Crises e mudanças podem ajudar ou piorar o crescimento pessoal – Portal Plural
Connect with us

Geral

Crises e mudanças podem ajudar ou piorar o crescimento pessoal

Publicado

em

Ilustração Google


Será que toda mudança de vida é um desafio capaz de provocar crescimento pessoal? O médico psiquiatra Cyro Masci afirma que é necessário diferenciar mudanças de vida, problemas na vida e crises pessoais. “Uma mudança pode ou não ser um desafio que acrescente algo de útil à bagagem de vivências. Mas sempre, de um modo ou de outro, carrega o potencial de tensão emocional e desgaste do organismo”, afirma.

Como saber qual acontecimento provoca maior carga de pressão e qual é menos problemático? Segundo Masci, nos anos 1960, dois médicos, Holmes e Rahe, perguntaram a um grande número de pessoas se houve mudanças na sua vida, se havia ocorrido eventos significativos. Listaram tais eventos e passaram a acompanhar os entrevistados. Descobriram que, dependendo do tipo e quantidade de eventos que a pessoa enfrentava, maior ou menor era a probabilidade de adoecerem.

“O que esse estudo deixou patente é que, se ocorrerem muitas mudanças no mesmo período de tempo, as chances de adoecer aumentam. Ou seja, as mudanças devem ser sempre que possível distribuídas no tempo, dando oportunidade ao organismo se recuperar”, afirma Cyro Masci.

 

Mudanças “boas”

 

Outro fato importante é que acontecimentos aparentemente bons, como o Natal ou o nascimento de um filho, são potencialmente desgastantes. “O organismo percebe uma ameaça ao equilíbrio. Não julga a natureza dessa ameaça, se é para melhor ou para pior. Apenas detecta que ocorreu uma mudança”, explica o psiquiatra.

De toda mudança, ainda que boa, é potencialmente estressante, a situação se complica se esse fato for uma novidade ou então uma dificuldade, como enfrentar uma pandemia, por exemplo? “Às vezes, a pessoa enfrenta dificuldades que já conhece, que não são novas. Às vezes, enfrenta situações novas que não são difíceis. E às vezes enfrenta situações novas de difícil resolução. A pressão começa justamente diferenciando o que é um problema do que é simples informação”, diz Masci

Isso, segundo ele, nem sempre é fácil, já que em geral vive-se sob um regime de sobrecarga de informações. “Diante dessa verdadeira poluição sensorial, o organismo toma medidas protetoras, deixando a pessoa indiferente a um grande número de estímulos. Agências de publicidade sabem desse fato, e procuram expô-lo diversas vezes a um estímulo novo para que a pessoa perceba sua existência. As primeiras exposições em geral são simplesmente ignoradas! Por outro lado, quando uma informação é considerada um problema, há necessidade de se tomar uma decisão”, acrescenta o médico.

 

Decisões

 

Toda decisão é potencialmente provocadora de tensão emocional. Por isso, é importante lembrar de alguns fatos nos momentos de se escolher caminhos. Quando uma pessoa decide fazer isso ou aquilo, está deixando de fazer uma infinidade de outras coisas que poderia também escolher. Um sentimento de culpa é inevitável. “Toda e qualquer decisão, portanto, implica alguma perda”, aponta Cyro Masci.

É bom lembrar que em toda decisão deve existir uma harmonia entre os objetivos a serem alcançados, os meios necessários e o tempo adequado para atingi-lo. “É muito frequente possuir apenas dois desses fatores favoráveis, e esquecer do terceiro. A pessoa deve ficar atenta a esses três fatores, e quando estiver frente a frente com uma decisão, responder sinceramente se eles estão em harmonia”, aconselha o psiquiatra.

Fonte: Cyro Masci, médico psiquiatra em São Paulo, autor dos livros ‘Síndrome do Pânico: Psiquiatria com abordagem integrativa’ e ‘Biostress: Novos caminhos para o Equilíbrio e a Saúde’.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Retomada da umidade no solo favorece plantio da soja que já chega a 80%

Publicado

em



O período de 22 a 28/11 se caracterizou pelo predomínio de temperaturas elevadas e tempo seco, com precipitações de duração e intensidade variada no Estado. De acordo com o Informativo Conjuntural, produzido e divulgado nesta quinta-feira (02/12) pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a retomada da umidade dos solos favoreceu o plantio da soja que já alcança 80% no Rio Grande do Sul, estando em sua totalidade em germinação e desenvolvimento vegetativo.

 

O acumulado de chuvas registradas nas últimas semanas, somado com as de 22 a 28/11 ajudaram nas práticas culturais e favoreceram os cultivos em floração e enchimento de grãos do milho. E já inicia a maturação das lavouras semeadas no cedo do RS. O plantio chega a 88% da área total estimada no Estado, estando 47% em germinação e desenvolvimento vegetativo, 26% em floração, 26% em enchimento de grãos e 1% já em maturação.

 

A colheita do trigo avançou para 98% das lavouras, ou seja, 1,09 milhão de hectares. Em geral, o balanço dessa safra é positivo no Estado, com boa produtividade e qualidade do produto, além da boa remuneração. Os 2% restantes estão em fase de maturação

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil

Publicado

em



O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (2) cinco casos da variante Ômicron no Brasil – três em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher, todos vacinados contra a covid-19. Eles estão isolados e pelo menos um apresenta sintomas leves. A maioria está assintomática.

De acordo com a pasta, há ainda oito casos da variante em investigação no país, sendo um em Minas Gerais, um no Rio de Janeiro e seis no Distrito Federal.

“Hoje, temos uma situação sanitária bem mais equilibrada, mas lidamos com a imprevisibilidade biológica desse vírus, que sofre mutações. A vigilância em saúde está atenta e atuante pra que essas variantes sejam identificadas e pra que se avalie o potencial dessa variante complicar o cenário pandêmico”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Fonte: Agência Brasil.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Apae de Três de Maio comemora mais uma edição do Dia de Doar

Publicado

em



A terça-feira, 30 de novembro, foi marcada pela solidariedade e generosidade em Três de Maio. Isto porque os três-maienses e os moradores de municípios vizinhos que por aqui passam mostraram, mais uma vez, que se sensibilizam e colaboram com a causa apaeana.
Assim como em Três de Maio, neste dia foi realizado, em todo o mundo, o Dia de Doar. Aqui, a campanha é liderada pela Apae de Três de Maio, que pelo oitavo ano seguido participa deste movimento que promove um mundo mais solidário, por meio da conexão de pessoas com causas.
Durante a terça-feira ensolarada, a equipe apaeana esteve nas ruas centrais e nas rótulas da cidade arrecadando as doações. Também havia urnas de arrecadação espalhadas pelo comércio local e as doações puderam ser feitas pelo Pix. Diversas empresas se engajaram na campanha, doando e realizando eventos para angariar recursos.
Os doadores foram agraciados com mimos personalizados da Apae e também com mudas de suculentas, gentilmente doadas pela Floricultura Japonesa, de Três de Maio.
Os recursos arrecadados na campanha – que ainda estão sendo contabilizados, visto que alguns eventos ainda serão realizados e algumas urnas seguem nas empresas – serão investidos na manutenção dos serviços prestados pela Apae de Três de Maio.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×