Clínica investigada por cárcere privado e maus-tratos em MG – Portal Plural
Connect with us

Geral

Clínica investigada por cárcere privado e maus-tratos em MG

Publicado

em

Interno de clínica Novo Caminho, em Prudente de Morais, na Região Central de MG — Foto: Reprodução/TV Globo


‘Sensação é que está numa cadeia’, diz interno.

Segundo a Polícia Civil, havia 45 internos na clínica e todos eram mantidos em quartos com grades. Maior parte das pessoas foi internada involuntariamente na Clínica Novo Caminho, em Prudente de Morais.

Clínica de recuperação de dependentes químicos é interditada em Prudente de Morais

Clínica de recuperação de dependentes químicos é interditada em Prudente de Morais

A maior parte dos 45 internos da clínica de reabilitação para dependentes químicos,  que foi interditada na manha desta segunda feira dia 19 em Prudente de Morais, na Região Central de Minas Gerais, foi levada para lá involuntariamente, até mesmo com uso de força. A informação é da investigadora de Polícia Civil Sheiva Duarte.

“Eles eram dopados. Há um ‘caçador’, uma pessoa que entra em contato com as famílias. Uma equipe ia até lá, pegava essas pessoas usando de violência e trazia para cá. Já foram vários relatos”, afirmou.

A Polícia Civil prendeu oito pessoas em flagrante, entre eles o proprietário e funcionários da Clínica Novo Caminho. Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Matozinhos, na Grande BH. Até o meio-dia, cerca de 15 vítimas já haviam sido ouvidas pelos policiais.

Ainda de acordo com a investigadora Sheiva, as famílias pagavam de R$ 800 a R$ 1300 mensais pela internação dos parentes, em contratos de seis meses. O valor podia, inclusive, ser parcelado.

“A sensação é que você está numa cadeia, né? Sendo que você está aqui para se tratar, não para ficar preso. Lugar de bandido é na cadeia. A gente está aqui para se recuperar das drogas, não para ficar psicologicamente machucado”, disse um dos internos à TV Globo.

 

Polícia Civil faz operação em clínica de recuperação, em Prudente de Morais, na Região Central de Minas Gerais — Foto: Reprodução/Redes sociais

Polícia Civil faz operação em clínica de recuperação, em Prudente de Morais, na Região Central de Minas Gerais — Foto: Reprodução/Redes sociais

Os presos são suspeitos de maus-tratos a pacientes e animais, cárcere privado, lesão corporal, danos ambientais e abuso sexual. A corporação informou que montou a operação policial depois de uma denúncia anônima. Segundo a Polícia Civil, havia 45 internos na clínica, com idades entre 18 e 80 anos, e todos eram mantidos em quartos com grades, com várias pessoas por “cela”.

“Quando chegamos, já encontramos 32 detentos em situação de cárcere privado, dentro de quartos e varandas totalmente trancados”, relatou a delegada Priscila Pereira Saltos, que está a frente das investigações.

 

Clínica Novo Caminho, em Prudente de Morais, foi interditada na manhã desta segunda-feira (19) — Foto: Reprodução/TV Globo

Clínica Novo Caminho, em Prudente de Morais, foi interditada na manhã desta segunda-feira (19) — Foto: Reprodução/TV Globo

Priscila disse que a Secretaria de Assistência Social, juntamente com a Polícia Civil, está em contato com os familiares para que eles busquem os internos. Nos casos em que isso não for possível, será feita a realocação para outras instituições.

A delegada reforçou que a condução de internos contra a vontade deles é uma prática ilegal. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou, em junho do ano passado, uma lei que autoriza a internação involuntária de dependentes químicos sem a necessidade de autorização judicial. No entanto, isso só vale para internações em unidades de saúde e hospitais gerais.

Irregularidades

 

Quatro internos estavam em um mesmo quarto, trancados e sem máscara — Foto: Reprodução/TV Globo

Quatro internos estavam em um mesmo quarto, trancados e sem máscara — Foto: Reprodução/TV Globo

A clínica não possuía alvará de funcionamento, nem licença do Ministério da Saúde. O Corpo de Bombeiros esteve no local para tomar as providências em relação à segurança e constatou várias irregularidades que colocavam em risco a integridade e a saúde dos internos.

O espaço não possuía extintores, nem projeto de combate a incêndio, e a fiação elétrica ficava exposta, com risco de curto-circuito. Os responsáveis informaram à polícia que o local funcionava desde fevereiro de 2020, mas a suspeita da corporação é que antes disso já havia internos por lá.

Fiação exposta em clínica de recuperação de dependentes químicos, em Prudente de Morais  — Foto: Reprodução/TV Globo

Fiação exposta em clínica de recuperação de dependentes químicos, em Prudente de Morais — Foto: Reprodução/TV Globo

A equipe da TV Globo registrou paredes mofadas, fiação exposta, quatro pessoas em um mesmo quarto fechado, todos sem máscara, incluindo um idoso de 74 anos.

“O período da gente é muito curto do lado de fora”, contou uma das vítimas.

 

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Prudente de Morais, mas não havia obtido retorno até a última atualização desta reportagem.

O que diz a clínica

 

Por telefone, um dos responsáveis pela clínica, identificado como Germano dos Santos, disse que está no Mato Grosso e que não pode se manifestar por não saber o que houve na clínica.

“Tem muita gente que está lá e que nunca recebeu maus-tratos. Vamos ver até onde vai essa denúncia e quem denunciou. Eu tenho plena certeza de que não tem maus-tratos lá, nem contra gente, nem contra animais”, afirmou.

Fachada da clínica que foi interditada em Prudente de Morais  — Foto: Cláudia Mourão/TV Globo

Fachada da clínica que foi interditada em Prudente de Morais — Foto: Cláudia Mourão/TV Globo

Clínica foi interditada após denúncias de maus-tratos, em Prudente de Morais  — Foto: Cláudia Mourão/TV Globo

Clínica foi interditada após denúncias de maus-tratos, em Prudente de Morais — Foto: Cláudia Mourão/TV Globo

Polícia em frente à clínica, em Prudente de Morais, na Região Central de MG  — Foto: Reprodução/Redes sociais

Polícia em frente à clínica, em Prudente de Morais, na Região Central de MG — Foto: Reprodução/Redes sociais

 

 

Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Três de Maio poderá ter Escola Cívico-Militar

Publicado

em



Programa deve ser implementado no CMEI Caminhos Inovadores

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, e visa melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas, se baseando no alto nível dos colégios militares, com um conjunto de ações pedagógicas e administrativas que primam pela busca da disciplina, patriotismo e respeito aos professores.

Com o intuito de qualificar e inovar a Educação, o município de Três de Maio realizou a adesão ao Programa das Escolas Cívico-Militares junto a Secretaria Estadual de Educação, para que o Programa seja implementado no ano de 2022 no Centro Municipal de Educação Integral (CMEI) Caminhos Inovadores, recentemente municipalizado.

Com vistas ao aprofundamento do Projeto, uma equipe do Executivo Municipal esteve participando do 4º Seminário sobre o Programa das Escolas Cívico-Militares, realizado em Santa Maria e em Santa Rosa. No momento, estão sendo realizadas reuniões nas escolas e apresentação da documentação necessária para a implantação do Programa em Três de Maio..

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Rufino e Zamboni indicam criação do Conselho das Associações de Moradores

Publicado

em



Os vereadores Rafael Rufino (MDB) e Maicon Zamboni (PP), encaminharam ao prefeito Anderson Mantei (PP) a Indicação 1711/2021, defendendo a criação do Conselho Municipal das Associações de Moradores de Santa Rosa. A proposta busca garantir maior participação popular nas decisões políticas e ações públicas.

Presente no dia a dia das comunidades, as Associações de Moradores conhecem em profundidade a realidade local e as principais demandas de sua população, podendo auxiliar o governo municipal no planejamento orçamentário, na criação ou na melhoria de políticas públicas e ações governamentais através de olhar diferenciado de sua própria história local.

Segundo os vereadores proponentes, é no bairro, na vila, na comunidade, que a vida acontece, com maior ou menor grau de participação estatal. Por isso, é importante ampliar o diálogo com as lideranças comunitárias na elaboração dos projetos públicos, planos e ações de governo para acertar mais e fazer melhor. A proposta é democrática em sua essência, buscando tratar os conflitos e superar dificuldades de forma compartilhada e responsável.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Retomada da umidade no solo favorece plantio da soja que já chega a 80%

Publicado

em



O período de 22 a 28/11 se caracterizou pelo predomínio de temperaturas elevadas e tempo seco, com precipitações de duração e intensidade variada no Estado. De acordo com o Informativo Conjuntural, produzido e divulgado nesta quinta-feira (02/12) pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a retomada da umidade dos solos favoreceu o plantio da soja que já alcança 80% no Rio Grande do Sul, estando em sua totalidade em germinação e desenvolvimento vegetativo.

 

O acumulado de chuvas registradas nas últimas semanas, somado com as de 22 a 28/11 ajudaram nas práticas culturais e favoreceram os cultivos em floração e enchimento de grãos do milho. E já inicia a maturação das lavouras semeadas no cedo do RS. O plantio chega a 88% da área total estimada no Estado, estando 47% em germinação e desenvolvimento vegetativo, 26% em floração, 26% em enchimento de grãos e 1% já em maturação.

 

A colheita do trigo avançou para 98% das lavouras, ou seja, 1,09 milhão de hectares. Em geral, o balanço dessa safra é positivo no Estado, com boa produtividade e qualidade do produto, além da boa remuneração. Os 2% restantes estão em fase de maturação

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PLURAL AGÊNCIA DE PUBLICIDADE LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×