Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano – Portal Plural
Connect with us

Geral

Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

Publicado

em



 

No Brasil, em 2018, foram geradas 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, um aumento de pouco menos de 1% em relação ao ano anterior. Desse montante, 92% (72,7 milhões) foram coletados – uma alta de 1,66% em comparação a 2017, o que mostra que a coleta aumentou num ritmo um pouco maior que a geração. Apesar disso, 6,3 milhões de toneladas de resíduos ficaram sem ser recolhidos nas cidades.

Os dados fazem parte do Panorama dos Resíduos Sólidos, da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), lançado hoje (8). Comparando com os países da América Latina, o Brasil é o campeão de geração de lixo, representando 40% do total gerado na região (541 mil toneladas/dia, segundo a ONU Meio Ambiente).

“Os números mostrados no panorama colocam o Brasil numa posição muito abaixo de outros países que estão no mesmo nível de renda do Brasil. O nosso déficit é muito grande e nós precisamos realmente de medidas urgentes para não só recuperar esse déficit, como avançar em direção a melhores práticas de gestão de resíduos sólidos”, disse o presidente da entidade, Carlos Silva Filho.

Os resíduos sólidos urbanos correspondem a todos os tipos de resíduos sólidos – que resultam de atividades de origem industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição, e, em alguns casos, de coleta de entulhos – gerados nas cidades e coletados pelos serviços locais.

A tendência de crescimento na geração de resíduos sólidos urbanos no país deve ser mantida nos próximos anos. Estimativas realizadas com base na série histórica mostra que o Brasil alcançará uma geração anual de 100 milhões de toneladas por volta de 2030.

“Há uma consolidação na geração de resíduos sólidos, o que não está sendo acompanhada na oferta da infraestrutura necessária para lidar com todos esses resíduos. O que a gente percebe é que a geração de lixo aumenta no Brasil, mas a destinação adequada, a reciclagem, a recuperação, não acompanham esse crescimento na geração”, avaliou Silva Filho.

Coleta ameaçada

De acordo com o estudo, há um contingente considerável de pessoas que não são alcançadas por serviços regulares de coleta porta a porta: 1 em cada 12 brasileiros não tem coleta regular de lixo na porta de casa.

Na visão do presidente da Abrelpe, a falta de recursos dos municípios é um dos motivos. “Temos dois problemas, um é justamente a falta de percepção da importância da gestão adequada de resíduos sólidos para proteger o meio ambiente e para prevenir doenças, não existe essa percepção clara na sociedade e no Poder Público. O segundo fator, que é mais grave, é que, como esse serviço é municipal e os municípios estão bastante endividados, não têm recursos para custear todo esse processo”, lamenta Silva Filho.

A estagnação ou o retrocesso de alguns índices é potencializado pela falta de recursos destinados para custeio dos serviços de limpeza urbana que, em 2018, registrou queda de 1,28% de investimentos, além da perda de quase 5 mil postos de trabalho direto/formal. Para a execução de todos os serviços de limpeza urbana foram aplicados pelos municípios apenas R$ 10,15 por habitante/mês, em média.

De acordo com o estudo, o país utiliza o aterro sanitário como forma de disposição ambientalmente correta (59,5% do volume coletado). Entretanto, mais de 3 mil municípios ainda destinam seus resíduos para locais inadequados.

Em 2018, 29,5 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos seguiram para lixões ou aterros controlados, que não contam com um conjunto de sistemas e medidas necessários para proteger a saúde das pessoas e o meio ambiente contra danos e degradações. Considerando países com a mesma faixa de renda (países de média-alta renda, segundo classificação do Banco Mundial), o Brasil apresenta índices bastante inferiores, pois a média para destinação adequada nessa faixa de países é de 70%.

Conscientização ambiental

A Abrelpe enfatiza que a coleta seletiva está distante de ser universalizada, e que os índices de reciclagem estão estagnados há quase uma década. Para a entidade, enquanto o mundo fala em economia circular e alternativas mais avançadas de destinação/reaproveitamento de resíduos, o país ainda registra lixões em todas as regiões e precisa lidar com um problema de comportamento da população: o brasileiro ainda está aprendendo a jogar lixo no lixo e a fazer a separação do resíduo com potencial de reciclagem.

“Na questão da reciclagem, para que ela aconteça, a primeira etapa começa justamente com o cidadão, que precisa estar conscientizado da necessidade de separar o lixo dentro de casa, estar educado de como fazer essa separação de maneira correta e a grande maioria da sociedade brasileira não tem essa consciência. A partir do momento que não há essa preparação dentro de casa, toda a sequência na cadeia da reciclagem acaba sendo prejudicada”, avaliou o presidente da Abrelpe.

AGB

Compartilhe
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Quarta-feira de Dia do Desafio

Publicado

em



A 3ª edição da Rústica Noturna, realizada no início da madrugada desta  quarta-feira (25 de maio) abriu a programação do Dia do Desafio em Santa Rosa. A largada ocorreu a meia-noite, em frente ao Sesc Santa Rosa e a prova teve duração máxima de 60 minutos e pode ser feita nas distâncias de 2km para iniciantes na categoria livre, a partir dos 17 anos, e 5km nas categorias por faixas etárias masculino e feminino (17 a 24 anos, 25 a 29, 30 a 34, 35 a 39, 40 a 44, 45 a 49, 50 a 59 e 60+).

Segundo o gerente do Sesc de Santa Rosa, Edson Flores de Campus durante o dia, empresas, grupos e pessoas estão sendo convidadas a realizar 15 min de atividades físicas. As 13h30min acontecerá uma atividade junto a Prefeitura de Santa Rosa. Quem não consegue realizar atividade física pode doar 1 litro de leite ou 1 kg de alimento não perecível.

O Sesc solicite para que as pessoas registrem a atividade através de vídeos e marque o @sescsantarosa. Vale também repassar o número de participantes através do 3512-6044.

jn dital

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Igreja Assembleia de Deus realiza encontro de pastores e obreiros em Santa Rosa

Publicado

em



A Igreja Assembleia de Deus de Santa Rosa realizou no final de semana a 5ª Escola Bíblica de Obreiros (EBO). O evento foi coordenado pelo presidente da igreja, pastor Ivonildo Andrade e ocorreu no Templo Sede da AD, na Avenida Borges de Medeiros.

O presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB e comentarista das Lições Bíblicas de Adultos da CPAD, pastor Douglas Baptista, foi convidado para ministrar o tema “O Obreiro, sua capacitação e excelência”.

A 5ª EBO contou com a presença de mais de 400 pessoas inscritas, entre pastores, evangelistas, presbíteros, diáconos e auxiliares do trabalho da cidade de Santa Rosa e região.

Na oportunidade, o pastor Ivonildo Andrade demonstrou a alegria da realização do evento, de forma presencial, após o período de pandemia do coronavírus.

 

jn digital

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Geral

Metalúrgica Candeia é o maior fornecedor da AGCO na América do Sul

Publicado

em



– AGCO premia melhores fornecedores da América do Sul –

Evento contou com a participação dos executivos da companhia, que destacaram o momento positivo do mercado, crescimento da AGCO, com investimentos na ordem de R$ 270 milhões e aproximadamente 1.300 novas contratações.

A AGCO, fabricante e distribuidora mundial de máquinas agrícolas e tecnologia de agricultura de precisão, premiou os fornecedores com melhor desempenho na América do Sul em 2021. A premiação aconteceu durante o evento South America Virtual Supplier Event 2022, realizado em 10 de maio, de forma híbrida (com transmissão on-line), com a participação de executivos da companhia, fornecedores finalistas e clientes. O evento destacou os parceiros pelo esforço, comprometimento e determinação na superação dos desafios de 2021.

Fornecedores premiados por categoria:

 

FORNECEDOR DO ANO:

Metalúrgica Candeia Ltda.

 

Prêmio Inovação e Colaboração:

Plasolution Ind. Com. Plásticos Ltda.

Prêmio de Desempenho de Qualidade e Entrega:

Metalúrgica Hassmann S/A

Prêmio Materiais Indiretos:

Iscar do Brasil Coml. Ltda.

Prêmio Pós-Venda:

Rossini Murta Ind. Met. Ltda.

Melhor Fornecedor Argentino:

Unionbat S.A.

Prêmio Prestador de Serviços Logísticos:

DSV Global Transport and Logistics

Prêmio Diversidade e Inclusão:

Coopercarga S/A

Fornecedor Parceiro:

MNG Ind. Metalúrgica Ltda.

Fornecedor Parceiro:

Shell Brasil Ltda.

 

 

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

PORTAL PLURAL LTDA
ME 33.399.955/0001-12

© 2022 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Entre em contato

×