Conheça os programas que utilizam as notas do Enem – Portal Plural
Connect with us

Ensino

Conheça os programas que utilizam as notas do Enem

Sisu, ProUni e Fies utilizam resultados do exame

Publicado

em

© Tânia Rêgo/Agência Brasil


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderá ser usado para acessar o ensino superior por meio de programas federais como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni). As notas, tanto da versão impressa quanto da versão digital do Enem 2020, serão divulgadas no dia 29 de março. 

O Sisu seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior. Para concorrer, os candidatos não podem ter tirado zero na prova de redação. O Sisu geralmente tem duas edições no ano. A primeira delas ocorre em janeiro. Neste ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, o programa será adiado. Ainda não foi divulgada a data de realização do processo seletivo.

As próprias universidades públicas também estão cumprindo calendários diversos. Muitas instituições suspenderam as aulas para evitar a propagação do vírus, o que levou ao adiamento da conclusão dos semestres de 2020. De acordo com o painel de monitoramento do Ministério da Educação, pelo menos em nove instituições federais, o ano letivo de 2020 se estende para 2021.

Já o ProUni seleciona estudantes para bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior. As bolsas podem ser integrais, de 100% da mensalidade, ou parciais, de 50%. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. É preciso também não ter zerado a redação do Enem e ter obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas das provas.

A primeira edição do ProUni deste ano, para que não ocorresse atraso na seleção, usou as notas do Enem 2019. Ainda não foram divulgadas as informações da próxima edição.

A nota pode também ser usada para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que oferece financiamento a condições mais atrativas que as disponíveis no mercado.

Além dos processos seletivos conduzidos pelo governo federal, as instituições de ensino públicas e privadas têm liberdade para usar as notas em processos seletivos próprios. Os candidatos podem checar nas instituições onde têm interesse em estudar quais são os critérios adotados.

Instituições de ensino estrangeiras também utilizam as notas do Enem em processos seletivos. Atualmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tem convênio com 51 instituições de ensino em Portugal. Cada instituição define as regras e os pesos para uso das notas. A lista das instituições está disponível no portal do Inep.

Por causa do adiamento do exame, que estava inicialmente marcado para outubro e novembro de 2020, algumas instituições de ensino optaram por realizar apenas processos seletivos próprios para que os calendários do ano letivo não fossem impactados. Esse é o caso, por exemplo, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que anunciaram que não utilizarão o exame devido à incompatibilidade das datas. No caso da Unicamp, a instituição iniciará o semestre em 15 de março, antes da divulgação dos resultados, no dia 29.

Enem 2020

O Enem começou a ser aplicado no último domingo (17) e segue no próximo dia 24. No primeiro dia de aplicação, o exame teve uma abstenção recorde de 51,5%. Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas. Nesta edição, o Enem terá uma versão impressa e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital. Haverá, por exemplo, um número reduzido de estudantes por sala, para garantir o distanciamento entre os participantes. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos estarão obrigados a usar máscaras de proteção da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. Além disso, o álcool em gel estará disponível em todos os locais de aplicação.

Os candidatos que tiverem sintomas de covid-19 e de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Devem comunicar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pela Página do Participante. Esses candidatos terão direito à reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

ebc

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Prefeitura terá grande projeto para avanço na educação

O Projeto “Educação: um olhar para o futuro de Santa Rosa” foi realizado como base nas avaliações do Instituto Ayrton Senna

Publicado

em



O Instituto Ayrton Senna realizou um diagnóstico sobre a Educação em Santa Rosa. Isso foi possível, através de uma solicitação do prefeito Anderson Mantei ao empresário Luciano Luft, que fez contato e firmou a parceria. Os dados foram repassados em abril deste ano. A partir disso, uma equipe da Prefeitura passou a trabalhar para a construção de um grande projeto “Educação: um olhar para o futuro de Santa Rosa”.

A Secretaria de Educação e a Secretaria de Gestão trabalharam durante dois meses com os dados existentes. Um diagnóstico local do primeiro trimestre de 2021 também foi realizado pela prefeitura para fazer o comparativo e avaliar as condições desse ano, em função de todas as mudanças com a pandemia. Segundo a Secretária de Educação Lires Zimmermann, “Esses dados estão sendo extremamente importantes para conhecermos ainda melhor o cenário da educação e poder avançar cada vez mais na qualificação. Com o comprometimento de toda a rede vai ser possível termos um avanço no desempenho da nossa educação”.

Nesse momento foi possível fazer um grande diagnóstico de todas as escolas municipais. Em Santa Rosa, os professores relataram que 50% das famílias têm participação regular na aprendizagem durante as aulas remotas. Outro dado constatado é que 75% dos alunos da rede municipal estão acima da média. Essas e demais informações serviram de base para um projeto que foi entregue e aprovado pelo prefeito Anderson Mantei, “Com esses dados e com todo estudo das nossas equipes sobre a metodologia do Instituto Ayrton Senna vai ser possível conseguir um avanço em nossa educação. Não vamos medir esforços para conseguir melhorar nosso nível de ensino”, destaca o prefeito.

O objetivo do projeto é melhorar os índices da educação básica da rede municipal através de novas oportunidades de aprendizagem e consolidação de conhecimentos. Uma das principais ferramentas, para isso, será a ampliação das atividades em contraturno. De acordo com o Secretário de Gestão, Ademir Rosa, a partir de vários encontros e estudos foi possível definir metas e ações que serão implementadas a partir desse grande projeto, “Nós fizemos toda análise dos dados e vamos desenvolver ações de melhoria em toda nossa rede municipal”. As avaliações tem como base as disciplinas de matemática e português. O projeto abrange os 3.729 alunos matriculados entre os anos iniciais e finais do Ensino Fundamental.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Ensino

Unijuí terá mais de 170 vagas para o FIES

Período para inscrições abre nesta terça-feira, dia 27 de julho

Publicado

em



Nesta terça-feira, dia 27 de julho, serão abertas as inscrições para o programa de financiamento estudantil, FIES, por meio do endereço http://fies.mec.gov.br/. Conforme consta no Edital nº 38 de 23 de junho de 2021, o prazo encerra-se na próxima sexta-feira, dia 30 de julho.

Para o segundo semestre, a Unijuí oferta um total de 179 vagas, distribuídas entre seus cursos e campi: no campus Ijuí, há vagas para os cursos de Ciência da Computação, Direito, Educação Física (licenciatura e bacharelado), Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Estética e Cosmética, Gastronomia, Letras, Matemática, Nutrição, Pedagogia e Psicologia.

No campus Santa Rosa, vagas para os cursos de Direito, Educação Física (bacharelado e licenciatura), Engenharia Civil, Engenharia da Produção, Engenharia de Software, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Pedagogia e Psicologia.

Para o campus Panambi, vagas para os cursos de Engenharia da Produção e Engenharia Mecânica. Já para o campus Três Passos, há vagas para o curso de Direito.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o Fies Seleção, efetuar o cadastro no “Login Único” do governo federal e criar uma conta em gov.br, meio de acesso digital do usuário aos serviços públicos digitais, caso seja o primeiro acesso nessa plataforma, ou inserir CPF e senha, caso já possua uma conta.

Poderá se inscrever o candidato que, cumulativamente, tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010, com nota média superior a 450 pontos e não tenha zerado na redação; e possua renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos – R$ 3.300,00. Candidato com inscrição em processos anteriores na situação de “postergada” deverá cancelar esta inscrição para iniciar nova.

Para efetuar a inscrição o candidato deve informar, obrigatoriamente, o CPF, endereço de e-mail válido, informações do grupo familiar, a ordem de prioridade das três opções de curso/turno/local de oferta entre as disponíveis no referido grupo, e demais exigências solicitadas no âmbito do Fies Seleção.

O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 3 de agosto e será constituído de chamada única e de lista de espera.

Mais informações neste link.

[mailpoet_form id="1"]

Continue Lendo

Ensino

Unijuí volta às aulas presenciais com o curso de Medicina

Publicado

em



Aos poucos, a Unijuí começa a receber presencialmente seus estudantes e professores para o início do segundo semestre. Nesta segunda-feira, dia 26 de julho, foi a vez de receber os acadêmicos do curso de Medicina, que já haviam iniciado as aulas práticas e, agora, retornam à presencialidade para as aulas teóricas.

“Chegamos ao terceiro ano do curso de Medicina e, felizmente, conseguimos retornar com as aulas presenciais, seguindo todas as medidas de segurança sanitária”, destacou o coordenador do curso de Medicina, professor Jorge Brust, lembrando que, ao mesmo tempo em que as aulas teóricas acontecem, os estudantes ampliam a prática em Clínica Médica, atuando em ambulatórios da cidade, no atendimento à população.

“Clínica Médica possui partes 1 e 2. Temos quase 20 especialidades sendo atendidas em ambulatórios pelo Sistema Único de Saúde, indo ao encontro do que a comunidade esperava. Sabemos como é difícil conseguir um atendimento especializado, algo que vem ocorrendo por meio dos nossos acadêmicos e professores”, destacou o coordenador.

Na próxima segunda-feira, dia 2 de agosto, retornam os acadêmicos dos demais cursos presenciais de graduação. O retorno, no entanto, será de forma escalonada e diferenciada entre os campi.

Turmas diurnas retornam totalmente à presencialidade – sejam em disciplinas teóricas, práticas ou estágios. Para as turmas com aulas à noite, o encaminhamento será diferente.

Nos campi Ijuí e Santa Rosa, para diminuir o fluxo de pessoas, as turmas do 1º ao 5º semestre terão aulas presenciais na semana de 2 a 6 de agosto e, na semana seguinte, permanecem com aulas online. Já as turmas do 6º ao 10º semestre começam as aulas de forma virtual na primeira semana e, na segunda semana, entre os dias 9 e 13 de agosto, têm aula presencial. É importante lembrar que na semana que o primeiro grupo estiver presencial, o outro estará com aulas online e vice-versa.

Já nos campi de Três Passos e Panambi, as turmas do 1º ao 10º semestre serão divididas e terão aulas presenciais na semana do dia 2 de agosto e, na semana subsequente, as aulas serão online – e assim sucessivamente.

A frequência é obrigatória nas aulas presenciais e online, conforme Resolução do Conselho Universitário (Consu) nº 28/2011. Estudantes e professores com comorbidades, que não realizaram a segunda dose da vacina contra a covid-19, estão dispensados de comparecer às aulas presenciais ou de ministrá-las presencialmente até 15 dias após a realização da mesma, devendo comprovar a situação junto à Universidade.

No banner inicial do site unijui.edu.br, é possível conferir a Instrução Normativa emitida pela Universidade para o retorno às aulas.

Destaques:

Unijuí terá mais de 170 vagas para o FIES

Há mais de 25 anos, Laboratório de Sementes da Unijuí é credenciado junto ao Ministério da Agricultura

Curso de Psicologia oferece currículo voltado às novas demandas da área

Promovida oficina de Hand Lettering aos estudantes de Design e Arquitetura e Urbanismo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×