Começa a clonagem comercial de bichos de estimação na China – Portal Plural
Connect with us

Mundo

Começa a clonagem comercial de bichos de estimação na China

Publicado

em



 

A empresa de biotecnologia Sinogene se tornou a pioneira na China no negócio de clonar bichos de estimação (uma prática condenável já oferecida por companhias em outros países, como Coreia do Sul e Estados Unidos).

O primeiro bichinho doméstico clone é o gato Dasuan (“alho”, em mandarim), nascido em 21 de julho. O cliente que encomendou a clonagem, Huang Yu, sentia saudade de seu bicho de estimação anterior. “Meu gato morreu de uma doença no trato urinário. Decidi cloná-lo porque ele era muito especial, inesquecível”, disse Huang ao site chinês Global Times.

A Sinogene havia iniciado as experiências com clonagem em agosto de 2018 e anunciou o nascimento de Dasuan na segunda-feira (19/8) da semana passada. O diretor-geral, Zhao Jianping, disse que a companhia deve começar agora a oferecer o serviço ao público em geral e que vários donos de gatos já fizeram seus pedidos. A expectativa de custo de clonagem é de 250 mil yuans (cerca de R$ 145 mil) para gatos e 380 mil yuans (cerca de R$ 220 mil) para cães. Segundo um relatório de 2018 da CNBData, 73 milhões de pessoas têm pets na China.

Lai Liangxue, cientista-chefe na Sinogene e membro da Academia de Ciências da China, levou a discussão um passo além. Dasuan é fisicamente idêntico ao gato clonado mas, como era de se esperar, tem personalidade e temperamento próprios. Ao apresentar o gatinho, o pesquisador afirmou que a companhia avalia trabalhar na duplicação de memórias, para tornar um clone mais parecido com o bicho original, também em comportamento.

Não existe, no momento, fundamento científico para explicar como se daria a duplicação de memórias. Segundo Lai, a Sinogene estuda usar inteligência artificial e interfaces entre máquinas e seres vivos para avançar nessa pesquisa.

Celebridades como Barbra Streisand e Simon Cowell já haviam clonado seus bichos de estimação e tornado isso público. A iniciativa, embora legal, é condenável por diferentes motivos: há um debate ainda em aberto sobre a saúde, qualidade e expectativa de vida de clones (pior: a clonagem tende a ocorrer a partir de um animal de raça, que já tende a ser mais frágil que um vira-lata); não se pode esperar que o comportamento do clone seja parecido com o do animal doador das células; por fim, para quem pode admitir alguma imprevisibilidade no tamanho e no comportamento do animal (como celebridades com casas grandes…), adotar um bicho de estimação é uma opção mais ética do que comprar um animal de raça.

Época Negócios
Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mundo

TUCUNDUVA I Aviso de Suspensão do Edital de Pregão Eletrônico nº 22_2022

Publicado

em



AVISO DE SUSPENSÃO DO EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2022, objetivando o Registro de Preços visando a Aquisição de Material de Expediente e outros. Comunica-se a suspensão do edital, tendo em vista a necessidade de análise/revisão da descrição/quantidade/unidade dos itens a serem registrados. Mais informações pelo telefone (55) 3542 1022, ou pelo e-mail: [email protected]. Tucunduva/RS, 12 de agosto de 2022.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Justiça manda prender goleiro Bruno por atrasar pensão de seu filho com Eliza Samudio

Publicado

em



17ª Câmara Cível do Rio de Janeiro pediu a prisão do ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, pelo atraso no pagamento da pensão alimentícia de seu filho com Eliza Samudio. A avó Sônia Moura, que cria o menino, afirma que Bruno nunca pagou pensão. Bruno, atualmente atleta do Atlético Carioca, foi condenado pelo homicídio da ex-companheira, mas foi solto em 2019 pela Justiça de Minas Gerais, em regime semiaberto.

Segundo a decisão da Justiça fluminense, publicada na quarta-feira, o goleiro não faz nenhum depósito desde 2020 e deve R$ 90,7 mil à família de Eliza Samudio. De acordo com informações divulgadas pela CNN, os advogados do atleta alegam que ele pagou quatro parcelas vencidos, cada uma de R$ 9.7000.

Em 2013, Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Em 2017, a Justiça decidiu reduzir a pena em 18 meses. Em 2019, o goleiro conseguiu progressão para o regime semiaberto.

 

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

‘Nem sabia quem eu era’, afirma esposa de Guilherme de Pádua sobre selfie com Michelle Bolsonaro

Publicado

em



A esposa de Guilherme de Pádua, Juliana Lacerda, postou um vídeo nas redes sociais nesta sexta-feira, 12, afirmando que ela e o marido não têm intimidade com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O posicionamento de Juliana ocorre após repercutir uma selfie dela ao lado de Michelle Bolsonaro.

O clique teria sido feito no último domingo, 7, quando o presidente e a esposa visitaram a Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte (MG), onde Guilherme de Pádua, assassino confesso de Daniella Perez e condenado pelo crime, é pastor.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×