Cuesta aprova “marcação alta”, mas alerta sobre necessidade de “pressão lá em cima”

Cuesta gostou das propostas de Zé Ricardo, mas alertou para a necessidade de tempo para o grupo assimilar as ideias do novo comandante | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP
Apoiadores:

 

Apesar de ter comandado um treino desde que assumiu o Inter, Zé Ricardo vem recebendo elogios dos seus jogadores. Após Guerrero, nesta quinta-feira foi a vez de Victor Cuesta. O experiente jogador aprovou as ideias que o treinador tem de implantar na equipe, mas fez importantes ressalvas para o jogo contra o Bahia, no sábado, em Salvador.

“O time ficou mais ofensivo e marcando mais alto. Obviamente, foram poucos dias antes de um jogo muito importante. Não dá para fazer muita coisa diferente jogando fora de casa, pois vinhamos trabalhando de uma forma e é muito difícil mudar em poucos dias. As impressões foram muito boas”, destacou o argentino.

Uma das mudanças propostas por Zé Ricardo é a marcação no campo do adversário para tentar forçar o erro e recuperar a bola no campo ofensivo, perto da área. “Eu gosto de jogar com as linhas adiantadas, mas tem que ter pressão lá em cima (no ataque). Temos que treinar, pois não adianta o zagueiro adiantar a linha, se a equipe estiver descoberta, pois deixa muitos espaços. Aos poucos vamos melhorando, mas me sinto confortável com esta forma de atuar”, afirmou.

O defensor lembrou que a estratégia de sair da defesa para o ataque “com a bola no pé” e manter a posse acompanham a equipe desde o começo da temporada. “O treinador quer dois volantes para dar maior volume de jogo. Obviamente, para marcar, a equipe vai ter que trabalhar muito, mas é uma das nossas caraterísticas e, talvez, estávamos precisando jogar um pouco mais”, destacou.

Apesar da necessidade de vitória para seguir na briga por uma vaga para a Libertadores 2020, Cuesta prevê um confronto direto complicado contra o Bahia em seus domínios. A derrota para o Ceará, por 2 a 1, na última segunda-feira, na Arena Fonte Nova, serve como exemplo e alerta para o confronto de sábado.

“Foi um jogo atípico, pois eles perderam. (O Bahia) Vem fazendo um grande trabalho e ganhando fora de casa também. Lá vai ser bem difícil. Temos que trabalhar e procurar repetir o que fizemos para vencer fora de casa. Esses três pontos são muito importantes”, concluiu.

Após o trabalho fechado no Beira-Rio e o almoço, o Inter inicia o deslocamento para Salvador. O jogo contra o Bahia está marcado para sábado, às 19h, na Arena Fonte Nova. Um ponto distancia o Colorado, sexto colocado, e o tricolor baiano, oitavo.

CP

Apoiadores:
COMPARTILHAR
Artigo anteriorGrêmio desembarca em silêncio após goleada no Rio
Próximo artigoCaso de sarampo confirmado em Ijuí
Pável Bauken
Pável Bauken – MTE18.993, co-fundador do Portal Plural, atuando como o Repórter do Portal, atualização de notícias diárias, criação de banners, manutenção do site. Também responsável pela administração dos grupos de WhatsApp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui