Brasil assina oito acordos bilaterais com Emirados Árabes – Portal Plural
Connect with us

Política

Brasil assina oito acordos bilaterais com Emirados Árabes

Publicado

em



 

Em visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro firmou oito atos bilaterais com o país do Oriente Médio em várias áreas como paz e segurança, cooperação econômica, inteligência artificial, meio ambiente e defesa. A comitiva brasileira foi recebida, neste domingo (27), em Abu Dhabi, pelo príncipe herdeiro do país, Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan.

Bolsonaro está em visita a três países da região. Depois dos Emirados Árabes, visita o Catar e a Arábia Saudita, que são grandes compradores de produtos do agronegócio brasileiro e compradores promissores de produtos de defesa. Os dois países são donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades de investimento em países emergentes.

“O Brasil mudou de verdade, os números da economia comprovam o que estou falando, e o fato de estarmos reconquistando a confiança do mundo todo faz com que cada vez mais países queiram firmar negócios com o Brasil”, disse em entrevista à Agência de Notícias dos Emirados Árabes, antes de deixar o país rumo ao Catar.

Acordos

Para despertar o interesse das companhias em expandir as atividades no Brasil, foi firmado entendimento com os Emirados Árabes para a troca de informação sobre o ambiente de negócio e oportunidades de investimentos nos dois países, por meio de compartilhamento de experiências e de melhores práticas empresariais.

Na área de defesa, os dois países pretendem constituir um fundo para expansão da capacidade produtiva do setor no Brasil. O objetivo é financiar projetos considerados prioritários pelos dois países.

Os dois países também estabeleceram as diretrizes para a parceria no desenvolvimento, produção e comercialização de produtos de defesa. Também foi assinado ato para o desenvolvimento de iniciativas de alto nível nas áreas de paz e segurança; de cooperação econômica, especialmente em comércio, investimento, indústria, infraestrutura, agricultura, transporte e espaço exterior; de cooperação energética e articulação de mecanismos conjuntos nos setores do turismo, cultura e esportes.

O Brasil e os Emirados Árabes ainda se comprometeram à troca e proteção mútua de informações. O acordo assinado estabelece, entre outros assuntos, equivalência dos níveis de classificação, medidas de proteção, regras de acesso e transmissão de informações classificadas, bem como providências relacionadas ao vazamento de dados sigilosos. Um outro memorando de entendimento prevê parceria entre instituições tecnológicas na área de inteligência artificial por meio do desenvolvimento de programas de pesquisas básicas e aplicadas, realização de projetos conjuntos e participações em eventos.

Na área aduaneira, os dois países deverão prestar assistência mútua na prevenção, combate e investigação de infrações aduaneiras para garantir segurança e fluidez na cadeia logística do comércio. Além disso, haverá troca de informações sobre assuntos de sua competência, tais como valoração aduaneira, regras de origem e classificação tarifária.

Os órgãos de meio ambiente também vão cooperar nas áreas de conservação ambiental e de espécies ameaçadas e desenvolver iniciativas em ecoturismo, gestão de zonas úmidas, entre outros.

Viagem

Há mais de 10 anos um chefe de Estado brasileiro não visitava os Emirados Árabes Unidos, segundo maior parceiro do Brasil na região. Já o Brasil é o principal parceiro do país na América Latina.

Ao chegar a Abu Dhabi, no sábado (26), Bolsonaro participou da cerimônia de Oferenda Floral.

Neste domingo (27), o presidente brasileiro se reuniu com empresário no Seminário Empresarial Brasil-Emirados Árabes Unidos, e se encontrou com atletas brasileiros e dos emirados praticantes de jiu-jitsu. Cerca de 10 mil brasileiros vivem nos Emirados Árabes, muitos buscam a prática dessa arte marcial, que é obrigatória nas academias militares do país.

“O encontro com empresários e autoridades desse país, para mim, foi sensacional, e tenho certeza eu brevemente tudo que nós conversamos aqui será concretizado. O Brasil tem muito a oferecer e nós precisamos também dos Emirados Árabes para o desenvolvimento do nosso país”, disse, destacando que há mais de 5 milhões de árabes morando no Brasil.

Antes de chegar ao Oriente Médio, Bolsonaro passou por China e Japão para divulgar as reformas que o governo este empreendendo no campo econômico e divulgar as oportunidades de negócio no Brasil.

AGB

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Valdene quer melhorias para o Mercado Público de Santa Rosa

Publicado

em



Melhorias na iluminação externa, demarcação das vagas de estacionamento, alteração de sentido de via e colocação de toldo na entrada lateral foram os pedidos encaminhados pelo vereador Valdenir da Silva, na sessão desta segunda-feira (14). Feirante e ex-presidente da Aprhorosa, Valdene alega que as demandas atendem a uma necessidade antiga de expositores e clientes que frequentam o Mercado Público Municipal.

Segundo o vereador, pelo menos cinco postes da rede pública de energia elétrica no entorno do prédio estão sem suportes e lâmpadas, prejudicando a iluminação e segurança durante a noite. Em relação a instalação de uma cobertura de proteção contra chuva, no acesso ao prédio pela entrada lateral da Praça 10 de Agosto, Valdene afirma que em dias de chuva a água acumulada junto a entrada dificulta o acesso aos primeiros Boxes próximos à porta.

Em relação ao trânsito junto ao Feirão, o parlamentar solicitou a instalação de placas disciplinadoras de trânsito, indicando via de mão única no acesso pela Avenida Rio Branco junto a Praça 10 de Agosto e saída pela Rua Teixeira Mendes, entre o prédio e o Museu Municipal, assim como delimitação e demarcação das vagas de estacionamento neste trecho. “Esta organização no trânsito possibilitaria um melhor fluxo de veículos e otimizaria os espaços de estacionamento, ampliando em cerca de 50% as vagas para expositores e consumidores”, justifica.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Política

Kuique solicita melhorias nos brinquedos infantis da Praça Rafael Lewandowski, no Bairro Auxiliadora

Publicado

em



Na sessão ordinária desta segunda – feira (14), o vereador Kuique solicitou ao Poder Executivo, que realize melhorias necessárias nos brinquedos instalados na Praça Rafael Lewandowski, no Bairro Auxiliadora. O vereador destaca que os brinquedos são de grande importância para as crianças e que as solicitações são no sentido de melhorias e reformas nos referidos equipamentos. ”Temos recebidos várias solicitações de pais que levam seus filhos para brincar no parquinho da praça, mas devido os mesmos estarem danificados, ficam receosos de que eles possam se machucar, sendo necessária uma manutenção e reforma em alguns equipamentos, com urgência“, ressaltou o vereador.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Política

Rufino indica projeto que transforma 3 kg de lixo em 1 kg de alimento

Publicado

em

Projeto ‘Lixo que Vale’ serviu como referência para a proposta de Rufino. – Foto: Prefeitura de Umuarama (PR)

O vereador Rafael Rufino (MDB) encaminhou à prefeitura de Santa Rosa, por meio da Indicação 1502/2021, uma proposta de projeto para incentivar o descarte correto do lixo no município, envolvendo diferentes setores da sociedade, tendo como referência o projeto “Lixo que Vale” do município de Umuarama – PR.

Os cidadãos podem trocar material reciclável por alimentos. – Foto: Prefeitura de Umuarama (PR)

O projeto paranaense apresenta uma dinâmica intersetorial reconhecidamente eficiente e eficaz para o correto descarte do lixo, criando pontes entre catadores, cooperativas, agricultores familiares, produtores de alimentos, pequenos comércios e a comunidade, transformando cada 3 kg de material reciclável em 1 kg de alimento. É uma ação que se apresenta como modelo de transformação social, beneficiando muitos setores da sociedade.

O projeto movimenta vários setores, desde catadores, agricultores familiares e pequenos comércios. – Foto: Prefeitura de Umuarama (PR)

Segundo Rafael Rufino, os efeitos diretos de tal proposição serão: o correto descarte do lixo, a preservação do meio-ambiente, a economia de recursos por parte do município (com aterro e transporte de resíduos) e o movimento da economia local, através da circulação de recursos que permanecem aqui, além da geração de oportunidades de trabalho e renda para as pessoas envolvidas.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×