Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
CMN limita juros do cheque especial e cria tarifa – Portal Plural
Connect with us

Geral

CMN limita juros do cheque especial e cria tarifa

Pável Bauken

Publicado

em



 

Modalidade de crédito com juros de mais de 300% ao ano, o cheque especial terá juros limitados, decidiu nesta quarta-feira (27) o Conselho Monetário Nacional (CMN). A partir de 6 de janeiro, os bancos não poderão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano.

Em nota, o Banco Central (BC) explicou que a medida pretende tornar o cheque especial menos regressivo (menos prejudicial para a população mais pobre) e mais eficiente. Para a autoridade monetária, as mudanças no cheque especial corrigirão falhas de mercado nessa modalidade de crédito.

Segundo a nota mensal de crédito divulgada hoje pelo BC, os juros do cheque especial fecharam outubro em 305,8% ao ano, o equivalente a 12,38% ao mês.

Para financiar em parte a queda dos juros do cheque especial, o CMN autorizou as instituições financeiras a cobrar, a partir de 1º de junho do próximo ano, tarifa de quem tem limite do cheque especial maior que R$ 500 por mês. Equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500, a tarifa será descontada do valor devido em juros do cheque especial.

Cada cliente terá, a princípio, um limite pré-aprovado de R$ 500 por mês para o cheque especial sem pagar tarifa. Se o cliente pedir mais que esse limite, a tarifa incidirá sobre o valor excedente. O CMN determinou que os bancos comuniquem a cobrança ao cliente com 30 dias de antecedência.

De acordo com o BC, a limitação dos juros e a regulamentação de linhas emergenciais de crédito existem tanto em economias avançadas como em países emergentes. Em nota, o banco destacou que o cheque especial não favorece a competição entre os bancos porque a modalidade é pouco sensível aos juros, sem mudar o comportamento dos clientes mesmo quando as taxas cobradas sobem.

Portabilidade

O CMN também incluiu o cheque especial na portabilidade de crédito, mecanismo por meio do qual o cliente transfere dívidas para bancos que cobram juros mais baixos, mantendo as demais condições da linha de crédito. As mudanças valerão a partir de abril de 2020.

Além do cheque especial, o CMN permitiu que operações de crédito imobiliário contratadas originalmente fora do Sistema Financeiro de Habitação possam ser enquadradas no SFH na portabilidade. O conselho também criou o Documento Descritivo de Crédito, por meio do qual o cliente poderá pedir ao banco a lista das condições de uma operação de crédito.

No caso do cheque especial, o BC explicou que a medida possibilita a transferência de dívidas de uma linha de crédito cara para modalidades mais baratas. Como o saldo devedor dessas operações pode variar diariamente, será criado um “valor máximo de cobertura” para a instituição que irá receber o crédito, que não poderá ser superior ao valor informado pela instituição credora original.

No caso de operações de crédito imobiliário contratadas fora do SFH, a operação poderá ser reenquadrada dentro desse programa, desde que o valor de avaliação do imóvel esteja dentro dos limites da modalidade – R$ 1,5 milhão em todo o país – e a linha de crédito tenha custo efetivo máximo de 12% ao ano, limite das taxas para o sistema.

Quanto ao Documento Descritivo de Crédito, os bancos deverão oferecê-lo imediatamente ao cliente que fizer o pedido presencialmente nas agências. Para pedidos por canais de atendimento eletrônico, a instituição financeira terá até um dia útil a partir da data do pedido para fornecer o documento.

AGB

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Homens apostaram fazer sexo anal se candidato perder a eleição

Reporter Plural

Publicado

em

Ilustração Google

Verdade ou mentira?

Viralizou nas redes sociais na noite última terça-feira (27), uma aposta um tanto curiosa, realizada por dois homens movimentou o município de Entre Rios, no estado da Bahia. O desafio: se o candidato a prefeito escolhido não vencer a eleição no dia 15 de novembro, o perdedor da aposta terá que fazer sexo anal com o vencedor ou com alguém escolhido por ele.

A imagem do documento que firma o contrato, inclusive com registro oficial no cartório da cidade, ganhou as redes sociais e circulou em toda a Bahia. Mas será que isso realmente é verdade?

A resposta para a pergunta acima é não! Com o auxílio do site Entre Rios Notícias, a reportagem do Aratu On apurou que tudo não passou de uma brincadeira entre amigos que acabou vazando. “Eu [nome 1], desafio [nome 2] a apostar o c* na eleição municipal de Entre Rios de 2020. [Nome 1] aposta em [candidato 1] e [nome 2] aposta em [candidato 2]”, diz um trecho do documento, que é assinado pelos apostadores e por testemunhas.

O timbre do cartório, ainda de acordo com a apuração, também não é verdadeiro. O autor da montagem resolveu colocar o selo para dar mais “seriedade” à brincadeira. Os personagens da história curiosa, porém, são reais e terão os nomes preservados nesta reportagem.

 

 

 

 

FONTE    CRIATIVA ONLINE

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Comando Regional de Polícia Ostensiva Missões, recebeu 16 armas do tipo carabina e coletes balísticos

Reporter Plural

Publicado

em

CIDADE SA

O Comando Regional de Polícia Ostensiva Missões, recebeu oriundo de emenda parlamentar, 16 armas do tipo carabina calibre 5.56 e 26 coletes balísticos, aumentando o quantitativo já existente, com isso o efetivo passa a ter cada vez mais condições no enfrentamento contra a delinquência, o que possibilita combate diário com mais eficácia, promovendo a segurança da Comunidade Regional.

Texto e Foto : Sd Carla Portalete

FONTE: CIDADE SA

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Tentativa de homicídio em Santo Ângelo

Reporter Plural

Publicado

em

Ilustração Google

A Brigada Militar foi acionada para atender uma ocorrência nesta madrugada, 29, por volta das  das duas da manhã em Santo Ângelo. A princípio seria uma ocorrência de vias de fato na rua Beira-Rio, Bairro Harmonia, porém no local designado não havia ocorrência, no entanto, passando pela rua Gaspar Martins, os policiais avistaram um homem caído no chão pedindo ajuda.

O homem foi socorrido pelo SAMU e encaminhado para o Hospital Santo Ângelo. A vítima de 23 anos apresentava dois disparos de arma de fogo, sendo um no tórax e outro na região lombar. O homem passou por exames e por possível cirugia para a retirada de um projétil.

 

Fonte: Grupo Sepé

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×