Em 15 anos, 170 mil brasileiros conseguem cidadania europeia – Portal Plural
Connect with us

Mundo

Em 15 anos, 170 mil brasileiros conseguem cidadania europeia

Pável Bauken

Publicado

em



 

Segurança para andar nas ruas, perspectiva de renda, estabilidade e livre circulação foram motivos que fizeram os brasileiros Thiago Heluy, de 37 anos, e João Veiga, de 21, requisitarem a cidadania portuguesa nos últimos dois anos. Agora, ambos vivem no país e fazem planos na Europa.

Os dois fazem parte do grande número de brasileiros que buscam cidadania no Velho Continente. De 2002, quando o Serviço de Estatística da União Europeia (Eurostat) começou a contabilizar dados continentais, a 2017, o número de cidadanias concedidas aumentou mais de 800%.

Enquanto 2.422 brasileiros obtiveram uma segunda nacionalidade europeia em 2002, por descendência, tempo de residência ou casamento, em 2017 foram 22.503.

Nesses 15 anos, 170.187 brasileiros obtiveram  cidadania de um dos 33 países europeus analisados, dos quais a maioria integra a União Europeia.

O número de brasileiros que receberam uma cidadania europeia saltou 152% somente entre 2007 e 2008. Até então, a Alemanha era o país que mais aprovava pedidos, e foi aí que Portugal passou a liderar os casos.

Portugal foi responsável por 32% do total de cidadanias concedidas entre 2002 e 2017, seguido por Itália (17,8%), Espanha (15,63%) e Alemanha (7,83%). Juntos, esses países concentraram cerca de 75% dos casos.

Fonte Agência Brasil

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Donald Trump deve deixar a Casa Branca até o meio-dia desta quarta

Reporter Global

Publicado

em

Trump (foto) foi derrotado por Joe Biden nas eleições dos Estados Unidos Foto: Shealah Craighead/The White House

 

 

A partir do meio-dia (horário local) desta quarta-feira (20), a Casa Branca passa a ter um novo inquilino.

 

 

O democrata Joe Biden faz seu juramento como o 46º presidente dos Estados Unidos e, com isso, recebe o direito de ocupar a residência oficial.

Já o atual morador, o republicano Donald Trump, se não tiver deixado a casa até essa data-limite – e se recusar a sair de forma voluntária –, pode ser considerado um invasor e escoltado para fora por agentes de segurança.

Membros aposentados do Serviço Secreto chegaram a dizer à revista norte-americana Vanity Fair que, se não sair, Trump pode ser expulso, e até mesmo responder pelo crime de invasão, como qualquer cidadão comum.

Não existe nenhuma obrigação de que Trump deixe a Casa Branca antes do prazo determinado pela Constituição dos EUA – às 12h do dia 20 de janeiro, conforme especialistas.

Trump se negou a aceitar a vitória do seu rival nas eleições norte-americanas. No dia 6 deste mês, apoiadores do republicano invadiram o Capitólio – sede do Congresso dos EUA – durante a sessão que reconheceu a vitória de Biden na corrida à Casa Branca.

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Neve causa engavetamento de 134 veículos e morte no Japão.

Reporter Regional

Publicado

em



Ao menos 134 veículos se envolveram em uma série de acidentes no Japão nesta terça-feira (19), após uma tempestade de neve atingir uma rodovia na cidade de Osaki, no norte do país.

Uma pessoa morreu e 12 foram encaminhadas ao hospital depois do engavetamento na Tohoku Expressway, que ocorreu por volta do meio-dia (horário local).

As autoridades chegaram a impor um limite de velocidade de 50 km/h quando a neve reduziu a visibilidade, mas a medida não foi suficiente para evitar a tragédia.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Forte Terremoto sentido na Argentina, Chile e Brasil.

Reporter Regional

Publicado

em



Um forte terremoto no Oeste da Argentina foi sentido em muitas áreas do Centro argentino e do Chile. A informação preliminar do Serviço Geológico dos Estados Unidos apontou magnitude de 6,6 do sismo e com profundidade de apenas 11 quilômetros, logo raso e com maior potencial de danos. O epicentro foi situado perto da cidade de Pocito, ao Norte de Mendoza e ao Sul de San Juan.

As redes sociais dão conta que o abalo sísmico foi sentido até na cidade de Buenos Aires, além das cidades de Mendoza, Córdoba e mesmo Rosário. Como o terremoto recém ocorreu, não há informação ainda de danos.

O epicentro foi situado perto da cidade de Pocito, na província de San Juan, ao Norte da cidade de Mendoza e ao Sul da cidade de San Juan. As primeiras imagens mostram danos na área próxima do epicentro.

O sismo que ocorreu às 23h46 da segunda-feira (hora de Brasília) foi sentido com força no Centro da Argentina. No Chile, abalo foi sentido em Santiago. Na Argentina, em La Plata, Buenos Aires, Córdoba, San Juan, Rosario e Mendoza. No Rio Grande do Sul, em Santa Maria. 

O correspondente da Globonews em Buenos Aires Ariel Palácios recorda que a cidade de San Juan, próxima ao epicentro desta noite, foi destruída por um terremoto em 1944. Nos anos seguintes, explicou, foi reconstruída com tecnologia anti-sísmica. Em 1977, a cidade sanjuanina de Caucete foi arrasada por um terremoto de 7,4 de magnitude. 

 

Fonte: MetSul Metereologia 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×