Com recurso autorizado, Vida & Saúde se prepara para equipar novo Bloco Cirúrgico – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Com recurso autorizado, Vida & Saúde se prepara para equipar novo Bloco Cirúrgico

Publicado

em



O Hospital Vida & Saúde foi autorizado a confirmar a compra dos equipamentos hospitalares para o novo bloco cirúrgico, que funcionará na Nova Unidade. Com o processo licitatório já concluído desde o ano passado, a instituição recebeu a confirmação do Ministério da Saúde quanto à liberação no sistema que disponibiliza os recursos na conta da instituição. Com isso, o Hospital já pode efetivar a aquisição junto às empresas fornecedoras.

O investimento faz parte de uma articulação iniciada pelo deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) junto ao Ministério da Saúde. “Foi um compromisso firmado em junho de 2018, quando o então Ministro Gilberto Occhi veio ao Rio Grande do Sul fazer uma série de anúncios e confirmou a inclusão do Vida & Saúde. Estamos vivendo a realização de um sonho não só para Santa Rosa, mas para a saúde de toda a Região Noroeste”, comemorou o parlamentar.

De acordo com a diretora-geral do Hospital Vida & Saúde, Vanderli de Barros, os R$3 milhões depositados na conta da instituição serão investidos integralmente no novo bloco cirúrgico. “Esse recurso é fundamental para colocar à disposição da comunidade um moderno bloco cirúrgico, que está localizado no terceiro e quarto pavimentos do Hospital. Dessa forma, vamos conseguir realizar mais cirurgias, especialmente pelo Sistema Único de Saúde, qualificando e oferecendo excelência na prestação do serviço”, destacou. Em nome do hospital, a dirigente agradeceu o trabalho de articulação política realizado pelo deputado Jerônimo Goergen, “que tem sido um parceiro histórico da nossa instituição”, finalizou Vanderli.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Regulamentação de regime de previdência complementar é pauta

Publicado

em



O Prefeito Anderson Mantei esteve reunido com o Grupo de Trabalho (GT) nomeado através do Decreto nº 115/2021. Este foi organizado para analisar e desenvolver estudos técnicos para regulamentação de procedimentos para implantação de Regime de Previdência Complementar (RPC).

O GT trabalha com a escolha de critérios para contratação de Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), que vai gerir o plano de benefícios de aposentadoria complementar para os novos servidores efetivos que ingressarem no serviço público. Isso vale a partir de novembro de 2021 e sobre a remuneração que ultrapassar ao teto limite da Previdência Social (R$ 6.433,57). As contribuições previdenciárias até este valor continuarão sendo realizadas para o PREVIROSA – Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Santa Rosa.

O Grupo de Trabalho (GT) conta com a participação de representantes do Poder Executivo, Previrosa e servidores indicados pelo Sindicato. Segundo Anderson Mantei, “Mesmo que seja uma imposição da legislação federal temos que ter todo o cuidado nos critérios para escolha da futura Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), que vai estar gerenciando recursos pagos pelo servidor e pelo município de Santa Rosa. A intenção é de buscar conceder uma opção aos futuros servidores que ganham acima do teto do INSS”.

Com a aprovação da Emenda Constitucional nº 103, de 12 de novembro de 2019, foi dado o prazo de dois anos para que os municípios e os estados realizem a instituição do Regime de Previdência Complementar (RPC). O Grupo de Trabalho está seguindo as orientações emitidas pelo Guia de Previdência Complementar para Entes Federativos elaborado pela Secretaria de Previdência, vinculado ao Ministério da Economia. O intuito é orientar os envolvidos no planejamento de implementação do Regime de Previdência Complementar e também oferecer informações para a assinatura do termo de adesão, a ser firmado com Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC).

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Régis quer revitalização das praças com recursos da venda da CEEE

Publicado

em



O vereador Régis Bonmann (PT) propôs na sessão desta segunda-feira (12), que parte do recurso recebido pelo município com a venda da CEEE, seja investido na revitalização e recuperação das Praças nas comunidades. Os R$ 4,7 milhões recebidos pela prefeitura na última semana, são oriundos de uma dívida de ICMS devido pela antiga estatal aos municípios. “Este repasse amplia significativamente a receita do município, possibilitando novos investimentos não previstos no orçamento”, justifica.

Defende ainda que a medida não acarreta em volumosos investimentos e que possibilitaria a ampliação de espaços adequados para a retomada do convívio social. “Há um ano e quatro meses as famílias têm se submetido aos protocolos de distanciamento controlado. Muitas crianças e idosos tiveram que permanecer em isolamento social em suas residências, gerando profundo stress. O ambiente aberto e saudável das praças possibilitaria a tímida retomada do convívio social, viabilizando o uso controlado de diversos ambientes distribuídos nas comunidades, evitando assim grandes concentrações de pessoas em espaços como o Parque de Exposições e Tape Porã”, explicou.

Além da revitalização de toda estrutura física e equipamentos instalados nos locais, a proposta também prevê a instalação de câmeras de segurança para evitar a ação de vândalos.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Zamboni sugere doação de veículo a Defesa Civil

Publicado

em



O Vereador Maicon Zamboni (Progressista) solicitou na Sessão do dia 12/07/2021, que a Mesa Diretora envie correspondência ao CONSEPRO (Conselho Comunitário Pró Segurança Pública de Santa Rosa), sugerindo que o mesmo pleiteie junto a Receita Federal, a doação de um veículo 4×4 para ser destinado a Defesa Civil e a Sessão Aeroportuária do nosso município.

“Temos que destacar o trabalho que o CONSEPRO vem realizando, auxiliando várias entidades de Santa Rosa através desta rede solidária formada junto à Receita Federal. São carros, motocicletas, ônibus entre outras apreensões que já foram repassados ao CONSEPRO, e este por sua vez faz a concessão de uso junto a entidade que está necessitando” completou o vereador.

“Nesta oportunidade estamos solicitando apoio para destinar um veículo 4×4 a Defesa Civil que necessita e muito de um veículo alto e robusto para enfrentar as intempéries das catástrofes, agilizando os atendimentos por socorro, minimizando assim os efeitos causados pelos desastres; como enchentes, vendavais e outros. E quando necessário este veículo poderá ser usado pela Sessão Aeroportuária para procedimentos na pista do aeroporto municipal” completou Zamboni.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×