“Esta gente não olha para o povo”, diz Jeferson sobre demissões de professores temporários estaduais em licença-saúde – Portal Plural
Connect with us

“Esta gente não olha para o povo”, diz Jeferson sobre demissões de professores temporários estaduais em licença-saúde

Pável Bauken

Publicado

em



 

O deputado estadual Jeferson Fernandes (PT) considerou escandalosa a confidência da diretora adjunta de Recursos Humanos da Secretaria Estadual de Educação e Cultura (Seduc), Sônia Schneider de que a Secretaria exige das escolas que solicitam professores à Seduc, a definição da fonte pagadora para o profissional. “É um absurdo completo jogar esta responsabilidade, que é de gestão, para as escolas que legitimamente reivindicam profissionais. Se fosse um prefeito a fazer isso, já estaria preso”, alertou. A manifestação ocorreu durante audiência pública conjunta das Comissões Segurança e Serviços Públicos e de Educação, Desporto, Ciência e Tecnologia, realizada na manhã desta terça-feira (02/07), no Legislativo, que tratou da situação dos professores temporários estaduais.

Na ocasião, professores e funcionários de escola relataram casos dramáticos de demissões sem aviso prévio e durante o gozo ou no retorno de licença-saúde, inclusive de pessoas em tratamento de câncer. No entanto, a representante da Seduc limitou-se a afirmar que não havia ordem de dispensa para nenhuma profissional em licença-maternidade ou em licença por acidente de trabalho. “A gente sabe que tem necessidade de concurso, mas vocês sabem a dificuldade que temos. Não há prazo para atender o tamanho da demanda das licenças”, disse a secretária adjunta, referindo-se à informação dada por ela própria de que haveria quase 20 mil profissionais em licenças atualmente, sem questionar a razão pela qual tantos professores e funcionários de escola estão adoecendo ou preferindo deixar o ofício. “Eu sei que os professores estão adoecendo, mas independente disso, devem procurar melhorar o ambiente escolar, porque nossos alunos não estão aprendendo”, atacou.

Jeferson destacou que os relatos expõem “a crueldade dos gestores que deviam respeitar os servidores da educação”. “ Eles não dialogam com quem não tem poder aquisitivo. Estão obsecados pelo capital”, frisou o deputado. Ele lembrou que a postura do governo Leite está em sintonia com o que ocorre em nível nacional. “Para se ter uma ideia, o governo Bolsonaro está premiando com valor adicional no salário cada negativa de auxílio doença feita pelo perito. Legalizaram a crueldade”, indignou-se o petista. Para ele, Leite segue a lógica de atender ao “Deus Mercado”. “O governo do Estado entende que a crise justifica as maldades. Mas governo é eleito para resolver problemas do povo. Tem de ser criativo, trabalhar, combater sonegação, cobrar isenções fiscais, etc”, detalhou.

O parlamentar lembrou ainda que a Assembleia deve aprovar a privatização das estatais, nesta terça-feira, seguindo a lógica federal de entrega do patrimônio público à iniciativa privada. “Em entrevista sobre as privatizações, questionado sobre quem deve ficar com os passivos da CEEE, o Estado ou o comprador, Leite respondeu que ‘não podemos onerar a iniciativa privada, porque senão, não vai ter comprador‘. Ou seja: vamos aumentar a nossa dívida. É um mau negócio. Tudo para atender o ‘Deus Mercado’. Esta gente não olha para o povo”, finalizou.

Como encaminhamento da audiência, definiu-se a marcação de uma reunião na Procuradoria Geral do Estado, que não compareceu ao evento, além da entrega ao governo de um dossiê, elaborado pelo Cpers, sobre a situação dos professores e funcionários de escola temporários.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Camex volta a zerar imposto de cilindros e sensores de oxigênio

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Medida abrange 258 produtos usados no combate à covid-19

 

Insumos usados no combate à covid-19, como monitores de sinais vitais, sensores de oxigénio e cilindros de armazenamento de gases medicinais, voltarão a entrar no país com tarifa zerada. O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a medida hoje (15) à noite, em reunião extraordinária.

A decisão ocorre dias depois de diversos produtos que estavam isentos desde o início da pandemia de covid-19 terem voltado a pagar imposto de importação. Ao todo, 258 itens tiveram a tarifa zerada hoje. O número de produtos isentos subiu para 561.

O Comitê Executivo da Camex também suspendeu uma tarifa antidumping que incidia sobre tubos de plástico para a coleta de sangue a vácuo. Por meio do antidumping, um país sobretaxa um produto importado que ameaça o equivalente nacional, sob o argumento de concorrência desleal.

Segundo o Ministério da Economia, a redução tarifária e a suspensão da tarifa antidumping vigoram até 30 de junho. As decisões serão publicadas amanhã (16), em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

 

 

FONTE: Agencia Brasil

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Saúde

Alguns dos queijos mais saudáveis para integrar na dieta

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Quem não adora queijo?

 

O queijo é um produto lácteo que vem em centenas de texturas e sabores diferentes. A nutrição e o sabor do queijo dependem de como é produzido e do leite usado.

Algumas pessoas temem que o queijo seja rico em gordura, sódio e calorias. No entanto, o queijo também é uma excelente fonte de proteína, cálcio e vários outros nutrientes.

Comer queijo pode até ajudar na perda de peso e na prevenção de doenças cardíacas e osteoporose. Dito isso, alguns queijos são mais saudáveis do que outros.

Mozzarella é um queijo suave com menos sódio e calorias do que a maioria dos outros queijos. Também contém probióticos que podem estimular o sistema imunológico.

Feta é um queijo grego com mais sal, mas menos calorias do que outros queijos.

O queijo cottage é um queijo fresco e pesado, rico em proteínas. Adicionar queijo cottage à dieta pode ajudar a mantê-lo satisfeito e pode ajudar na perda de peso.

 

 

FONTE: Noticias ao Minuto

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Projeto prevê parque aquático termal de 14 mil m² na Serra

Reporter Global

Publicado

em



 

 

Empreendedores aguardam agora a licença que autoriza a construção de R$ 100 milhões, que terá teto retrátil e um atrações subterrâneas

 

Está mais próxima a possibilidade de a serra gaúcha ter um parque aquático termal e “indoor”, ou seja, com a possibilidade de ficar fechado no inverno. O Parque Aquático Gramado já tem a licença prévia e aguarda a licença de instalação, que autorizará o início da sobras. Com os documentos em mãos, o empreendedor Telmo Gomes, que também é da empresa Cristais de Gramado, buscará com investidores os cerca R$ 100 milhões que faltam para o aporte financeiro necessário no megacomplexo.

 

O poço termal está pronto, também aguardando a parte final do licenciamento. O terreno tem 21 hectares e fica na frente do GramadoZOO. Pelo projeto, o parque aquático terá 14 mil metros quadrados, com perspectiva de inauguração em 2022.

Tem muita tecnologia envolvida. O isolamento térmico é feito com um polímero autolimpante produzido por uma fábrica alemã. O sistema tem almofadas de ar que eu fui conhecer em um parque de Budapeste – conta Telmo Gomes.

Segundo o empresário, o teto será retrátil. Ou seja, poderá ser aberto no verão. Entre as atrações, Gomes destaca uma montanha russa com boia:

Não é um tobogã que a pessoa só desce. Ela sobe também!

Haverá ainda piscinas com ondas para todas as idades. Na parte subterrânea, terá uma atração que nos parques aquáticos chama-se de rio lento.

A pessoa poderá ficar na boia percorrendo os espaços como um rio de montanha, relaxando – projeta ele.

Na semana que vem, haverá uma reunião com a prefeitura de Gramado para uma nova apresentação do projeto. O retorno do investimento está previsto para 3,3 anos. O executivo trabalho com a ideia de inaugurá-lo para o Natal de 2022.

Secretário de Turismo de Gramado, Rosa Helena Volk comemora a ideia, claro. Ela lembra que os parques temáticos mudaram o perfil do turismo de Gramado, atraindo um público diferenciado.

Temos que aplaudir um projeto como esse, ainda mais neste momento em que tentamos nos recuperar do impacto da pandemia. Para se ter uma ideia, 86% da arrecadação de Gramado vem da matriz econômica que é movimentada pelo turismo.

 

 

FONTE: ClicRBS

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×