Brasil recebe primeiro dos 36 caças Gripen comprados para a FAB – Portal Plural
Connect with us

Geral

Brasil recebe primeiro dos 36 caças Gripen comprados para a FAB

Pável Bauken

Publicado

em



 

A empresa sueca Saab entregou à Força Aérea Brasileira (FAB) o primeiro dos 36 caças Gripen comprados pelo governo brasileiro em 2014 para reequipar a frota da Aeronáutica. A cerimônia de entrega ocorreu na manhã de hoje (10), na cidade de Linköping, na Suécia, e contou com a presença do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, do comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez, e de autoridades brasileiras e suecas.

Embora já esteja em poder da Aeronáutica, o F-39 Gripen só deve chegar ao Brasil em 2021, uma vez que, a partir de hoje, o equipamento começa a ser submetido, na Suécia, ao programa de testes. Pelos próximos dois anos, o caça será submetido a uma série de provas a fim de constatar que está à altura das expectativas contratuais. Um primeiro voo experimental foi realizado em agosto deste ano. Foi um voo inaugural de cerca de uma hora que serviu para os engenheiros e responsáveis avaliarem o manuseio básico, o comportamento do caça em diferentes altitudes e velocidades e o funcionamento dos sistemas operacionais.

Se aprovado, a partir de 2021 parte das aeronaves restantes serão montadas completamente em território brasileiro. A montagem dos caças no Brasil é parte do programa de transferência de tecnologia que, além de razões financeiras, motivou o governo brasileiro a escolher o modelo sueco, em detrimento dos concorrentes norte-americano (Boeing) e francês (Dassault). O contrato prevê a cooperação industrial (offset) para o desenvolvimento e produção das 36 aeronaves Gripen dos modelos E (monoposto) e F (biposto).

Segundo a Saab, mais de 350 brasileiros, entre engenheiros e técnicos, participam ativamente do programa de transferência de tecnologia, incluindo temporadas na Suécia para receber treinamento. Além disso, em 2016, o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen foi inaugurado junto à unidade da Embraer de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo. No centro, engenheiros brasileiros e suecos trabalham conjuntamente para desenvolver o projeto. A previsão é que, se tudo correr bem, as 36 aeronaves sejam todas entregues até 2024.

Já em São Bernardo do Campo (SP) está sendo montado a fábrica onde serão produzidos partes da aeronave que, posteriormente, terão a sua montagem final na planta de Gavião Peixoto.

Durante a cerimônia que marcou a entrega da primeira aeronave, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, destacou que o Gripen não só aumenta “a capacidade operacional da Força Aérea Brasileira, como impulsiona uma parceria que garante transferência de tecnologia para o Brasil, fomenta a pesquisa e o desenvolvimento industrial dos dois países”.

Em seu site, a Saab reconhece que o contrato assinado com o Brasil no início de 2014 “solidificou a reputação da Saab na América Latina”.

O contrato inicial prevê o pagamento de US$ 4,5 bilhões para o desenvolvimento e a produção de 36 aeronaves, além de incluir um programa de transferência de tecnologia que permitisse à indústria aeroespacial brasileira dominar a tecnologia e o conhecimento necessários para, futuramente, manter e desenvolver o Gripen no Brasil.

A assinatura do contrato também pôs fim a uma discussão que já se arrastava desde 1995, quando o Brasil sinalizou a intenção de renovar sua frota aérea militar.

Segundo a Saab, esse foi “o maior negócio na história da empresa”. De acordo com a Saab, na prática, o programa de transferência de tecnologia teve início em outubro de 2015, quando os primeiros 50 engenheiros brasileiros, funcionários de empresas parceiras da Saab no Brasil, se mudaram para a Suécia para passar uma temporada de capacitação.

Agência Brasil
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Câmara apoia ações da Rede de Proteção às Mulheres

Pável Bauken

Publicado

em



O presidente da Câmara de Vereadores, Aldair Melchior, recebeu na manhã desta quinta-feira, 06, a visita da Assessora de Políticas para as Mulheres, Solange Griza, e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-subseção de Santa Rosa, Catiussa Vieira.

O encontro ocorreu no gabinete da Presidência e contou ainda com as presenças dos Assessores Heitor Henrique Cardoso e Fernando Borella.

Na oportunidade, elas agradeceram o apoio do Poder Legislativo nas ações da Rede de Proteção à Mulher, citando a campanha institucional recém lançada, que visa divulgar os canais para que vítimas possam denunciar abusos e agressões.

O cartaz, a ser distribuído e colocado em pontos da cidade, contém telefones úteis informando os locais de apoio.

Aldair Melchior lembrou que a Câmara de Vereadores segue o exemplo de inúmeras outras instituições integradas, ao apoiar a ação da Rede de Proteção à Mulher, por “entender que a desconstrução da violência é papel de toda a sociedade”.

Neste sexta-feira, 07, a Lei Maria da Penha completa 14 anos, marcando um avanço na legislação Brasileira, sendo reconhecida pela ONU como uma das três melhores legislações do mundo em garantias e proteção das mulheres.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Em discussão a aquisição da Abosco

Pável Bauken

Publicado

em



Membros da diretoria do Hospital Vida & Saúde estiveram em visita à Câmara de Vereadores na segunda-feira, 03. A comitiva formada por Rubens Zamberlan, presidente do Hospital, Elton Walker e Luciene Pires, foi recebida pelo presidente do Legislativo, Aldair Melchior, e os Assessores Heitor Henrique Cardoso e Fernando Borella.

Na pauta da reunião além de outros assuntos, a provável aquisição da Abosco pelo Vida & Saúde.

No decorrer da reunião, o presidente do Hospital Vida & Saúde, Rubens Zamberlan, fez um breve relato sobre os projetos efetuados pelo hospital nos últimos anos, evidenciando o apoio de toda a comunidade e suas lideranças para construir, ampliar e melhorar cada vez mais o sistema de saúde no município.

Já o Presidente Aldair relatou o andamento de algumas ações e projetos junto à Câmara e aproveitou o momento para reforçar que a intenção do Poder Legislativo é continuar o diálogo com as instituições e entidades representativas do município.

Ele manifestou-se favorável pela possível aquisição da Abosco pelo Vida e Saúde, colocando à disposição para juntamente com o Poder Executivo buscar alternativas que viabilizem a compra da estrutura.

Segundo Aldair, a aquisição da estrutura da Abosco, possibilitará a ampliação dos serviços em saúde além de fomentar a economia local, pois o valor pago pela estrutura será destinado para o pagamento das pendencias trabalhista dos antigos funcionários, somados aos novos empregos que poderão ser gerados.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Prefeitura busca adesão ao Sistema Unificado de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte – SUSAF/RS

Pável Bauken

Publicado

em



Na última sexta-feira dia 31 de julho de 2020, o presidente da Câmara de Vereadores, Aldair Melchior, esteve em Porto Alegre, momento que aproveitou para realizar visita ao Secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), Covatti Filho.

A visita teve a finalidade de verificar o andamento do pedido da Prefeitura de Santa Rosa de Adesão ao Sistema Unificado de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte – SUSAF/RS realizado pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), ligado a Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Infraestrutura Rural de Santa Rosa.

Nesta oportunidade, o secretário comprometeu-se em manter atenção e priorizar o pedido de analise da documentação enviada pelo SIM, haja vista, que o município de Santa Rosa possui hoje registrado no Serviço de Inspeção Municipal, dois abatedouros, uma granja avícola e seis unidades de beneficiamento de carnes e produtos cárneos.

De acordo com o Chefe de Seção de Agropecuária, Aldir Mallmann, a adesão ao SUSAF é fundamental ao município, pois permite que os estabelecimentos registrados comercializem seus produtos no Território Estadual, o que pode ampliar a comercialização e a renda dos estabelecimentos registrados em que a maioria é utilizada a mão-de-obra familiar para a produção e comercialização.

Hoje, mesmo com o grande volume documental e de estabelecimentos, os produtos inspecionados com inspeção permanente no caso dos abatedouros ou periódicos, granja avícola e das unidades de beneficiamento de carnes e produtos cárneos, estão com plena qualidade sanitária, inclusive, comprovadas através de analises mensal dos produtos.

Considera ainda que o Serviço de Inspeção Municipal em Santa Rosa está atendendo todos os pré-requisitos necessários para adesão e acredita que tão breve seja concluída a analise o município terá a adesão aprovada.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

×