Começa pesquisa para saber como anda a saúde dos brasileiros – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Começa pesquisa para saber como anda a saúde dos brasileiros

Pável Bauken

Publicado

em



A pesquisa Vigitel 2020 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), realizada todos os anos pelo Ministério da Saúde, pretende ouvir cerca de 27 mil pessoas somente no primeiro semestre. A participação é muito importante para que seja possível conhecer o retrato da saúde das pessoas no país e para o planejamento e monitoramento das ações e políticas públicas de cuidado à saúde dos brasileiros.

Portanto, Você que tem 18 anos ou mais e mora em uma das 26 capitais do país, além de Brasília, poderá receber uma ligação do pesquisador do ministério convidando-o para participar da principal pesquisa no país que mede os fatores de risco e de proteção para doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, cânceres, obesidade, doenças respiratórias e relacionadas ao coração – principais causas de mortes no país.

Segundo o ministério, o tempo médio para responder ao questionário é de cerca de 12 minutos. As ligações serão feitas das 9h às 21h (horário de Brasília) nos dias da semana, e das 10 às 16h aos sábados, domingos e feriados. A participação na pesquisa é voluntária.

“Conhecer a situação de saúde da população é o primeiro passo para planejar ações e programas que reduzam a ocorrência e a gravidade destas doenças, melhorando, assim, a saúde da população”, destacou o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

O ministério alerta que durante a pesquisa não será perguntada qualquer informação relacionada a documentos pessoais, como CPF, RG ou mesmo dados bancários. As únicas informações pessoais obtidas por meio da pesquisa dizem respeito à idade, sexo, escolaridade, estado civil e raça/cor, uma vez que permitem que os resultados reflitam a distribuição sociodemográfica da população total.

Desde 2006, a pesquisa Vigitel monitora a frequência e a distribuição de fatores de risco para o surgimento destas doenças através de um questionário, respondido por telefone, sobre itens como hábitos alimentares (consumo de frutas e hortaliças) e estilo de vida (prática de atividade física, tabagismo e consumo de bebidas alcóolicas). São também investigadas a frequência e o diagnóstico médico de hipertensão arterial e diabetes, bem como a realização de exames de mamografia e de papanicolau.

AGB

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncias

Vereadores denunciam ao MP descaso com cemitério municipal em Giruá.

Reporter Regional

Publicado

em



Os vereadores da bancada do PDT, Fabiam Thomas, Simone Kogler e João Zimmermann, mais o Vereador em exercício Márcio Silva encaminharam ao Ministério Público oficio dando ciência ao descaso em que se encontra na atualidade o cemitério municipal.

De acordo com os vereadores muitas pessoas encaminham solicitação de providências quanto à situação do cemitério municipal.

“Estivemos lá e de fato o caso é gravíssimo; matagal e entulhos, possíveis focos de mosquitos da dengue, sepulturas abertas, ossadas humanas,  colocam em risco a saúde pública e impedem a circulação de pessoas que pretendem realizar os cuidados nos túmulos e circular no espaço.”

Há dezenas de imagens e vídeos que ilustram o caso, todas elas extremamente fortes. Na sessão realizada na última segunda-feira, a Verª Simone Kogler formulou indicação cobrando providências urgentes;  e na sessão do dia 11/01, houve pronunciamento de Vereador cobrando as mesmas providências. Mas não foi regularizada a situação.

No dia de ontem, os vereadores da bancada do PDT, Fabiam Thomas, Simone Kogler e João Zimmermann, mais o Vereador em exercício Márcio Silva, deram ciência do fato ao Ministério Público, cobrando, além da imediata limpeza no local, a realização de coleta de materiais para a verificação de possíveis focos da dengue, a identificação das sepulturas (ocupadas) que estão à céu aberto e o(s) cadáver(es) que se decompõe ao alcance de pessoas e animais, além da própria sugestão de isolamento de locais até ao total restabelecimento da situação.

Fonte; Rádio Alternativa

Fotos e video Marcio Silva

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Profissionais da saúde começam ser vacinados em Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em



Após a vacina ser aplicada nos moradores do Lar de Idosos em Santa Rosa a etapa seguiu para imunizar os profissionais da saúde, iniciando nas Unidades Sentinelas e profissionais do Dom Bosco Unidade Regional Covid, SAMU, UPA, Unidades Básicas de Saúde e UTI Adulto, Pediátrica e Neonatal.

A vacina Coronavac da empresa chinesa Sinovac em parceria com o Butantã, chegou no final da tarde de terça-feira em Santa Rosa, com ela chegou a esperança de dias melhores e novos tempos, estamos vivenciando uma pandemia durante meses, que acabou causando milhares de mortes e prejuízos incalculáveis para a economia, a vacina chega para dar esperança a todos.

Na região chegou 2.360 doses da vacina, em Santa Rosa vão ficar 1.013 vacinas com a segunda dose já garantida, nesse total serão aplicadas em média 950 nos Idosos e Funcionários Unidade Dom Bosco, Sentinelas UPA e UTI.

Qualquer reação adversa terá uma equipe especializada na Fundação Municipal de Saúde (FUMSSAR) para atender a comunidade caso necessário.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Ruben Machado o primeiro vacinado contra a covid em Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em



Em Santa Rosa o primeiro a receber a vacina foi o senhor Ruben Machado do Amarante que mora no Lar de Idoso das Damas de Caridade de Santa Rosa, o senhor tem 84 anos e comorbidades e AVC e os demais moradores dos lares de idosos de Santa Rosa também estão sendo vacinados, assim como os profissionais da saúde no Dom Bosco Unidade Regional Covid, funcionários das Unidades Sentinelas, SAMU, UPA, Unidades Básicas de Saúde e UTI Adulto, Pediátrica e Neonatal.

A vacina Coronavac da empresa chinesa Sinovac em parceria com o Butantã, chegou no final da tarde de terça-feira em Santa Rosa, com ela chegou a esperança de dias melhores e novos tempos, estamos vivenciando uma pandemia durante meses, que acabou causando milhares de mortes e prejuízos incalculáveis para a economia, a vacina chega para dar esperança a todos.

Na região chegou 2.360 doses da vacina, em Santa Rosa vão ficar 1.013 vacinas com a segunda dose já garantida, nesse total serão aplicadas em média 950 nos Idosos e Funcionários Unidade Dom Bosco, Sentinelas UPA e UTI.

Qualquer reação adversa terá uma equipe especializada na Fundação Municipal de Saúde (FUMSSAR) para atender a comunidade caso necessário.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×