Campanha contra o sarampo será destinada a crianças e jovens dos 5 aos 19 anos – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Campanha contra o sarampo será destinada a crianças e jovens dos 5 aos 19 anos

Reporter Cidades

Publicado

em

Estratégia é destinada às pessoas que não tomaram nenhuma dose da vacina ou que tenha recebido apenas uma das duas necessárias. - Foto: Divulgação/MS


Em 10 de fevereiro será dado início à campanha nacional de vacinação contra o sarampo para o público das crianças a partir dos 5 anos até os jovens de 19 anos. A estratégia é destinada às pessoas nessa faixa etária que não tenham tomada nenhuma dose da vacina ou que tenham recebido apenas uma dose, consideradas com esquema incompleto. A estimativa é de que 245 mil crianças e jovens dessa idade não estejam protegidos contra a doença. Desde agosto do ano passado, 82 casos de sarampo foram confirmados no Rio Grande do Sul. Um em cada quatro casos registrados no Estado foi em pessoas nessa faixa etária.

A estratégia é a sequência das outras duas campanhas realizadas no ano passado, que tiveram como foco as crianças acima dos 6 meses a menores de 5 anos (em outubro) e depois em adultos dos 20 aos 29 anos (em novembro). Essas eram, na época (e continuam), as idades com mais casos confirmados.

Vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito. O calendário básico de vacinação oferece duas vacinas contra o sarampo. A primeira é aos 12 meses de idade, com a tríplice viral, que protege também contra a rubéola e a caxumba. A proteção precisa ser completada aos 15 meses com uma dose da tetra viral, que imuniza para as mesmas três doenças mais a varicela (ou catapora).

Além dessas duas doses, em virtude do surto da doença no Brasil, o Ministério da Saúde está recomendando uma dose extra para as crianças entre os 6 e 12 meses. Ela não substitui a primeira dose (aos 12 meses) e por isso é chamada de “dose zero”.

As boas taxas de coberturas vacinais do Brasil haviam propiciado que o país conseguisse em 2016 o certificado internacional de eliminação da doença. Contudo, a queda nos índices de vacinação voltou a deixar o Brasil suscetível a reintrodução do vírus, que em 2018 teve uma forte circulação concentrada no estado do Amazonas. Foram na época mais de 10 mil casos no país, sendo 47 no RS. Em 2019, a doença ocorreu em maior proporção em São Paulo, responsável por mais de 90% dos 17 mil casos do Brasil.


Etapa para pessoas dos 30 aos 59 anos

Para o segundo semestre do ano, uma nova etapa já está prevista pelo Ministério da Saúde: as pessoas dos 30 aos 59 anos. Nesta fase – programada para acontecer em agosto – será ampliada a idade preconizada, já que pelo SUS a vacina de rotina é oferecida para pessoas até 49 anos.

Mesmo que as campanhas busquem mobilizar essas idades específicas, as demais pessoas também podem procurar a dose normalmente. Considera-se vacinada a pessoa que comprovar duas doses da vacina entre até os 29 anos ou uma dose se a pessoa tem mais de 30 anos. Profissionais de saúde, independente da idade, precisam comprovar duas doses da vacina tríplice.


A doença

Sarampo é uma doença viral altamente transmissível. Uma pessoa doente pode passar para outra por meio da tosse, fala, espirro ou respiração próximo de outras pessoas. Qualquer indivíduo que apresentar febre e manchas no corpo (exantemas) acompanhado de tosse, coriza ou conjuntivite deve procurar os serviços de saúde para a investigação, principalmente aqueles que estiveram nos 30 dias anteriores em viagem a locais com circulação do vírus. Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às Secretarias Municipais de Saúde ou para o Disque Vigilância, por intermédio do número 150.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Governo do RS fecha comércio em todo Estado até 15 de abril

Reporter Cidades

Publicado

em

| Foto: Felipe Dalla Vale / Palácio Piratini / Divulgação CP

O governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou para esta quinta-feira decreto que restringe ainda mais as atividades no Rio Grande do Sul. Em vídeo ao vivo, ele relatou que a nova publicação do Diário Oficial determinará, à exceção de serviços essenciais, o fechamento de todo o comércio, sem que municípios possam tomar decisões sobre a questão.

“Alguns municípios ensaiaram relaxamentos de restrições. Não vou discutir se as restrições começaram mais cedo que o necessário. O que importa é que justamente agora, pela análise e ciência, revela-se mais importante a restrição”, enfatizou o governador.

Conforme Leite, a análise de dados indica um aumento dos casos de Covid-19 em todo o RS. Além disso, o governador salientou que a estrutura de saúde só estará devidamente reforçada a partir de 15 de abril. Por conta disso, as restrições perdurarão ao menos até lá. “É agora a hora de sermos mais rigorosos, não de afrouxar restrições. Por isso, anuncio que determinei a proibição do comércio em todo o território estadual, em todos os municípios do Rio Grande do Sul”, frisou. “Isso ocorrerá até o dia 15 de abril, pois até lá teremos melhores informações e mais dados, a dinâmica das internações de todos os hospitais do Estado”, ponderou.

“Ainda teremos algumas semanas para ter a estrutura completa de fortalecimento da rede de atenção hospitalar, com novos leitos”, acrescentou o governador. “Podemos chegar a um incremento de 50% de UTIs disponibilizadas no SUS, uma ação coordenada de Estado, Ministério da Saúde e municípios”, relatou.

Leite garantiu que serviços e atividades essenciais, assim como indústria e construção civil, continuarão funcionando. “O funcionamento de toda uma cadeia produtiva para garantir alimento, saneamento, energia e cuidados médicos seguirá. Assim como a logística para caminhoneiros trafegarem sendo atendidos, em postos de gasolina e redes de conveniência nas estradas. Vamos garantir que o Estado siga funcionando em condições mínimas.”

Correio do Povo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Rafael Rufino da Costa, assina filiação com o MDB nessa quarta-feira

Silvio Brasil

Publicado

em



O que era apenas uma especulação aconteceu. Rafael Rufino da Costa, assina filiação com o MDB. De acordo com informações de uma fonte, o lançamento da filiação ocorrerá nesta quarta-feira, 01 de abril no sistema filiaweb. Na tarde desta terça-feira, 31 de março, ele utilizou sua página no Facebook, onde fez uma postagem agradecendo a sigla em que estava (PTB). Ele escreveu: Obrigado família PTB.

“Para correr atrás de objetivos é necessário a tomada de decisões. Nesse momento, tive que optar em deixar o PTB de Santa Rosa, que em virtude das alterações eleitorais, não foi possível viabilizar o número de candidaturas necessárias para atingir o coeficiente eleitoral, e com isso, buscar eleição à Câmara de Vereadores. Saio de cabeça erguida e muito agradecido a todos os parceiros de caminhada até nesse momento. Foram diversas ações conjuntas em benefício da comunidade. Finalizo, reafirmando minha gratidão aos dirigentes e filiados”, publicou Rafael Rufino.

Também na tarde desta terça-feira, o Portal Plural apurou que Rafael Rufino da Costa se filiaria ao MDB com o propósito não de ser pré-candidato a vereador, mas, para fazer parte de uma possível construção para ser o Vice de Anderson Mantei.

Nossa reportagem tentou entrar em contato com Rafael Rufino da Costa, o qual a notícia ser publicada entrou em contato com a reportagem e disse “De fato farei o anúncio amanhã em uma concorrente, mas está programado comunicar os meios da imprensa, os quais tenho contato, o que inclui o Portal Plural, antes de entrar no estúdio. Farei uma nota e enviarei pelo whatsapp. Antes da entrevista”.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Quem não realizou biometria poderá votar nas Eleições 2020

Silvio Brasil

Publicado

em



42ª Zona Eleitoral adotou todas as medidas de segurança contra o Coronavírus e não está funcionamento de forma presencial, os atendimentos estão suspensos, somente em casos urgentes a situação é analisada se precisa atendimento, conversamos com a chefe do cartório eleitoral, Carolina Kretzmann Watthier, que nos relatou, “As atividades estão suspensas, estamos apenas em regime de plantão e em casos urgentes por telefone das 12h às 19h, avaliamos a situação e se precisa atendimento agora ou pode ser deixado para depois quando reabrir o cartório que deve ocorrer no dia 30 de abril”.

Em Santa Rosa mais de 10 mil eleitores ainda não realizaram o cadastramento biométrico e o prazo máximo seria em maio, mas devido a atual epidemia do COVID-19 não será mais realizado o cadastramento biométrico, “Não será mais realizado o cadastramento biométrico, o Tribunal Eleitoral suspendeu esse serviço por segurança evitando o contato e filas, os eleitores que não regularizaram sua situação da biometria que encerrou no dia 11 de dezembro não serão prejudicados podendo votar normalmente nas Eleições 2020, essa decisão foi do Tribunal Eleitoral em razão da atual situação de emergência que estamos vivendo”, disse Carolina.

“Em 2021 devemos retomar a biometria então os eleitores poderão regularizar sua situação, em situações de emergência devem entrar em contato pelo telefone de plantão 55 99959-0035, os prazos eleitorais não foram suspensos, nesse dia 4 de abril encerra o prazo de filiação partidária, quem deseja desfiliar de algum partido deve mandar por e-mail [email protected] para o Cartório Eleitoral”, ressaltou Carolina.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×