Empresária brasileira encontra bebê em sacola e quer adotar a criança - Portal Plural
Connect with us

Good News

Empresária brasileira encontra bebê em sacola e quer adotar a criança

Publicado

em


FAST AÇAÍ15 topo humberto pluralAcademia PersonaNuverabanner plano0 gold

 

 

Uma empresária brasileira, encontrou um bebê dentro de uma sacola plástica na porta da casa dela e quer adotar a menina.

 

 

Kely Zerial, de 37 anos,  de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, resgatou a criança recém-nascida na última sexta, 29. Ela já entrou com pedido de guarda.

O curioso é que Kely estava começando um tratamento para poder engravidar.

“Já encaminhei as documentações com advogado e já estamos fazendo o procedimento para adotá-la […] O que senti naquele dia foi algo especial, muito forte e maternal, mexeu comigo. Não tem como descrever […] Foi o dia todo de correria entre posto de saúde, hospital e polícia, só parei à noite”, contou Kely Zerial ao MidiaMax.

O resgate

Ela disse que na sexta-feira, logo cedo, percebeu uma inquietação dos cachorros, que latiam muito. Depois Kely ouviu uma pancada no portão.

Ela pegou as chaves e foi verificar o que estava acontecendo. No caminho, ouviu o interfone tocar e voltou para atender. Era a vizinha alertando sobre a sacola com um bebê na frente do imóvel.

Ao se aproximar, Kely viu a recém nascida lá dentro: “Fiquei em choque, com o corpo mole, por uns momentos sem reação”, lembra.

Ela resgatou a criança e levou para dentro de casa: “Eu vi que tinha muito sangue, e comecei a verificar se ela estava bem. Fui olhando os dedinhos e os pezinhos”.

Kely acredita que a mãe havia acabado de dar à luz, já que a criança ainda estava com cordão umbilical e manchada de sangue.

Enquanto limpava a bebê, a empresária ligou para o Conselho Tutelar e para a polícia.

Em seguida, levou a menina ao posto de saúde do Tiradentes, para os primeiros socorros. De lá, a criança foi transferida para o Hospital Universitário.

De acordo com os médicos, a menina é extremamente saudável e passa bem.

Agora ela está sob os cuidados de um abrigo.

 

Não julgar

A empresária disse que, apesar da gravidade do ato de abandono, a mãe não deve ser julgada pela sociedade de forma precipitada, sem antes ser ouvida.

“Ninguém sabe o que aconteceu com essa mulher, ninguém sabe o desespero dela. Ninguém sabe se foi vítima de abuso, se foi estuprada, se era alguma adolescente. Sabemos que ela certamente estava desamparada, em situação de vulnerabilidade”.

A mãe biológica ainda não foi identificada.

A única certeza é de que Kely quer adotar a menina.

 

 

FONTE: Só Noticia Boa

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Good News

Bisavó que conclui tratamento de radioterapia contra câncer ganha US$ 5 Milhões na loteria

Publicado

em

portal plural bisavó que conclui tratamento de radioterapia contra câncer ganha us$ 5 milhões na loteria
Foto:Foto: Pennsylvania Lottery via AP
Nuvera15 topo humberto pluralAcademia PersonaFAST AÇAÍbanner plano0 gold

Uma bisavó da Pensilvânia, nos Estados Unidos, que recentemente completou o tratamento de radioterapia para câncer de mama, ganhou um prêmio de US$ 5 milhões (cerca de R$ 27,2 milhões) em um bilhete de loteria raspadinha do estado. Donna Osborne, de 75 anos, conquistou o grande prêmio em junho ao comprar um bilhete do jogo “Monopoly Own It All” por US$ 50 (R$ 272) enquanto abastecia seu carro em uma loja de conveniência no Condado de Lancaster, onde mora.

Osborne explicou que decidiu comprar o bilhete depois que uma viagem planejada em família para a Flórida foi frustrada devido a vários atrasos no aeroporto. Ela e sua filha estavam prestes a embarcar quando os atrasos se acumularam, levando Donna a desistir e voltar para casa. Foi então que decidiu comprar o bilhete de loteria.

“Eu estava no aeroporto com minha filha. Estávamos indo visitar a família na Flórida quando o voo atrasou. Bem, foi atrasado tantas vezes que eu decidi voltar para casa. Minha filha ficou e voou para a Flórida,” disse Osborne. “Se eu não tivesse saído do aeroporto, nunca teria comprado aquele bilhete!”

Ela relatou que raspou o bilhete no estacionamento da loja e ficou chocada ao perceber que tinha ganhado o prêmio máximo do jogo. “Eu não podia acreditar”, disse Osborne. “Voltei para a loja e disse, ‘Você pode verificar isso, por favor? Está certo ou errado?’ Bem, o atendente disse: ‘Está certo!’.”

Osborne, uma jogadora de loteria há cerca de 50 anos, telefonou para sua filha para compartilhar a notícia, mas inicialmente teve dificuldade em ser acreditada. Ela planeja investir parte do prêmio e realizar o sonho de viajar para o Alasca.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Pesquisa revela que metade dos pets brasileiros são adotados e a maioria é vira-lata

Publicado

em

portal plural cerca de 94% dos brasileiros possuem ou já possuíram animais de estimação, segundo uma pesquisa realizada pela quaest em parceria com a petlove, que explorou a relação entre tutores
Foto: Divulgação
15 topo humberto pluralNuverabanner plano0 goldFAST AÇAÍAcademia Persona

Cerca de 94% dos brasileiros possuem ou já possuíram animais de estimação, segundo uma pesquisa realizada pela Quaest em parceria com a PetLove, que explorou a relação entre tutores e seus pets no Brasil. Dos entrevistados, 72% atualmente têm um bichinho de estimação, 22% já tiveram e 6% nunca tiveram um pet.

Além disso, metade dos tutores afirmaram ter adotado seu animal de estimação. Para 28%, o pet foi dado como presente, enquanto 22% disseram ter comprado o animal.

Os cachorros são os favoritos, com 47% dos brasileiros tendo pelo menos um cão como pet. Os gatos vêm em segundo lugar, com 23%, seguidos por aves, com 12%.

A maioria dos pets nos lares brasileiros são sem raça definida (SRD), os conhecidos vira-latas — 32% dos cachorros e 52% dos gatos. Entre as raças mais comuns, estão os pitbulls (7%), poodles (6%) e shih tzus (6%) entre os cães; e o siamês (16%), o persa (3%) e o angorá (3%) entre os gatos.

Para 93% dos entrevistados, os animais de estimação são considerados parte da família, e 94% acreditam que cuidar de um bichinho melhorou sua saúde mental.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ciência

Óculos de realidade mista é utilizado pela primeira vez no Brasil em cirurgia de remoção de tumor pulmonar

Publicado

em

portal plural Óculos de realidade mista é utilizado pela primeira vez no brasil em cirurgia de remoção de tumor pulmonar
Foto: Davidyson Damasceno/IgesDF.
NuveraFAST AÇAÍbanner plano0 goldAcademia Persona15 topo humberto plural

Uma cirurgia realizada com óculos de realidade mista permitiu aos médicos visualizar dados do paciente em 3D durante o procedimento, tornando-o menos invasivo e mais preciso. A tecnologia foi empregada na remoção de um tumor pulmonar no Hospital Sírio-Libanês de Brasília em maio deste ano.

O procedimento, conhecido como Segmentectomia Pulmonar Anatômica Robótica, envolveu o uso de óculos que combinam informações de diversas fontes e as apresentam em formato 3D diretamente no campo de visão dos cirurgiões. Essas imagens digitais projetadas permitiram uma visão detalhada da anatomia do paciente, facilitando a identificação e a remoção precisa do tumor, além de destacar as estruturas pulmonares circundantes de forma isolada.

A Segmentectomia Pulmonar Anatômica Robótica é uma técnica minimamente invasiva que remove uma pequena porção do pulmão, preservando o restante do órgão. Recentemente, tornou-se padrão em grandes centros de tratamento para câncer de pulmão precoce, mas também é utilizada para outras condições pulmonares benignas como enfisema e bronquiectasias.

O uso dos óculos de realidade mista permitiu que os médicos realizassem a segmentectomia com maior segurança e precisão, reduzindo o tempo de operação e minimizando o risco de complicações. Humberto Alves de Oliveira, cirurgião torácico responsável pela operação, enfatizou que essa tecnologia proporcionou uma visão mais detalhada da anatomia do paciente, facilitando o procedimento.

O paciente, um homem de 65 anos diagnosticado com tumor pulmonar em março de 2024, já recebeu alta hospitalar e está se recuperando em casa. A equipe cirúrgica contou com a colaboração de especialistas internacionais, incluindo Paula Ugalde do Brigham and Women’s Hospital em Boston, EUA, e Isabela Silva Müller, radiologista especializada em tórax e reconstrução 3D no Canadá.

Essa inovação marca um avanço significativo na medicina brasileira, representando um investimento contínuo em tecnologias que podem melhorar os resultados clínicos e a qualidade de vida dos pacientes.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×