“Com união já é difícil, sem união não tem saída”, desabafa Deputado Federal Sanderson – Portal Plural
Connect with us

Política

“Com união já é difícil, sem união não tem saída”, desabafa Deputado Federal Sanderson

Publicado

em



O Programa Conexão do Portal Plural entrevistou o Deputado Federal Ubiratan Antunes Sanderson, ele é um Policial Federal e filiado ao PSL. Nas eleições de 2018 foi eleito Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul, com 88.559 votos. Durante o programa, o parlamentar, único da esfera federal até o momento com coragem para encarar os âncoras do programa Conexão, explanou sobre vários temas, entre eles, o Coronavirus, Fundo eleitoral, fundo partidário e liberdade de presos devido a pandemia.  

Liberdade de presos devido ao temor do Covid-19.

Segundo o deputado, o corona causa reflexo em várias áreas principalmente na segurança pública onde 3400 presos já ganharam a liberdade provisória. Ele salientou que é autor do projeto 1331/2020 de autoria dele e do Deputado Eduardo Bolsonaro, proibindo esse tipo de ação com o apoio de centenas de parlamentares. Solicitou que fosse pautado na mesa diretora, sendo que o presidente sinalizou positivamente desde que fosse um consenso de todos os partidos. No Brasil ser preso só se for azarado. Soltar o detento é penalizar a própria sociedade. O momento é de responsabilidade!

O Deputado defende que local de preso é dentro do presidio e se for contaminado que seja tratado na própria casa prisional, mas, jamais na rua. Nesse momento colocar o preso na rua é chamar a população de otária. Se for votado e não for aprovado tudo bem, mas solicita que o projeto seja pautado. O projeto dispõe que a liberdade de detento não poderá ocorrer em razão da pandemia do Coronavirus. Nós estamos em um crise sem precedentes, onde cada dia que passa são centenas, milhares de pessoas que logo ali na frente estarão sem empregos. Cada preso colocado em liberdade representa um perigo gigantesco. Exige-se seriedade nas decisões, pois, não há um inocente dentro do presidio.

Trabalhar com p Presidente Jair Bolsonaro

Quando foi questionado como é trabalhar com o chefe, o deputado destacou que o Presidente Jair Bolsonaro é uma pessoa simples como nós que fala o que pensa se protocolos combinados. As vezes ele tem umas respostas mais toscas (secas) mas alguns minutos depois buscar manter o diálogo. Ele não possui nenhuma animosidade com o Ministro Mandetta da Saúde, muito pelo contrário. Ele fez um relato sobre a amizade de ambos. Eu não gosto de partido e o presidente também não, ele é apartidário e organizou seu ministério sem estar dependendo de uma sigla ou outra. Com relação a segurança, ele acrescentou que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) não vai determinar como cada cidadão deverá se portar. A liberação de presos também favorece os internados, ou seja, os menores infratores que estão detidos na Fase. Na maioria dos países do mundo o infrator é punido, no Brasil infelizmente não! Aqui para ser preso e cumprir a pena é uma casualidade.

Fundo Eleitoral e Fundo partidário

Apresentamos 649/2020 que destina os R$ 2,034 bilhões do Fundo Eleitoral para prevenção e combate ao Corona vírus.  Só os 34 milhões já seria uma grande ajuda para a população, imagina o montante total que salvaria milhões de pessoas. Cem milhões de brasileiros vivem sem saneamento básico (literalmente fazem xixi e coco no chão). Existem vários meios para se obter recursos para campanha, agora usar direito público para pagar santinhos e usar gráficas de fachada para lavar dinheiro seria um atestado de covardia. Não importa quando a eleição vai ocorrer, mas hoje a urgência é dar suporte para os hospitais.

Com relação a inversão social de valores com a câmara e o senado possuem parlamentares demais com altos gastos, onde muitos ganham demais e a maioria vive de esmolas, o deputado salientou que o Brasil sim tem saída, ele citou que gastou R$ 88 mil reais para uma votação de 88 mil votos. São nas campanhas que político profissional faz sua safra. Disse não confiar em político profissional.  Ele acredita que aos poucos teremos uma renovação que teve início nas redes sociais. De 269 novos deputados, cerca de 150 votaram projetos na contramão da renovação como por exemplo a votação do COAF. Não há justificativa plausível para uma Câmara possuir 513 deputados, uma vez que ao chegar na câmara haviam 396 poltronas. Tenho a liberdade para falar porque não sou da política, sou deputado federal e estou político.

Aqueles que fazem da política carreira, desconfie! Tem deputados que não sabem o que estão fazendo. Limitar o número de mandatos, defende o voto facultativo, distrital onde cara região deveria eleger um deputado federal em cada uma delas.  Ele defendeu as candidaturas independentes cidadãs autônomas, ou seja, sem a obrigatoriedade de uma sigla partidária.   Câmara e Senado possui atualmente 24 mil Assessores enquanto a Policia Federal  possui 11 mil agentes. Ele se mostrou completamente contrário ao benefício de Fundo partidário na ordem de R$ 1 bilhão de reais, e defendeu que uma modernização urgente precisa ser feita para inibir e acabar com essa prática.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PSL aposta em Datena e no social para vencer Bolsonaro em 2022

Publicado

em



 

Presidente do partido, Luciano Bivar, diz à CNN que jornalista ‘é um player muito forte para chegar ao segundo turno’

O presidente do PSL, Luciano Bivar, declarou à CNN nesta sexta-feira (9) que, no que depender dele, o apresentador José Luiz Datena é o candidato da legenda à presidência da República em 2022.

“Datena hoje está mais confiante em parar sua vida jornalística e entrar em uma vida política. É um player muito forte para chegar ao segundo turno”, disse Bivar. Segundo o dirigente, a carreira e os contratos milionários na TV pesaram para que Datena não disputasse as últimas eleições.

Bivar contou à coluna que o mote da campanha será o social, bem distante das bandeiras do lavajatismo e da anticorrupção que fizeram o PSL ganhar a presidência da República em 2018 com Jair Bolsonaro, quando o presidente ainda pertencia à sigla. De acordo com Bivar, em breve será anunciado um marqueteiro para a campanha.

“Eu acho que o Datena é o novo alento. A democracia é lenta, mas é depurativa. A lentidão, às vezes, custa uma geração, mas só se solidifica uma democracia tentando e respeitando opiniões”, disse. Para o ex-aliado de Bolsonaro, outros temas que deverão fazer parte da pretensa campanha são a simplificação tributária e o fim das emendas extras de orçamento.

O ingresso de Datena no partido foi formalizado nesta semana. As conversas com a cúpula do PSL têm sido constantes. Na quarta-feira, Bivar afirmou a Datena que passaria a anunciá-lo como pré-candidato ao Palácio do Planalto de maneira mais aberta, tentando acabar com palpites de que o apresentador estaria mais viável a uma candidatura ao Senado. A legenda conta agora com a inclusão do nome do jornalista nas pesquisas de intenção de voto para presidência da República e, assim, aferir o apelo popular.

Na busca por um palanque forte e da condição de “terceira via”, o PSL tem se aproximado do MDB, vislumbrando uma aliança. A CNN procurou Datena para comentar os planos anunciados por Bivar, mas não conseguiu falar com o apresentador.

 

FONTE: CNN

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Política

Brasil assume a presidência do Mercosul

Publicado

em



 

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (08), ao assumir a presidência temporária do Mercosul, que o Brasil atuará pela abertura e integração do bloco “nas cadeias regionais e internacionais”, de forma a manter os “valores originais”. 

 

A 58ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, realizada virtualmente, marcou o encerramento da presidência de turno da Argentina e o início do comando do Brasil.

“A persistência de impasses e o uso da regra do consenso como instrumento de veto e o apego a visões arcaicas de viés defensivo terão o único efeito de consolidar sentimento de ceticismo e dúvida quanto ao verdadeiro potencial dinamizador do Mercosul”, declarou Bolsonaro.

Segundo ele, o Brasil não vai parar nos esforços para modernizar a sua economia e a sociedade. “Queremos que nossos sócios de integração sejam nossos companheiros nessa caminhada para a prosperidade comum. É por isso que, em nossa presidência de turno, continuaremos a trabalhar pelos valores originais do bloco, associados à abertura e à busca da maior e melhor integração de nossas economias nas cadeias regionais e internacionais de valor”, declarou.

Bolsonaro ressaltou o compromisso do Mercosul “com a liberdade, a democracia e a abertura para o mundo”. “Na ampla agenda do Mercosul, trabalharemos para gerar resultados que possam ser entendidos, valorizados e, acima de tudo, sentidos e percebidos por nossas populações e empresários. Queremos um Mercosul de resultados que seja instrumento para a modernidade”, afirmou.

O presidente disse que o bloco não pode continuar sendo visto como sinônimo de ineficiência, desperdício de oportunidades e restrições comerciais. “O semestre que se encerrou deixou de corresponder às expectativas e necessidades de modernização do Mercosul. Devíamos ter apresentado resultados concretos nos dois temas que mais mobilizam nossos esforços recentes: a revisão da tarifa externa comum e a adoção de flexibilidades para as negociações de acordos comerciais com parceiros externos. O Brasil tem pressa”, afirmou.

 

FONTE: O SUL 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Política

Solicitações de Melhorias no trânsito no Bairro Timbaúva

Publicado

em



O Vereador Tenente Amarildo do Partido Republicanos apresentou nesta segunda-feira (05) um pedido ao executivo municipal para que possa ser realizado um estudo de adequação para melhor andamento do trânsito da Rua Francisco Tim esquina com Rua Pirapó e com Rua Erechim, na entrada do Bairro Timbaúva.

Existe um alto índice de acidentes que ocorrem no entroncamento das ruas, também foi constatado um uso excessivo de velocidade empregado pelos motoristas, é uma via de alto grau de trafegabilidade principalmente nos horários de pico e existe uma dificuldade de fazer conversões para a esquerda pela falta de sinalizações ou demarcações adequadas aos motoristas.

Os moradores solicitam constantemente a implantação de redutores de velocidade na Rua Francisco Timm próximo ao número 1456 e colocar tachões na pista para melhor demarcar as vias, também para que os motoristas possam diminuir a velocidade.

A matéria foi aprovada por unanimidade e encaminhada ao executivo. “Existe uma grande necessidade demanda por melhorar o trânsito em determinadas regiões da cidade, e esta região na Timbaúva merece a nossa atenção.” Comentou o vereador Tenente Amarildo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×