Empresas que investem em bem-estar no trabalho lucram mais – Portal Plural
Connect with us

Mundo

Empresas que investem em bem-estar no trabalho lucram mais

Publicado

em



 

“Imagine uma floresta. Lá vive uma zebra e um leão. Quando os dois se encontram, a zebra se sente ameaçada e começa a correr. Por quanto tempo ela conseguirá correr?”. Nesta metáfora, o leão é o ambiente de trabalho estressante; a zebra, o funcionário que precisa lidar com ele; e a moral da história, que ninguém aguenta ficar muito tempo fugindo. É o que defende Leena Johns, VP Global de Healthcare da MetLife. Essa “fuga”, garante ela, não prejudica “apenas” a saúde do trabalhador, mas as finanças da empresa também.

Segundo o artigo Workplace culture: helping or hurting your business, publicado pela Maxis Global Benefits Network, em fevereiro deste ano, empresas que investiram em uma cultura positiva no local de trabalho tiveram um aumento de 682% no crescimento da receita em um período de 11 anos, já as que não o fizeram tiveram um crescimento menor, que não passou de 166%.

Uma diferença expressiva que, segundo Leena, pode ser associada a fatores como a redução dos gastos com serviços de saúde, a diminuição de faltas entre os funcionários (e, consequentemente, um aumento na produtividade) e a retenção de talentos dentro da companhia. São consequências comuns entre as empresas que apostam na cultura do bem-estar.

Aos que resistem à ideia, a VP lembra que: os gastos com saúde de empresas com uma cultura estressante são cerca de 50% maiores, funcionários desassistidos faltam 37% mais e sofrem 49% mais acidentes e quase metade dos funcionários começa a procurar um novo emprego, se a cultura do local de trabalho for ruim ou tóxica.

“O trabalho não é mais apenas pelo dinheiro. A nova geração já entendeu isso e não quer trabalhar em empresas que vão tratá-los como escravos. Eles querem trabalhar para alguém com quem possam contar mais para frente, caso passem por alguma dificuldade”, diz Leena.

A executiva chama a atenção para o fato de que, antes mesmo de um momento de crise, o funcionário já sofrer com uma atmosfera tóxica de trabalho.

Segundo ela, o estresse excessivo afeta o dia a dia das pessoas e, para contorná-lo, muitas passam a fumar, comer em excesso e beber. São hábitos de vida que aumentam os custos de saúde do funcionário em até três vezes.

Para se ter ideia, segundo o estudo da Maxis, estima-se que diante de um ambiente tóxico, o funcionário tem um risco três vezes maior de desenvolver problemas cardíacos, dor nas costas, lesões, infecções e problemas de saúde mental, além de um risco cinco vezes maior de ter certos tipos de câncer.

A solução para uma vida profissional mais saudável — e lucrativa? Para Leena, o primeiro passo é colocar a filosofia do bem estar na cultura da companhia. “O problema acontece quando algumas pessoas acham que isso é importante, mas a gerência não concorda”, alerta a médica que reforça: a conexão entre bem-estar no trabalho, saúde dos funcionários e a lucratividade das empresas é direta e quantitativamente comprovada.

Fonte Época Negócios

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mundo

Luisa Sonza é a Consulesa Cultural do Inter

Publicado

em



Nos stories do seu Instagram a cantora Luísa Sonza, aceitou uma homenagem do clube Internacional, nesta segunda-feira, dia 24. Ao abrir a caixa que continha uma camiseta do time, com a inscrição de seu sobrenome nas costas, a cantora foi convidada a ser Consulesa Cultural do Sport Club Internacional.

“Ah, não, Internacional! Meu time do coração mandou essa cartinha. Sou colorada roxa. Me convidem para ir ao estádio, num jogo, principalmente Gre-Nal.”, comentou a cantora, que logo retornou apontando que não sabia do que se tratava o convite “Não sabia o que era consulesa. Fui perguntar para a galera do Inter, e óbvio que aceito”, disse Luísa Sonza em seus stories.

Luisa Sonza é natural de Tuparendi, na Região da Fronteira Noroeste e recentemente assinou com a Sony Music assinado um contrato de US$ 20 milhões (cerca de R$ 100 milhões, no câmbio atual).

A cantora vem conquistando cada vez mais fãs com os lançamentos de seus trabalhos. Depois de explodir nacionalmente, a artista está prestes a ganhar um grande impulso no mercado internacional. Atualmente, Luísa soma quase 29 milhões de seguidores só no Instagram. No ano passado, ela foi considerada a ‘Artista Pop’ mais ouvida pelo Spotify Brasil, sendo ‘Doce 22’ o álbum nacional feminino mais escutado no streaming. Vale lembrar que a edição do Rock in Rio este ano já confirmou a participação da cantora no Palco Sunset.

 

jh digital

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Kuique reclama da demora na perícia do INSS

Publicado

em



Na última sessão ordinária do Poder Legislativo, realizada na segunda – feira (23), o vereador kuique (cidadania23) , apresentou a matéria, indicação 1967/2022 com a associação de todos os vereadores solicitando que a mesa diretora encaminhe um ofício ao Presidente do INSS, solicitando mecanismos eficientes para o atendimento aos usuários do sistema que necessitam de atendimento junto às agências do INSS e que buscam soluções para encaminhar seus benefícios previdenciários, aposentadorias, pensões, salários- maternidade e principalmente benefícios por incapacidade temporária (auxílio-doença).
O vereador salientou que o objetivo do oficio é que seja feito algo para agilizar a redução do tempo de espera para concessão de benefícios. A demora prejudica os trabalhadores que em alguns casos estão a mais de 3 meses esperando a primeira perícia médica para receber o benefício, quando chegam para fazer a perícia são remarcados para uma nova perícia que em alguns casos serão mais de 50 dias para a nova perícia. “O trabalhador não aguenta mais esperar. Quem vai pagar o prejuízo pelos dias sem receber? A situação é grave e precisa ser resolvida o quanto antes”, já temos relatos de pessoas que estão esperando há seis meses, ressaltou o vereador Kuique.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Iniciam obras de pavimentação asfáltica na Av. Estanislau Kwiatkoski

Publicado

em



O Vice-Prefeito de Santa Rosa autorizou o início de mais uma pavimentação asfáltica. As melhorias vão ser realizadas na Avenida Estanislau Kwiatkoski, no bairro São Francisco. O projeto também contempla obras complementares. São 4.118,12 m² de pavimentação asfáltica, o que corresponde a um comprimento de 518 metros lineares.
Além da pavimentação, a avenida vai contar com 249 metros lineares de drenagem pluvial, rampas de acessibilidade no passeio, nivelamento de tampas da Corsan e sinalização viária. O Vice-Prefeito Aldemir Ulrich ressaltou a importância da obra para a comunidade, “Estamos avançando nas obras de pavimentação em Santa Rosa. São projetos que fazem parte do nosso Planejamento Estratégico e que melhoram a infraestrutura da nossa cidade”.
O prazo de execução é de 90 dias corridos, conforme contrato. O valor total do investimento é de: R$ 680.390,90, sendo R$ 581.012,53 de recurso repassado pela Corsan, através do Fundo de Gestão Compartilhada do Saneamento e R$ 99.378,37 de recursos próprios do município. A empresa responsável pela execução da obra é a ENPHASE PAVIMENTAÇÕES LTDA.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×