Esqueça as TVs dobráveis: as telas transparentes são a nova tendência – Portal Plural
Connect with us

Tecnologia

Esqueça as TVs dobráveis: as telas transparentes são a nova tendência

Publicado

em



 

 

As TVs parecem ficar maiores, mais finas e mais conectadas a cada ano. Mas agora, em 2021, você também pode ver através delas.

 

 

Em um vídeo mostrado durante o evento CES 2021, a conferência de tecnologia do consumidor que este ano é realizada totalmente online, a LG (LPL) revelou uma TV transparente com uma tela que você pode ver quando ligada ou desligada. O vídeo mostra uma tela OLED de 55 polegadas erguida do pé da cama, parecendo uma lâmina de vidro antes de um filme aparecer. Dá para ver alguns móveis atrás dela.

Já que as TVs 8k podem enfrentar um grande obstáculo na resolução da tela, muitos fabricantes de TV aproveitaram a feira para desviar o tema e lançar outras inovações. Nos últimos anos, já vimos TVs que se enrolam e dobram em si, telas modulares de 292 polegadas, modelos que funcionam como uma obra de arte e até TVs que conversam.

As TVs transparentes não são inteiramente novas, mas agora mais empresas estão desenvolvendo protótipos. Em agosto, a Xiaomi começou a vender uma TV transparente de 55 polegadas com um preço extremamente salgado de US$ 7.200 (cerca de R$ 38 mil). A Panasonic (PCRFF) exibiu um modelo semelhante há alguns anos, mas só começou a enviá-lo para os mercados do Japão e da Ásia-Oceania em dezembro. O modelo da LG ainda não está disponível comercialmente e a empresa não revelou preços.

As TVs transparentes parecem uma tecnologia legal, porém desnecessária. Mas os especialistas do setor dizem que ela é algo que poderemos ver mais em espaços públicos em breve.

“O principal uso será comercial por enquanto”, disse James McQuivey, analista da empresa de pesquisa de mercado Forrester. “Ambientes como shopping centers, museus de arte e restaurantes sofisticados vão querer uma tecnologia de exibição que possa ser discreta quando não precisa ser o centro das atenções”.

Os fabricantes dizem que as empresas podem usar TVs transparentes para exibir informações ou menus de maneira criativa. A LG disse ainda que isso pode funcionar como uma divisão de espaços entre funcionários e clientes. Pode não ser a opção em bares que transmitem competições esportivas em várias telas ao mesmo tempo, mas sim em um restaurante sofisticado que queira que as telas se pareçam mais com arte em movimento.

Para McQuivey, embora soe fora de compasso esse lançamento enquanto a maioria das pessoas está em casa durante a pandemia global, os fabricantes de telas passam anos desenvolvendo inovações tecnológicas que muitas vezes podem parecer fora de sincronia com a demanda do mercado.

“Em algum momento no futuro, os visores transparentes serão úteis para uma variedade de aplicações, certamente nos setores de comércio e serviços e talvez até mesmo em casos limitados em casa, especialmente quando os preços caem e a tecnologia melhora”, acrescentou.

Não é incomum que as empresas lancem tecnologias sem um mercado claro para elas. Fazer isso é uma forma de avaliar a resposta inicial e o interesse das pessoas, semelhante aos primeiros dias das tecnologias de display OLED.

A ação da LG de esconder uma TV transparente em uma cama em seu vídeo promocional mostra como a tecnologia pode encontrar um lar além dos locais públicos, especialmente para economizar espaço.

“Hoje, as TVs são geralmente colocadas contra a parede da sala de estar. Agora, podem ser colocadas como uma divisória de espaço ou contra uma grande janela de vidro, que só parecerá vidro quando não estiver em uso”, afirmou Khin Sandi Lynn, analista da ABI Research. “É um recurso interessante para casas inteligentes e modernas se o preço e a qualidade atendem às expectativas dos consumidores”.

 

 

FONTE: CNN

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Erro no iPhone é capaz de desativar Wi-Fi para sempre

Publicado

em



 

Está relacionado com os caracteres usados no nome da rede Wi-Fi

Um investigador de nome Carl Schou teria descoberto um erro no iPhone que desativa a ligação Wi-Fi do celular e, mesmo que tente repor as definições de rede, é possível que continue inutilizável.

“Pode bloquear permanentemente o Wi-Fi de qualquer dispositivo iOS ao ter uma rede Wi-Fi pública com o nome %secretclub%power. Repor as definições de rede não garante a recuperação da funcionalidade”, explica Schou em sua conta de Twitter.

Acredita-se que o grande problema estará no uso do caracter “%” que costuma ser usado em línguas de programação, o que provavelmente ‘confunde’ os sistemas do iOS. É possível que a Apple esteja trabalhando numa correção mas, por enquanto, talvez seja boa ideia não se conectar a redes públicas com símbolos como este no nome.

 

FONTE: NOTICIAS AO MINUTO

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Rio Grande do Sul lidera ranking nacional de serviços digitais

Publicado

em



 

O Rio Grande do Sul alcançou um resultado inédito por meio do seu projeto de transformação digital, o portal rs.gov.br.

 

O Estado figura em primeiro lugar no ranking nacional Índice de Oferta de Serviços Digitais 2021 da Abep-TIC (Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação), divulgado na sexta-feira (02).

De acordo com o Ranking dos Governos Estaduais e Distrital, o RS conquistou 91 pontos, se tornando o único Estado enquadrado no nível ótimo da escala de maturidade apresentada pelo indicador. Bahia e Paraná, que conquistaram segundo e terceiro lugares, respectivamente, foram considerados muito bons nos quesitos avaliados.

“Essa posição no ranking é um reconhecimento a um trabalho que norteia nossa gestão. Queremos ser, cada vez mais, um governo digital, mais simples e menos burocrático, que está na palma da mão das pessoas. O primeiro lugar é uma motivação para seguir esse caminho”, comemora o titular da SPGG (Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão), Claudio Gastal.

Atualmente, o Rio Grande do Sul oferece 484 serviços estaduais – 61% deles em formato digital, somando 4,46 milhões de acessos mensais. Tudo isso acessível pelo portal rs.gov.br, com cartas de serviço atualizadas. A meta é chegar a 100% das funcionalidades também na forma digital até o fim de 2022.

Além de conquistar a primeira posição na avaliação nacional, o RS figura no topo do ranking nas dimensões Capacidades para a Oferta Digital de Serviços (que mede a implementação do portal único ou do portal de serviços, a carta de serviços e outros fatores habilitadores) – empatado com a Bahia – e Regulamentação sobre Modernização para a Oferta de Serviços Públicos (focada em dispositivos legais ou infralegais relacionados à temática de governo digital).

Esta é a segunda edição do índice, divulgado pela primeira vez em 2020, quando o RS figurou na terceira posição, atrás de Minas Gerais e Santa Catarina. De forma geral, os Estados evoluíram em relação ao panorama do ano passado.

“Isso qualifica ainda mais a performance gaúcha, uma vez que essa saudável competição está cada vez mais acirrada. Todos ganhamos com os resultados, tanto em termos de facilidade e conveniência para o cidadão como no aspecto da economicidade e da eficiência do serviço público”, avalia Hiparcio Stoffel, diretor-geral do Escritório de Desenvolvimento de Projetos, autarquia responsável pela execução da Estratégia Digital rs.gov.br.

 

FONTE: O SUL

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

MUNDO: Apple Watch salva idoso de 78 anos que caiu e ficou inconsciente

Publicado

em



 

Smartwatch ligou automaticamente para o serviço de emergência.

Um homem de 78 anos sofreu um acidente doméstico e foi salvo graças à tecnologia de detecção de quedas do Apple Watch. Mike Yager estava sozinho na garagem de sua casa, nos Estados Unidos, quando sofreu um violento tombo e ficou desacordado. O relógio da Apple, então, acionou o serviço de atendimento médico da cidade e compartilhou sua localização, possibilitando o socorro.

Após a queda, o Apple Watch emitiu alertas sonoros e reproduziu toques no pulso de Mike, mas como o homem não se moveu dentro do período de 45 segundos, o dispositivo acionou o Corpo de Bombeiros. Ele quebrou o nariz e ficou com vários hematomas e ferimentos no rosto e outras partes do corpo.

O resgate de Mike foi possível porque, por padrão, o smartwatch da Apple habilita automaticamente a detecção de queda em dispositivos pertencentes a usuários com mais de 65 anos. Durante o atendimento, Mike se mostrou surpreso e parecia não conhecer o recurso. “Como vocês sabiam como chegar aqui?”, perguntou a um dos bombeiros, que respondeu afirmando que o relógio havia enviado uma mensagem. Mike soltou um sonoro e espantado “O quê?”.

A esposa de Mike, Lori, afirma que o Apple Watch foi fundamental no socorro ao marido. “O fato de ele ter ligado para o socorro após Mike ficar inconsciente é a chave da questão, porque eu não voltaria para casa nas próximas horas, e sabe-se lá o que teria acontecido quando eu chegasse”.

O caso teve repercussão na imprensa local, mas não foi informada qual geração do Apple Watch Mike usava. O idoso, no entanto, credita o salvamento de sua vida ao aparelho. “Embora seja meio caro, acho que vale a pena se você tiver mais de 65 anos. Tenho 78 anos, então estou qualificado”.

Essa não é a primeira vez que o Apple Watch salva vidas. Em abril, o mesmo recurso de detecção de quedas possibilitou o resgate de um homem que havia desmaiado, também nos Estados Unidos. Em março, um homem usou o smartwatch para fazer uma ligação para o serviço de emergência após cair em um lago congelado.

Além da detecção de quedas, Apple Watch Series 6 ganha oxímetro — Foto: Reprodução/Apple

O recurso de detecção de queda está disponível no Apple Watch 4 e em gerações posteriores. Após uma queda, o aparelho emite sons e alertas na tela, aguardando que o usuário se movimente e responda que está bem, selecionando a opção na própria tela. Caso não seja detectado nenhum movimento, o dispositivo faz a ligação automaticamente para um centro de emergência e envia mensagens para contatos de emergência registrados na função “Ficha Médica”.

 

FONTE: TECHTUDO

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×