Copa América: Despedida de Messi, desafio para Dorival na Seleção e estreia de Endrick
Connect with us

Esportes

Copa América: Despedida de Messi, desafio para Dorival na Seleção e estreia de Endrick

Publicado

em

portal plural copa américa tem despedida de messi, teste para dorival na seleção e 'batismo' de endrick
Foto: Getty Images

Academia PersonaFAST AÇAÍbanner plano0 goldNuvera15 topo humberto plural

A 48ª edição da Copa América, realizada nos Estados Unidos, começa nesta quinta-feira com um contraste de gerações. Enquanto Lionel Messi, oito vezes vencedor da Bola de Ouro, se aproxima de sua despedida pela Argentina, Vinícius Júnior lidera uma seleção brasileira sem Neymar, impulsionado pela conquista da Liga dos Campeões, ao lado de Endrick. A competição será um teste tanto para o jovem de 17 anos quanto para Dorival Júnior, que teve tempo para treinar e moldar o time nacional.

A Argentina é o time a ser batido. Após vencer o Brasil na final da Copa América de 2021, no Maracanã, em uma edição marcada pela pandemia de covid-19, os argentinos encerraram uma seca de 28 anos (o último troféu havia sido em 1993). Desde então, sob o comando da dupla de “Lionéis” – Scaloni, o técnico, e Messi, o cérebro da equipe -, a seleção argentina confirmou seu bom momento com a conquista da Copa do Mundo do Catar, em 2022. Atualmente, lidera o ranking da Fifa.

Líder isolada das Eliminatórias da América do Sul (cinco vitórias e uma derrota), a Argentina tem uma nova missão nos Estados Unidos: conquistar seu 16º título da Copa América e se consolidar como a maior vencedora da competição, superando os uruguaios, que têm 15 troféus. O Brasil, com nove títulos, é o terceiro maior vencedor.

Messi, que completa 37 anos no dia 24, já anunciou que o fim de sua carreira está próximo. Outro veterano, Angel Di María, 36, também vê este torneio como seu capítulo final com a seleção. Di María foi decisivo com o gol do título na vitória por 1 a 0 sobre o Brasil na última edição do torneio.

Scaloni mantém a base campeã do Mundial do Catar, contando com a experiência de Emiliano Martínez no gol e a eficiência de jogadores como Cristián Romero, Rodrigo de Paul, além dos artilheiros Julián Álvarez e Lautaro Martínez.

No lado do Brasil, após performances abaixo do esperado de Ramon Menezes e Fernando Diniz, Dorival Júnior foi escolhido para “arrumar a casa” da seleção brasileira. Com dois triunfos (Inglaterra e México) e dois empates (Espanha e Estados Unidos) sob sua gestão, Dorival enfrenta seu primeiro grande teste na Copa América. Ele conta com atletas de alto nível como Rodrygo (Real Madrid), Raphinha (Barcelona), Lucas Paquetá (West Ham) e Gabriel Martinelli (Arsenal). No entanto, é Vinícius Júnior, favorito ao prêmio de melhor do mundo, que se destaca como a principal esperança da equipe. Seus números pela seleção, porém, são modestos: em 30 jogos, apenas três gols.

Dorival passou as últimas semanas preparando a seleção brasileira com amistosos e treinos em Orlando. Além de ajustar a equipe, ele também se preocupa em preservar o jovem Endrick.

Contratado pelo Real Madrid, Endrick mostrou seu talento com gols importantes contra Inglaterra, Espanha e México. Embora rejeite comparações com Pelé e Ronaldo, Dorival trata seu camisa nove com cuidado. “Tudo vai vir com o tempo. Mas que ele não perca sua essência. Endrick pode ser muito útil à seleção, desde que tenhamos paciência. Não é só colocar ele lá e esperar que resolva. Tudo no seu tempo certo,” disse Dorival.

No Grupo D, o Brasil enfrenta a Costa Rica na estreia, no dia 24. Depois, encara o Paraguai na segunda rodada (dia 28) e encerra sua participação na fase de grupos contra a Colômbia no dia 2 de julho.

Outras seleções também surgem como candidatas ao título. Invicta nas Eliminatórias e sem ganhar a Copa América desde 2001, a Colômbia tem no atacante Luís Díaz, do Liverpool, sua maior esperança. Por jogar em casa, os Estados Unidos podem surpreender.

Como em 2016, os Estados Unidos sediam uma edição da Copa América, utilizando o torneio como preparação para a Copa do Mundo de 2026, que o país sediará junto com Canadá e México.

A Copa América terá jogos em 13 cidades, com 14 estádios recebendo as partidas. O Brasil estreia no SoFi Stadium (70.000 lugares) em Inglewood, joga a segunda rodada no Allegiant Stadium (65.500 lugares) em Las Vegas e encerra a fase de grupos no Levi’s Stadium (68.500 lugares) em Santa Clara.

Cada vez mais inseridos no “negócio futebol”, os americanos também serão responsáveis por organizar o Mundial de Clubes da Fifa no próximo ano, entre junho e julho, com a participação de 32 equipes, incluindo Flamengo, Fluminense e Palmeiras.

GRUPOS DA COPA AMÉRICA:

  • GRUPO A: Argentina, Canadá, Chile e Peru;
  • GRUPO B: Equador, Jamaica, México e Venezuela;
  • GRUPO C: Bolívia, Estados Unidos, Panamá e Uruguai;
  • GRUPO D: Brasil, Colômbia, Costa Rica e Paraguai.

    Fonte: Notícia ao minuto

Compartilhe

Esportes

Ex-segurança de Schumacher exigia R$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico

Publicado

em

portal plural ex segurança de schumacher exigia r$ 81 milhões para não divulgar fotos e histórico médico
Crédito: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images
FAST AÇAÍAcademia Persona15 topo humberto pluralbanner plano0 goldNuvera

Um ex-segurança de Michael Schumacher tentou extorquir a família do heptacampeão de Fórmula 1, ameaçando vazar fotos e o histórico médico do ex-piloto, que não é visto em público desde dezembro de 2013, após sofrer uma grave lesão cerebral em um acidente de esqui nos Alpes Franceses.

Segundo o diário alemão Bild, um homem identificado como Markus F., de 52 anos, exigiu 15 milhões de euros (cerca de R$ 81 milhões) da família de Schumacher para não divulgar o material. De acordo com documentos da investigação acessados pelo jornal, Markus tinha aproximadamente 1.500 arquivos da vida privada do ex-piloto. Ele trabalhou como segurança da família por pelo menos cinco anos e foi dispensado em 2021.

Markus F., dono de uma empresa de consultoria em TI (Tecnologia da Informação), estava endividado e buscava se recuperar financeiramente aplicando o golpe na família de Michael Schumacher. Para isso, ele contratou um colega segurança, Yilmaz T., de 53 anos, que foi responsável por contatar a família com a ameaça.

Yilmaz foi preso pela polícia alemã junto com seu filho Daniel, de 30 anos. Durante o depoimento, Yilmaz revelou o envolvimento de Markus F., o mentor do golpe. Daniel foi liberado na última segunda-feira (8) após pagar uma fiança de 10 mil euros (aproximadamente R$ 59 mil). Markus e Yilmaz permanecem sob custódia das autoridades alemãs.

Fonte: CNN Brasil
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Conheça Pablo Fernandez, técnico interino do Inter

Publicado

em

portal plural conheça pablo fernandez, técnico interino do inter
Foto: Rafaela Frison/S.C. Internacional
15 topo humberto pluralbanner plano0 goldFAST AÇAÍAcademia PersonaNuvera

Após a demissão de Eduardo Coudet, o Internacional está em busca de um novo treinador para comandar a equipe na retomada da Copa do Brasil. Enquanto isso, é provável que Pablo Fernandez assuma como técnico interino para o confronto decisivo contra o Juventude no próximo sábado (13), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O Inter precisa reverter a derrota por 2 a 1 sofrida para a equipe de Roger Machado para avançar na competição.

Na terça-feira seguinte (16), o Inter terá um compromisso nos playoffs da Copa Sul-Americana contra o Rosario Central, da Argentina, onde Pablo Fernandez deve continuar à frente da equipe.

Quem é Pablo Fernandez?

Pablo Fernandez, que deve assumir a função de técnico interino do Inter, tem 49 anos e estava à frente do time sub-20 do clube. Com um histórico como jogador de futsal e futebol de campo, ele acumula 15 anos de experiência como treinador. Fernandez possui a Licença PRO da CBF e a Licença B da ATFA (Associação de Treinadores do Futebol Argentino).

Fernandez tem uma carreira extensa nas categorias de base, com passagens por clubes como Santos e Athletico-PR. Ele também fez parte das comissões técnicas principais no Bahia e no Red Bull Bragantino II (anteriormente Red Bull Brasil), além de ter trabalhado no São José e no Desportivo Brasil. Em Salvador, Fernandez integrou a comissão técnica de Roger Machado, atual técnico do Juventude, nos anos de 2019 e 2020.

Papel Importante no Inter

Contratado pelo Inter em março deste ano, Pablo Fernandez chegou com a missão de reestruturar a categoria sub-20 do clube. Sob seu comando, o Inter se destacou ao utilizar jogadores sub-17 na categoria superior, totalizando mais de 3.000 minutos de jogo para esses jovens atletas.

Em seu último jogo, na quarta-feira (10), Fernandez levou o time a uma vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-GO, com gols marcados por jogadores nascidos em 2007, que completam 17 anos este ano, demonstrando o compromisso do Inter em dar espaço aos jovens talentos.

Estatísticas na Carreira

Ao longo de sua carreira, Pablo Fernandez acumulou 503 jogos, com 270 vitórias, 118 empates e 115 derrotas. Seus times marcaram um total de 990 gols e sofreram 497.

Fonte: Jornal o Sul

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Paris 2024: pela primeira vez, delegação do Brasil para Olimpíada tem maioria feminina

Publicado

em

portal plural paris 2024 pela primeira vez, delegação do brasil para olimpíada tem maioria feminina
Foto: Divulgação/COB
NuveraAcademia Persona15 topo humberto pluralbanner plano0 goldFAST AÇAÍ

Pela primeira vez na história, a delegação brasileira para uma Olimpíada será composta majoritariamente por mulheres. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou nesta quinta-feira (11) que a equipe para Paris está definida, contando com 277 atletas: 153 mulheres (55%) e 124 homens (45%).

Este é o terceiro maior contingente de atletas que o Brasil já enviou a uma edição dos Jogos Olímpicos, ficando atrás apenas de Rio 2016 (462) e Tóquio 2020 (302), e empatado com Pequim 2008. Atenas 2004 era a delegação mais equilibrada em termos de gênero até então, com 125 homens (50,6%) e 122 mulheres (49,4%).

Paris 2024 será também a primeira edição com igualdade de gênero no número de participantes. O Comitê Olímpico Internacional (COI) estabeleceu um total de 10.500 vagas, divididas igualmente entre 5.250 mulheres e 5.250 homens.

“Há dois ciclos olímpicos, após identificar uma oportunidade de crescimento no esporte feminino, o COB começou a investir especificamente nas mulheres. Isso incluiu não apenas as atletas, mas também um esforço para aumentar o número de treinadoras e gestoras. Com esse objetivo, foi criada, em 2021, a área Mulher no Esporte no COB. Esta estratégia realmente deu certo, resultando em mais atletas se destacando internacionalmente,” afirmou Mariana Mello, gerente de Planejamento e Desempenho Esportivo do COB e subchefe da Missão Paris 2024.

Os esportes coletivos foram cruciais para essa mudança nos números. As equipes femininas garantiram vagas no futebol, vôlei, handebol e rúgbi, enquanto os times masculinos se classificaram no vôlei e basquete.

Fonte: Jornal o Sul

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×