Como manter os níveis de vitamina D no isolamento? – Portal Plural
Connect with us

Medicina & Saúde

Como manter os níveis de vitamina D no isolamento?

Publicado

em



Fundamental na regulação de cálcio no organismo, a vitamina D está bastante relacionada com a saúde dos ossos. Para garantir que seus níveis sejam satisfatórios, no entanto, é preciso exposição solar. Mas em tempos de isolamento social e restrição de circulação em razão do coronavírus, qual a saída para manter uma boa quantidade dessa vitamina no corpo? Com a ajuda de especialistas, tiramos algumas dúvidas. Leia:

Importância 

O dermatologista Helio Miot, coordenador científico da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), lembra que a vitamina D atua como um hormônio no corpo, regulando o funcionamento de vários minerais e se destacando por diversas outras funções. 

 —  É importante na força muscular, na composição dos ossos, para diabéticos, idosos, mulheres na menopausa, pacientes no pós-operatório. Virtualmente, todos os órgãos dependem de uma quantidade mínima de vitamina D para funcionarem adequadamente e trazer saúde ao organismo  —  afirma o médico, que já conduziu estudos sobre a síntese da vitamina.

A vitamina também é indispensável para o sistema imunológico, prevenindo infecções e auxiliando no tratamento de doenças autoimunes, destaca a nutricionista Gabriela Port, da Empresa de Cursos Funcione. Quando está em níveis insuficientes, pode gerar desequilíbrio da microbiota intestinal e interferir no controle de reações imunológicas do corpo, complementa o médico nutrólogo e do esporte Carlos Alberto Werutsky, diretor da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

 —  Na gestação, a deficiência pode aumentar o risco de hipertensão e diabetes gestacional  —  acrescenta Gabriela. 

Sol 

Essa vitamina tem relação direta com o sol, pois sua síntese acontece justamente a partir da exposição a ele. De acordo com o dermatologista Damiê De Villa, é do sol que obtemos cerca de 80% dessa vitamina. 

— A exposição nas atividades diárias do cotidiano, na maior parte das pessoas, já é suficiente. Nesse período de confinamento, não existe uma fórmula mágica. Sabemos dos efeitos nocivos para a pele da exposição ao sol do meio-dia e sem filtro solar, período em que temos maior ação da ultravioleta B, que é a radiação responsável pela transformação de vitamina D pela pele — destaca.

Isso significa que a exposição exclusiva para esse fim não é recomendada, muito menos sem filtro solar. 

 —  A SBD não indica a exposição intencional como fonte de síntese de vitamina D. A ideia de colocar uma cadeira de praia na varanda para pegar sol não é a forma recomendada  —  alerta Miot, acrescentando que exposições prolongadas ao sol, antes mesmo de causar vermelhidão, consomem mais vitamina D do que produzem.  

Para sanar o problema do déficit dessa substância, o mais indicado seria apostar na alimentação adequada e na exposição habitual, ou seja, aquela feita enquanto se estende roupa ou leva o cachorro para o pátio, por exemplo. Sempre com filtro solar. 

 —  É importante conversar com seu médico para avaliar a melhor forma de reposição: se através da exposição solar ou suplementação oral  — sugere De Villa. 

Alimentos 

De acordo com Werutsky, há poucos alimentos com vitamina D, mesmo assim, ainda é possível colocá-la no prato. 

 —  Óleo de fígado de peixes, sardinha, salmão (selvagem), atum, gema de ovo e fígado são alguns desses alimentos —  elenca o especialista. 

Gabriela complementa: 

 —  A vitamina D é lipossolúvel, ou seja, para ser absorvida no intestino, precisa da presença de gorduras quando consumida através dos alimentos. 

Leites e seus derivados, como a manteiga também podem auxiliar a repor a vitamina D. 

Suplementação 

Mesmo sem isolamento, a pouca exposição solar durante os meses de inverno também contribui para uma redução da vitamina D. Para mantê-la sob controle, Gabriela recomenda monitoramento semestral dos níveis da substância: 

 —  Em caso de deficiência, é preciso suplementar. 

Gaúcha/ZH

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaque

Comissões iniciam a construção de mais um Hortigranjeiros

Publicado

em



Em clima de integração e inovação, as comissões que preparam o 34º Encontro Estadual de Hortigranjeiros, que acontece de 9 a 13 de agosto de 2023, reuniram-se nesta quinta-feira (23/06), no Parque Municipal de Exposições Alfredo Leandro Carlson, em Santa Rosa.
O presidente da edição, Marcos Eduardo Servat, recepcionou integrantes de comissões e familiares, oportunidade em que foram realizadas dinâmicas de apresentação e com vistas à criação de vínculos afetivos e de parceria entre os participantes. O encontro contou também com a participação do prefeito Anderson Mantei, do vice-prefeito Aldemir Ulrich e do presidente da Fenasoja 2024, Dário Germano Jr, que manifestaram seu apoio. “Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para apoiar nossas três grandes feiras e contribuir para o desenvolvimento econômico e social do nosso município”, destacou Mantei.
Numa retrospectiva da feira que completa 40 anos em 2023, quando ocorre a próxima edição, Servat lembrou e destacou a importância de valorizar o legado daqueles que construíram a história, resgatando a essência do evento, ao mesmo tempo que se busca inovar com a diversidade de ideias e talentos que compõem as comissões do Hortigranjeiros.
Na última edição o evento – promovido pela Prefeitura de Santa Rosa, Emater/RS-Ascar e Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa (Aphrorosa), com a participação de diversos parceiros – alcançou um público de 120 mil visitantes e envolveu mais de 500 expositores que movimentaram 9 milhões de negócios no total.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Vida & Saúde recebe doação da campanha Troco Amigo

Publicado

em



O Hospital Vida & Saúde recebeu na última sexta-feira (18), a doação do valor arrecadado na campanha Troco Amigo da Panvel Farmácias. Neste ano, foram arrecadados R$ 11.253,06.

A entrega do valor foi realizada pela gerente geral, Roseli de Liss e por Eonice Tozi, funcionária que representou a Unidade Panvel da Avenida Expedicionário Weber. Recebida pelo presidente Rubens Zamberlan e pela equipe do Programa Voluntariado do Hospital, a doação representou um gesto importante de apoio, carinho e confiança da comunidade.

“A nossa casa valoriza muito o voluntariado e todas as ações realizadas em torno deste importante projeto. Ficamos muito felizes com a lembrança e com o carinho da comunidade que destina esses valores, demonstrando a confiança no trabalho de nossa Instituição”, destacou o presidente Rubens Zamberlan.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Trabalho da Odontologia Hospitalar integra apoio importante na recuperação do paciente

Publicado

em



No dia 20 de Março é celebrado o Dia Internacional da Saúde Bucal. Aproveitando esta data, o Hospital Vida & Saúde apresenta um segmento pouco citado entre as especialidades, a Odontologia Hospitalar. No HVS, a odontóloga Ana Regina Martins é a responsável pelo serviço, atuando no cuidado ao paciente junto a equipe multidisciplinar.A Odontologia Hospitalar tem por objetivo prestar ações odontológicas preventivas, diagnósticas, terapêuticas e paliativas em saúde bucal, executadas em ambiente hospitalar junto com as demais áreas na atuação multiprofissional. “O cirurgião dentista atuante no Serviço de Odontologia Hospitalar está focado no cuidado ao paciente cuja doença sistêmica possa ser fator de risco para agravamento e ou instalação de doença bucal, ou cuja doença bucal possa ser fator de risco para agravamento e ou instalação de complicação sistêmica”, explica a odontóloga.A atuação do profissional se dá nos mais variados setores do âmbito Hospitalar, com mais ênfase na Oncologia, UTI Adulto e Maternidade. Em conjunto com a fonoaudióloga é realizado também a frenectomia, já na maternidade, propiciando a melhor sucção do bebê durante a amamentação. O profissional também realiza avaliações, orientações e tratamento em pacientes internados nos demais setores hospitalares quando necessário.“A presença do dentista no hospital favorece a realização de procedimentos de pacientes com maior segurança, além de permitir a solicitação de exames específicos e mais detalhados, facilitar o atendimento do paciente com impossibilidade de frequentar o consultório odontológico e de oferecer a possibilidade de acompanhamento clínico e tratamento específico e relacionamento integral entre equipe, paciente e instituição”, destaca a gerente assistencial, enfermeira Rosa Zorzan.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×