Entre críticas e elogios, programa Mais Médicos cresce mais de 500% em uma década no RS
Connect with us

Geral

Entre críticas e elogios, programa Mais Médicos cresce mais de 500% em uma década no RS

Publicado

em

portal plural em meio a críticas e elogios, mais médicos cresce mais de 500% em uma década no rs
Foto: Divulgação

Nuveratopo humbeto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍ

Lançado em 2013 pelo governo federal com o objetivo de suprir a carência de atendimento em regiões interioranas e nas periferias de grandes cidades, o Mais Médicos se consolidou no Rio Grande do Sul ao longo de uma década. Em 2024, o programa atingiu o maior contingente no Estado desde sua criação, representando um crescimento superior a 500% no número de profissionais em comparação com o primeiro ano.

Conforme dados do Ministério da Saúde, em março de 2024 havia 1.451 médicos atendendo no Estado, distribuídos em 374 municípios – ou seja, três em cada quatro cidades gaúchas. Esse contingente é 560% maior do que no final de 2013, primeiro ano de vigência do programa, quando apenas 219 profissionais atuavam no RS.

Essa variação, entretanto, não foi linear e acabou influenciada pelas idas e vindas do projeto, motivadas por contendas no campo político e resistência de entidades médicas. Criado no governo Dilma Rousseff (PT), o Mais Médicos tornou-se alvo da oposição por importar efetivo de outros países, sobretudo de Cuba. Por outro lado, registrou avaliação majoritariamente positiva entre a população atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao final de 2018, com a saída do governo cubano devido a rusgas com o então presidente eleito, Jair Bolsonaro (PL), o número de médicos despencou quase pela metade. Voltou a subir nos anos seguintes, quando Bolsonaro tentou substituí-lo pelo projeto Médicos pelo Brasil, até registrar nova baixa no ano de 2022.

No primeiro ano sob o novo governo Lula, o Mais Médicos retomou o nome original, foi remodelado e dobrou a quantidade de profissionais no Rio Grande do Sul. Esse crescimento, registrado também em outros Estados, é creditado à reformulação do programa, cuja medida provisória foi aprovada pelo Congresso em junho do ano passado. Diferentemente da versão anterior, o novo modelo não inclui vínculo com Cuba ou outras nações e prioriza o preenchimento das vagas por brasileiros formados no país. Só depois o posto é oferecido a quem se formou no exterior ou a médicos estrangeiros.

Além disso, o tempo máximo de participação foi estendido de três para quatro anos (prorrogáveis pelo mesmo período), o valor das licenças maternidade e paternidade foi ampliado e o governo ofereceu adicional de fixação de até R$ 120 mil para áreas consideradas mais vulneráveis – o bônus pode chegar a R$ 450 mil no caso dos que se formaram com o Financiamento Estudantil (Fies).

As mudanças visaram, sobretudo, atrair mais interesse ao programa, já que o ano de 2023 começou com 4 mil equipes de saúde da família desfalcadas, apenas 13 mil profissionais vinculados em todo o país e sem previsão orçamentária para reforço. No início deste ano, após a abertura de novos editais, o contingente chegou ao recorde histórico de 28,2 mil médicos, sendo 95% brasileiros.

O cronograma do Mais Médicos:

  • O Mais Médicos foi criado em 2013, no governo Dilma Rousseff, com a intenção de ampliar o atendimento nas periferias e em cidades do Interior.
  • Em 2018, com a eleição de Jair Bolsonaro, os cubanos deixaram o programa. Em sua gestão, Bolsonaro criou o Médicos pelo Brasil para substituí-lo.
  • No modelo de Bolsonaro, os médicos eram contratados conforme regras da CLT e com benefícios como férias e 13º salário, além de gratificação por desempenho.
  • A maior parte das 13 mil vagas era concentrada nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.
  • Em 2023, o governo Lula rebatizou o Mais Médicos e ampliou o número de vagas; no país, há mais de 28 mil médicos vinculados à iniciativa.
  • Sob Lula, o pagamento voltou a ser feito por bolsa, mas houve ampliação do valor das licenças maternidade e paternidade e foi oferecido adicional de fixação para áreas mais vulneráveis.

    Fonte: GZH

Compartilhe

Geral

Jogo do Tigrinho: quais crimes cometem quem está divulgando o esquema?

Publicado

em

portal plural jogo do tigrinho quais crimes cometem quem está divulgando o esquema

topo humbeto pluralNuveraFAST AÇAÍAcademia Persona

O Fortune Tiger, ou “Jogo do Tigrinho”, se tornou tópico conhecido nas redes sociais, não só pela promessa de recompensas fáceis pelo celular, como também as operações policiais contra o esquema que resultaram em apreensão de bens de influenciadores digitais. A plataforma tem certa popularidade, mas é considerada ilegal no Brasil.

O “Jogo do Tigrinho” é considerado jogo de azar, algo proibido no país. Ao divulgá-lo, o influenciador digital ou usuário de redes sociais podem responder por crimes, incluindo propaganda enganosa, sonegação fiscal e estelionato.

Esse tipo de contravenção já resultou na apreensão de bens de um grupo de influenciadores pela Polícia Civil de Alagoas. Os criadores de conteúdo ostentavam uma vida luxuosa, ao mesmo tempo que divulgavam meios para “ganhar dinheiro fácil” com o Fortune Tiger.

Ciente de que a plataforma é ilegal por aqui, quais são os possíveis crimes e contravenções cometidas por quem divulga o “jogo do tigrinho”?

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil menciona que pessoas (influenciadores ou usuários comuns) que divulgam a plataforma podem responder pelos crimes e pegar as seguintes penas:

  • Crime contra as relações de consumo e contra o consumidor (detenção de 2  a 5 anos e/ou multa);
  • Crime contra a economia popular (detenção de 6 meses a 2 anos e/ou multa);
  • Propaganda enganosa (detenção de 3 meses a 1 ano e/ou multa);
  • Sonegação fiscal (detenção de 6 meses a 2 anos e/ou multa);
  • Estelionato (detenção de 1 a 5 anos e/ou multa),

A promoção da atividade também podem se enquadrar em outros crimes, tais como crime de lavagem de dinheiro, crime de formação de quadrilha ou bando e corrupção ativa.

Fique atento ao esquema

O jogo do tigrinho tem uma proposta simples: altos retornos com baixo investimento inicial. A plataforma está disponível para download de forma gratuita, geralmente por links e tutoriais divulgados por influenciadores ou por publicidade automatizada.

Contudo, ainda que a promessa pareça vantajosa, ela esconde um esquema extremamente prejudicial para os usuários. Não são poucos os relatos de “jogadores” que perderam grandes quantias de dinheiro ao apostar na plataforma, uma vez que não há garantia nenhuma de que o valor será recuperado nos jogos ou até mesmo embolsado, caso seja conquistado.

Ainda assim, é importante saber diferenciar: os jogos de azar são ilegais no Brasil, mas casas de apostas são permitidas pela lei. Portanto, tanto a participação quanto a divulgação de casas de apostas virtuais é legalizada — mesmo que seguindo alguns critérios.

A principal diferença está na dinâmica da plataforma: jogos de azar não têm nenhum grau de previsibilidade, dependendo somente da sorte, enquanto casas de apostas geralmente são atrelados a fatores externos, como competições esportivas.

 

Fonte: TecMundo.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Menina acerta os seis números da Mega-Sena, mas pais esquecem de pagar aposta

Publicado

em

portal plural menina acerta os seis números da mega sena, mas pais esquecem de pagar aposta

Nuveratopo humbeto pluralFAST AÇAÍAcademia Persona

Uma menina de 11 anos acertou os seis números da Mega-Sena, mas os pais dela esqueceram de registrar a aposta. Segundo o portal Metrópoles, o caso inusitado ocorreu em União dos Palmares, no interior de Alagoas.

Conforme informações do pai da menina, a filha ficou em choque após se dar conta de que, mesmo tendo acertado os números da Mega-Sena, o valor milionário não seria entregue à família. O homem falou também que, inclusive, a menina havia guardado o bilhete com as seis dezenas marcadas por ela.

Após fazer as marcações dos números que desejava, a menina pediu para que o pai pagasse o jogo, no entanto, ele acabou esquecendo. De acordo com o homem, por causa da correria do dia a dia, como, por exemplo, o trabalho.

O sorteio em questão ocorreu no último sábado (15), o prêmio era de R$ 47 milhões.

 

Com informações de portal Metrópoles e SCC10.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Central das emoções de “Divertida Mente” vira hospedagem no Airbnb

Publicado

em

portal plural central das emoções de “divertida mente” vira hospedagem no airbnb
Foto: Divulgação
FAST AÇAÍNuveraAcademia Personatopo humbeto plural

Já imaginou o que se passa na mente de alguém? Agora você pode não apenas descobrir, mas também experimentar: a Central de Controle da mente de Riley, personagem de “Divertida Mente”, foi recriada em tamanho real e está disponível para aluguel no Airbnb.

Localizado em Las Vegas, nos Estados Unidos, o espaço permite que os hóspedes assumam o controle do painel das emoções da adolescente protagonista da animação da Pixar.

Os visitantes terão acesso a dois quartos e salas de estar temáticas dos personagens, incluindo Alegria, Tristeza e Ansiedade – uma das novas emoções introduzidas em “Divertida Mente 2”. A estadia oferece diversas atividades inspiradas no filme, como uma caça ao tesouro das emoções e partidas de hóquei de ar.

As reservas estão disponíveis apenas entre 1º e 16 de julho, com cada pessoa podendo reservar uma noite para até quatro hóspedes. No entanto, será preciso contar com a sorte: o Airbnb selecionará 15 sortudos para desfrutar gratuitamente da Central de Comando. As inscrições para concorrer a uma vaga vão desta terça (18) até 22 de junho, no site da plataforma.

“Divertida Mente 2” estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 20 de junho. Na América do Norte, a sequência já se tornou a maior bilheteria de 2024, arrecadando US$ 295 milhões desde o último final de semana.

Fonte: Forbes Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×