Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Conmebol amplia número de inscritos para Libertadores e Sul-Americana – Portal Plural
Connect with us

Esportes

Conmebol amplia número de inscritos para Libertadores e Sul-Americana

Equipes podem inscrever até 40 jogadores para o restante da temporada

Pável Bauken

Publicado

em

© REUTERS/Henry Romero/direitos reservados Esportes


A Conmebol ampliou de 30 para 40 o número de jogadores que podem ser inscritos na Copa Libertadores da América e na Copa Sul-Americana. A determinação foi publicada nesta quinta-feira (13), após reunião virtual do conselho da entidade.

Desta forma, a Conmebol espera manter o nível de competitividade das equipes diante do cenário de imprevisibilidade devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A decisão leva em consideração o desgaste dos times, uma vez que campeonatos nacionais como os de Brasil, Paraguai e Uruguai reiniciaram, e clubes de Chile e Argentina, por exemplo, já retornaram os treinamentos.

A ampliação do número de jogadores inscritos tem efeito direto em algumas equipes brasileiras. A Libertadores da América volta no dia 15 de setembro, com o Athletico-PR em campo para enfrentar o Jorge Wilstermann, da Bolívia, fora de casa. Ainda no dia 15 de setembro, o Santos joga contra o Olimpia, na Vila Belmiro.

No dia 16 de setembro, o Internacional pega o América de Cali, no Beira-Rio. O Grêmio joga com a Universidad Católica, na mesma data, em Santiago. Também no dia 16, o Palmeiras tem compromisso contra o Bolívar, na altitude de La Paz.

Flamengo e São Paulo retornam à Libertadores no dia 17 de setembro. Com 100% de aproveitamento, o Rubro-Negro mede forças com o Independiente del Valle, do Equador, no estádio Chillogallo. Já o Tricolor faz o clássico com o River Plate, no Morumbi.

A Copa Sul-Americana tem previsão de retorno no fim de outubro. Vasco e Bahia são os únicos representantes brasileiros que passaram da primeira fase. Fluminense, Fortaleza, Atlético-MG e Goiás foram eliminados.

Veja classificação atualizada da Copa Libertadores.

ebc

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Seis Brasileiros podem se classificar na próxima rodada da Libertadores; veja as chances

A situação mais difícil é a do São Paulo, que vem de derrota para a LDU e precisará vencer seus dois jogos, além de secar os adversários

Pável Bauken

Publicado

em



A 4ª rodada da Libertadores 2020 chegou ao fim, e a fase de grupos começa a tomar forma. Algumas equipes brasileiras, como o Santos e o Palmeiras, estão muito próximas da classificação. Já a situação do São Paulo é mais complexa, dependendo de uma combinação de resultados.

A redação do SBT analisou caso a caso. Confira abaixo o que cada time precisa para ir ao mata-mata do torneio.

Grêmio
A equipe vem de uma vitória no Grenal para espantar a má fase que estava rondando o tricolor gaúcho. O Imortal agora soma 7 pontos e está na segunda colocação do grupo E, perdendo no saldo de gols para o rival Internacional, primeiro colocado.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe a Universidad Católica na Arena do Grêmio, já podendo garantir a classificação. Em caso de vitória gaúcha, o Tricolor vai a 10 pontos, o que já classifica a equipe ao mata-mata em caso de empate ou vitória do Inter no jogo o América de Cali. Se empatar ou perder, a definição fica para a última rodada.

Internacional
Uma derrota no Grenal sempre pesa, ainda mais quando se tem dois jogos seguidos fora de casa para confirmar a classifcação. Primeiro colocado no grupo E da Libertadores, com 7 pontos, o Colorado está em situação parecida com a do rival Grêmio.

O Internacional pode se garantir no mata-mata da Libertadores já na próxima rodada. Basta vencer o América de Cali, na Colômbia, e ver um empate ou uma vitória gremista no outro confronto do grupo. Em caso de derrota ou empate, a vaga ficará para a última rodada, no Chile, contra a Universidad Católica.

Palmeiras
O Palmeiras vive uma situação muito confortável na Libertadores. Invicto na atual edição, o Verdão está com 10 pontos, na liderança do grupo B, com 3 vitórias e um empate.

O alviverde pode sair com a vaga do mata-mata já na próxima rodada. Basta apenas empatar com a equipe do Bolívar, em jogo que ocorrerá no Allianz Parque. O time comandado por Vanderlei Luxemburgo só vai à última rodada com risco de eliminação se perder para a equipe boliviana.

São Paulo
O Tricolor vive um momento complicado na Libertadores, após derrota para a LDU por 4 a 2, no Equador. O time não vence fora de casa na competição desde 2015 e está na terceira colocação do grupo D, com 4 pontos, três atrás do River Plate, segundo na chave. Para piorar, a diferença no saldo de gols para o time argentino é de 11 a 0.

O São Paulo não tem outra saída: vencer os dois jogos que restam e chegar a 10 pontos. Depois disso, o Tricolor precisará torcer por alguns resultados. Para pegar o lugar da LDU, que atualmente lidera o grupo, o clube paulista precisa torcer para que o time equatoriano some, no máximo, 1 ponto até o fim da primeira fase.

Para tirar a vaga do River Plate, a conta é um pouco menos complicada. Além de vencer o rival, no confronto direto da próxima quarta-feira, o São Paulo precisa torcer por um tropeço dos argentinos na última rodada, em casa, contra a LDU.

Se o São Paulo empatar com o River Plate na quarta que vem estará praticamente eliminado, já que precisaria tirar a diferença de 11 gols de saldo para a equipe argentina na última rodada e não alcançaria mais a LDU, que soma 9 pontos. Em caso de derrota para o River Plate, em Buenos Aires, o Tricolor estará eliminado matematicamente.

Santos
O time da Vila Belmiro recuperou o fôlego com a vitória contra o Delfín por 2 a 1. Líder do grupo G, com 10 pontos, o Santos encaminhou sua classificação para as oitavas de final.

O Peixe precisa de apenas um empate, contra o Olímpia ou Defensia y Justicia, para garantir matematicamente a sua vaga.

Athletico Paranaense
Com os triunfos contra o Jorge Wilstermann, por 3 a 2, e sobre o Colo-Colo, por 2 a 0, o Athletico-PR é o único brasileiro que venceu duas partidas na volta do campeonato continental, após paralisação por conta da pandemia da Covid-19.

O Furacão se isolou na primeira colocação do grupo C, com 9 pontos. Para avançar sem depender de ninguém, basta vencer o Jorge Wilstermann, na Arena da Baixada, na próxima terça-feira. Em caso de empate, o clube paranaense também avança se o Peñarol derrotar o Colo-Colo.

Flamengo
A vitória fora de casa contra o Barcelona de Guayaquil, por 2 a 1, deu um pouco de tranquilidade para os rubro-negros. O Flamengo é o é o segundo colocado do grupo A, empatado com os Rayados, com nove pontos. A diferença está no saldo de gols: oito para os equatorianos e zero, para os brasileiros.

Para garantir a classificação na próxima rodada, o time da Gávea precisa vencer o Del Valle e torcer para que o Junior Barranquilla não vença o Barcelona. Também é possível avançar já na próxima rodada em caso de empate, mas desde que o Barcelona, já eliminado, vença o Junior.

SBT

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Confira a situação dos brasileiros após a 4ª rodada da Libertadores

Fase de grupos está chegando à reta final; Nacional é o primeiro clube a garantir vaga na próxima etapa do torneio

Pável Bauken

Publicado

em



Com o término da quarta rodada da fase de grupos, as oitavas de final da Copa Libertadores já começaram a ganhar definição. Entre os clubes brasileiros, Palmeiras e Santos são os que estão mais próximos de garantir uma vaga no mata-mata do torneio mais importante do continente.

Líder do Grupo G com dez pontos, a equipe santista precisa somente de um empate para avançar na competição. Na noite de quinta-feira (24.set), o Santos soube aproveitar a vantagem numérica e venceu o Delfín (EQU) por 2 a 1 no estádio Jocay, em Manta, no Equador. Os equatorianos, por sua vez, estão na laterna da chave com apenas um ponto.

Após perder o aproveitamento de 100% na competição ao empatar com o Guaraní (PAR) na última quarta-feira (23.set), a situação do Palmeiras é semelhante a do Peixe. Para obter a classificação nas oitavas de final, o Verdão precisa apenas de um empate. Já a equipe paraguaia deve disputar a segunda vaga com o Bolívar (BOL), que ocupa a terceira posição do Grupo B.

O Flamengo, atual campeão da Libertadores, superou a goleada histórica que sofreu na 3ª rodada e venceu o Barcelona de Guayaquil (EQU) por 2 a 1 e conseguiu atingir nove pontos. Ocupando a vice-liderança do Grupo A, com a mesma pontuação do Independiente del Valle (EQU), que leva a melhor no saldo de gols. Já o Barcelona, após perder os quatro jogos, está eliminado da competição. O rubro-negro carioca joga na próxima quarta-feira (30.set) contra o Independiente del Valle (EQU), no Maracanã, com transmissão do SBT para todo o Brasil, exceto São Paulo.

O Athletico Paranaense recebeu em casa o Colo-Colo (CHI) e saiu vitorioso da partida. Com 9 pontos, o Furacão é líder da chave, mas a situação segue em aberto. A equipe boliviana do Jorge Wilstermann (BOL) bateu o Peñarol (URU) por 3 a 1 e ocupa a segunda colocação no Grupo C.

Entre os brasileiros, quem vive uma situação complicada na competição é o São Paulo. Após perder para a LDU (EQU) por 4 a 2, o clube paulista tem apenas quatro pontos e está na terceira posição do Grupo D. Para avançar no torneio, os brasileiros precisam vencer as próximas partidas e torcer para uma combinação de resultados para sonhar com às oitavas de final. O tricolor encara o River Plate, na Argentina, na próxima quarta-feira (30.set), com transmissão do SBT para o estado de São Paulo.

Ampliando o jejum no clássico Grenal, o Grêmio venceu o Internacional por 1 a 0 no estádio Beira-Rio, na última quarta-feira (23.set). Com a vitória do Tricolor gaúcho, os arquirrivais somam sete pontos no Grupo E, com o Colorado levando vantagem no saldo de gols. No entanto, o América de Cali (COL) e a Universidad Católica (CHI), com quatro pontos, ameaçam à classificação das equipes brasileiras.

Nacional vence Estudiantes de Mérida e garante vaga nas oitavas de final

Até o momento, o Nacional (URU) foi a única equipe a garantir, matematicamente, sua classificação às oitavas após alcançar 12 pontos em quatro jogos. Na mesma chave dos uruguaios, o Racing (ARG) somou sete pontos e ocupa a segunda posição. Já o Estudiantes de Mérida (VEN), com apenas três pontos, ainda sonha com a próxima etapa, enquanto Alianza Lima (PER), está praticamente fora do torneio.

Confira os jogos da próxima rodada:

Sbt News

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Primeiro atleta a nadar até Alcatrazes sonha tornar percurso em evento

Ricardo Augusto imagina versão brasileira do Canal da Mancha

Reporter Global

Publicado

em

© Kelen Leite/ICMBIO

Área de preservação ambiental e utilizada para treinamentos da Marinha, o Arquipélago de Alcatrazes, no litoral norte paulista, passou mais de 30 anos fechado, mas foi reaberto ao turismo em 2018. No mesmo ano, o empresário Ricardo Augusto Oliveira realizou o sonho de alcançar o arquipélago à nado. Ele saiu da praia do Camburi, em São Sebastião (SP), na tarde de 2 de abril, enfrentou os cerca de 40 quilômetros que separam a cidade e o complexo, e concluiu a travessia em 15 horas e 30 minutos, na manhã do dia seguinte. Agora, ele quer transformar o desafio em evento.

“Alcatrazes é fora de série. É muito bonito. Quem vai para lá de barco, começa a imaginar que se trata de algo pré-histórico, espera seres voadores, porque é um lugar fantástico e ermo. Ter nadado até lá me deu grande prazer”, revela Ricardo, que compete em águas abertas desde 2009. “Contei com a derivação das águas vindo do sul para o leste. Foi uma estratégia interessante”, conta.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Alcatrazes reúne cerca de 1,3 mil espécies aquáticas e insulares de fauna e flora, algumas delas em extinção. O arquipélago ocupa uma área de aproximadamente 68 mil hectares, ao norte de São Paulo.

Primeiro a nadar até Alcatrazes sonha transformar desafio em evento
Para Ricardo, travessia seria
Em 2018, o empresário Ricardo Augusto saiu de São Sebastião (SP) e cruzou a nado cerca de 40 quilômetros até chegar em Alcatrazes – Ricardo Augusto / Arquivo Pessoal.

O atleta e empresário organiza eventos na região, como a Volta a Nado, realizada desde 2017, em que os atletas contornam as ilhas de Alcatrazes a nado. O objetivo, agora, é fazer com que a travessia da praia do Camburi até o arquipélago vire um desafio com apelo semelhante à do Canal da Mancha, que separa o Reino Unido da França.

“O que mais motiva é testar outros nadadores e saber se há tem alguém casca grossa, se eu fui fora de série ou se, de repente, há mais gente capaz. No fim, é a competitividade que está em todos nós, atletas, e quero botar à prova”, afirma Ricardo. “Quando tive êxito [em Alcatrazes], três atletas quiseram fazer [a travessia] e até chegaram a propor a documentação ao ICMBio, mas, por algum motivo, não deram sequência. O [melhor] período é de dezembro a abril, que tem menos vento e maior incidência de luz do dia”, completa.

De acordo com Ricardo Augusto, a ideia é que o evento possa movimentar o turismo no litoral norte. Entre hotéis, pousadas e hostels, a região (que também engloba as cidades de Ubatuba, Caraguatatuba e Ilhabela, além de São Sebastião) tem cerca de 60 mil leitos. O nadador cita como referência a Travessia do Leme ao Pontal, com extensão de 35 quilômetros, que liga as zonas sul e oeste da cidade do Rio de Janeiro. “Cada inscrito gasta de R$ 5 mil a R$ 7 mil para participar do evento, mais passagens aéreas, hospedagem e a alimentação”, descreve.

Primeiro a nadar até Alcatrazes sonha transformar desafio em evento
Para Ricardo, travessia seria
O melhor período para se fazer a travessia, de acordo com Ricardo Augusto, é de dezembro a abril, período de menos vento e maior incidência de luz do dia – Ricardo Augusto / Arquivo Pessoal.

Em nota, o ICMBio explica que a realização de uma travessia como essa em Alcatrazes é regulamentada por uma Instrução Normativa de junho do ano passado, que “dispõe sobre as práticas de governança e gestão dos processos dos órgãos e entidades que atuam nas transferências voluntárias de recursos da União”. A solicitação, de acordo com o órgão, é feita pelo portal do Governo Federal e as datas são de responsabilidade dos organizadores, “desde que observadas as condições do mar”.

Como é lá fora

O desafio no canal que liga a cidade francesa de Calais ao município inglês de Dover tem um trajeto, em linha reta, de aproximadamente 35 quilômetros. O trecho foi percorrido pela pela primeira vez em 1875, pelo britânico Matthew Webb. De lá para cá, mais de 2,5 mil travessias foram completadas. Três delas por Igor de Souza, uma 1996 e duas no ano seguinte, quando se tornou o primeiro brasileiro a realizar o percurso em ida e volta, em 18 horas e 33 minutos.

“[Alcatrazes] Tem uma distância maior [que o Canal da Mancha], mas um grau de dificuldade que, creio, é o mesmo. Lá tem a água fria e em Alcatrazes há a mudança das correntes. É um desafio que pode virar sucesso até internacional”, analisa Igor, que hoje é diretor de marketing da Speedo no Brasil. “Muitos atletas vão para lá com uma equipe multidisciplinar e chegam com antecedência de, pelo menos, uma semana. Podemos falar em 10 dias de estadia. Com Alcatrazes, pode acontecer a mesma coisa”, emenda.

Segundo ele, transformar Alcatrazes em uma “versão brasileira” da travessia do Canal da Mancha envolveria um protocolo semelhante ao que existe na Europa. “Há uma associação, que segue regras da federação inglesa de natação. Ela é quem dá os períodos, pois é quem tem a previsão da maré, então, teria que fazer algo similar aqui”, explica.

“Com três ou quatro meses de antecedência, [o participante] tem de comprovar que está treinado, que realizou eventos preparatórios de, pelo menos, seis horas a uma certa temperatura e apresentar um laudo médico, mostrando que está apto a fazer uma atividade de tamanho esforço. [No Brasil] Você terá que ter autorização da Marinha e, provavelmente, um árbitro oficial da federação paulista de natação para homologar o resultado”, conclui Igor.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×