicia a maturação das lavouras semeadas no cedo do RS. O plantio chega a 88% da área total estimada no Estado, estando 47% em germinação e desenvolvimento vegetativo, 26% em floração, 26% em enchimento de grãos e 1% já em maturação.

 

A colheita do trigo avançou para 98% das lavouras, ou seja, 1,09 milhão de hectares. Em geral, o balanço dessa safra é positivo no Estado, com boa produtividade e qualidade do produto, além da boa remuneração. Os 2% restantes estão em fase de maturação

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil

Publicado

em



O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (2) cinco casos da variante Ômicron no Brasil – três em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher, todos vacinados contra a covid-19. Eles estão isolados e pelo menos um apresenta sintomas leves. A maioria está assintomática.

De acordo com a pasta, há ainda oito casos da variante em investigação no país, sendo um em Minas Gerais, um no Rio de Janeiro e seis no Distrito Federal.

“Hoje, temos uma situação sanitária bem mais equilibrada, mas lidamos com a imprevisibilidade biológica desse vírus, que sofre mutações. A vigilância em saúde está atenta e atuante pra que essas variantes sejam identificadas e pra que se avalie o potencial dessa variante complicar o cenário pandêmico”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Fonte: Agência Brasil.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×