Comissão aprova salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, sem aumento real – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Comissão aprova salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, sem aumento real

Publicado

em



 

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou hoje (8) o projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. que fixa em R$ 1.040 o salário mínimo nacional em 2020. O valor não representa ganho real em relação ao salário mínimo deste ano, de R$ 998. O texto ainda precisa ser aprovado em sessão conjunta do Congresso Nacional antes de seguir para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Constitucionalmente, deputados e senadores deveriam ter aprovado a LDO pelo Congresso antes do recesso legislativo. No entanto, o recesso, que começaria dia 18 de julho, foi antecipado após a conclusão da votação do primeiro turno da reforma da Previdência sem a análise do parecer na CMO.

Salário mínimo

O texto prevê que o salário mínimo seja reajustado para R$ 1.040 em 2020, sem ganho acima da inflação. O o aumento nominal será de 4,2% na comparação com o valor atual do mínimo (R$ 998). A variação é a mesma prevista para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Para os dois anos seguintes, a proposta sugere que a correção também siga apenas a variação do INPC.

Em relação à meta fiscal, o projeto prevê um déficit primário para 2020 no valor de R$ 124,1 bilhões para o governo central, que considera as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central. Para este ano, a meta é de déficit de R$ 139 bilhões.

Reajuste salarial

O relatório da proposta da LDO de 2020 (PLN5/2019) incluiu a permissão para que o Executivo autorize reajuste salarial para o funcionalismo público em 2020. A medida contraria o governo que, na proposta original enviada ao Congresso em abril, prevê a possibilidade de aumento apenas aos militares.

Fundo eleitoral

O relator da LDO na Comissão Mista de Orçamento, deputado Cacá Leão (PP-BA), também modificou o trecho da proposta enviada pelo governo que trata da destinação de recursos para o Fundo Eleitoral para as eleições municipais de 2020. Segundo ele, o texto original do Executivo não estabelecia limite para os repasses. Em seu parecer, Cacá Leão definiu teto de 0,44% da Receita Corrente Líquida (RCL) deste ano, equivalente a R$ 3,7 bilhões.

Fonte Agência Brasil
Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaque

Projeto Muda Mundo é desenvolvido na rede municipal

Publicado

em



Diversas atividades aconteceram na rede municipal de ensino. A Prefeitura, através da Secretaria de Educação, realizou o projeto “Muda Mundo” no município. As práticas foram desenvolvidas em oficinas para professores e crianças. As ações são viabilizadas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O objetivo é resgatar valores, fomentar o protagonismo infantil e disseminar os bons exemplos dos professores em sala de aula.
Ao todo, 89 professores das séries iniciais realizaram a formação pedagógica e 780 alunos participaram das sessões de teatro. Para as bibliotecas escolares, foram entregues 3 mil livros da série Muda Mundo, autoria de Caio Riter, e 210 cadernos com sugestões de atividades para os professores. Os livros contam histórias baseadas em respeito ao próximo, cuidados com o meio ambiente e com a cidade e como pequenas atitudes fazem a diferença.
A Secretária de Educação e Cultura, Lires Zimmermann, destacou a importância desse projeto no ensino, ” Estamos muito felizes em ter proporcionado essas atividades nas escolas da rede e principalmente em contribuir na formação dos professores, que através dessa sensibilização puderam refletir sobre a importância do professor no papel de transformação da vida dos nossos alunos”. As ações contaram com o patrocínio da Alibem Alimentos para as atividades e os materiais distribuídos.
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

FUMSSAR disponibiliza o tratamento com Ozonioterapia

Publicado

em



A Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa oferece gratuitamente para a população, o serviço das Práticas Integrativas e Complementares (PICS). Na manhã desta quarta-feira (25), foi realizado o lançamento de mais um tratamento, a Ozonioterapia. A prática consiste na administração do ozônio medicinal no organismo, garantindo efeitos anti-inflamatórios, analgésicos e antissépticos. Há, ainda, o fortalecimento do sistema imunológico e de uma melhor oxigenação dos tecidos. Regulamentada pelo Conselho Federal de Biomedicina em junho de 2020, por meio da Resolução Nº 321, é uma das terapias que integram as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde oferecidas pelo SUS.
O tratamento com ozônio é indicado principalmente para doenças e incômodos crônicos, a exemplo de artrite reumatoide e fibromialgia, também auxilia na cicatrização deficiente e nas dores corporais. O Presidente da FUMSSAR, Délcio Stefan, foi um dos criadores do projeto para a implementação do Centro de Práticas Integrativas em Santa Rosa, “Este espaço foi pensado para oferecer para a nossa população tudo o que há de melhor e mais moderno nos tratamentos das doenças. Podemos ir além do tratamento tradicional e oferecer um serviço completo que estimule habilidades e o bem-estar dos nossos usuários. Estou muito contente com mais esta terapia que agora faz parte das PICS e que vai melhorar a vida de muitas pessoas”.
Atualmente em Santa Rosa, são realizadas 17 atividades nas salas das PICS: Homeopatia; Reiki; Terapia Floral; Pilates; Drenagem Linfática; Bandagem; Cromoterapia; Auriculoterapia; Dança Circular; Quiropraxia; Alongamento; Reforço Muscular; Massoterapia; Automassagem; Constelação Familiar; Meditação e agora também, a Ozonioterapia. Todas essas modalidades são coordenadas por uma equipe multiprofissional que conforme suas especialidades orientam as sessões. O Vice-Prefeito Aldemir Ulrich destacou a importância das práticas para o município, “Estamos muito orgulhosos de implementar mais esse serviço para a população de Santa Rosa. Nosso objetivo enquanto gestão, é servir cada vez melhor a comunidade e proporcionar serviços que tragam mais qualidade de vida para as pessoas”.
A porta de entrada para ser atendido no Centro de Práticas Integrativas e Complementares é a Unidade Básica de Saúde. O usuário do SUS vai até a UBS e recebe a avaliação de um profissional de saúde que encaminha o paciente para as PICS. É importante destacar que as Práticas Integrativas e Complementares não descartam o atendimento médico, os exames e os medicamentos, elas complementam o tratamento. O Centro das PICS funciona de segunda a sexta-feira e fica localizado junto ao CEREST e a Farmácia Municipal da FUMSSAR
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Alunos das oficinas de flauta se apresentam na Prefeitura

Publicado

em



Nesta terça-feira (24), a manhã iniciou com música no Palácio Municipal 14 de Julho. Os alunos das oficinas de flauta das Escolas Municipais de Ensino Fundamental Santa Rita e Nossa Senhora da Glória realizaram uma apresentação no saguão da prefeitura. Os músicos foram recebidos pelo prefeito e vice-prefeito. O grupo foi organizado pelo regente e diretor artístico da Orquestra Jovem Santa Rosa, Alessandro Munawek e pelo professor do projeto Musicalização pela flauta doce, Vitor Van Basten. A Prefeitura por meio da Secretaria de Educação e Cultura é apoiadora das oficinas, junto com a Unijuí, a Câmara Municipal de Vereadores e a Escola de Música Recital.
O projeto contempla crianças, jovens e adultos possibilitando o crescimento musical desde o nível básico ao mais avançado. O Prefeito Anderson Mantei parabenizou os alunos e incentivou para que sigam na música, “É muito bom ver o desenvolvimento de vocês através da música, com certeza vocês estão no caminho certo. Continuem se dedicando e contando com o nosso apoio e torcida”. O contato com a música através da prática de instrumentos e canto, concertos e apresentações, ajudam  desenvolver noções básicas de linguagem musical, refinamento do gosto musical, a sensibilidade, o intelecto e o emocional.
A flauta doce é a porta de entrada para uma musicalização sólida. Nas aulas, os alunos desenvolvem as aptidões e conceitos necessários para o crescimento musical. O Projeto de Musicalização pela Flauta Doce está sendo desenvolvido desde agosto de 2021 nas escolas Santa Rita e Nossa Senhora da Glória. Neste ano, está previsto que seja implementado em mais duas escolas, Marquês do Herval e Santa Rosa de Lima. A faixa etária dos participantes é de 08 a 11 anos
Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×