Bill Gates avança com projeto nuclear destinado a revolucionar a geração de energia
Connect with us

Tecnologia

Bill Gates avança com projeto nuclear destinado a revolucionar a geração de energia

Publicado

em

portal plural bill gates avança com projeto nuclear destinado a revolucionar a geração de energia
Foto: Reprodução

15 topo humberto pluralNuveraAcademia PersonaFAST AÇAÍbanner plano0 gold

Bill Gates e sua empresa de energia, TerraPower, iniciaram a construção de uma usina nuclear de última geração em Wyoming, que promete revolucionar a geração de energia.

Gates esteve na pequena comunidade de Kemmerer na segunda-feira, 10, para marcar o início da construção. O cofundador da Microsoft é presidente da TerraPower, que solicitou à Comissão Reguladora Nuclear (NRC) em março uma licença de construção para um reator nuclear avançado que utiliza sódio, e não água, para resfriamento. Se aprovado, o reator funcionará como uma usina nuclear comercial.

O local escolhido fica ao lado da Usina Elétrica Naughton, da PacifiCorp, que deixará de queimar carvão em 2026 e gás natural uma década depois. Os reatores nucleares operam sem emitir gases de efeito estufa, e a PacifiCorp planeja obter energia livre de carbono do reator, avaliando a quantidade de energia nuclear a ser incluída em seu planejamento de longo prazo.

O trabalho iniciado visa preparar o local para que a TerraPower possa construir o reator rapidamente, caso a licença seja aprovada. Atualmente, a Rússia lidera o desenvolvimento de reatores resfriados a sódio.

Durante a cerimônia de abertura, Gates disse que estavam “pisando no que em breve será o alicerce do futuro energético dos Estados Unidos”. Ele destacou que este é um grande passo em direção a uma energia segura, abundante e sem carbono, crucial para o futuro do país.

Os reatores avançados usam um líquido de resfriamento diferente da água e operam em pressões mais baixas e temperaturas mais altas. Essa tecnologia existe há décadas, mas os EUA continuaram a construir grandes reatores convencionais resfriados a água. O projeto em Wyoming é o primeiro em cerca de quatro décadas a tentar colocar um reator avançado em funcionamento como uma usina comercial nos Estados Unidos, segundo a NRC.

Chris Levesque, presidente e CEO da TerraPower, destacou a necessidade de mudar para tecnologia nuclear avançada, que utiliza modelos computacionais e de física mais recentes para criar usinas mais simples, baratas, seguras e eficientes.

O projeto de demonstração do Natrium da TerraPower é um reator rápido resfriado a sódio com um sistema de armazenamento de energia de sal fundido. Levesque afirmou que o setor tradicionalmente não tem inovado, mas a demanda por eletricidade e a necessidade de resolver os problemas de custo com a energia nuclear atual fazem da inovação uma prioridade.

Recentemente, uma empresa de serviços públicos da Geórgia concluiu os dois primeiros reatores americanos construídos do zero em uma geração, a um custo de quase US$ 35 bilhões. O projeto TerraPower deve custar até US$ 4 bilhões, metade dos quais provenientes do Departamento de Energia dos EUA. Levesque explicou que esse valor inclui custos inéditos de projeto e licenciamento, de modo que os futuros reatores custarão menos.

A maioria dos reatores nucleares avançados em desenvolvimento nos EUA depende de um tipo de combustível conhecido como urânio de baixo enriquecimento de alto teor, que possui uma maior porcentagem de urânio-235 do que o combustível usado em reatores convencionais. A TerraPower adiou a data de lançamento em Wyoming para 2030 porque a Rússia é o único fornecedor comercial desse combustível, e a empresa está trabalhando com outras para desenvolver suprimentos alternativos. O Departamento de Energia dos EUA também está desenvolvendo esse combustível internamente.

Edwin Lyman, coautor de um artigo na Science, levantou preocupações sobre o uso desse combustível para armas nucleares. Lyman, diretor de segurança de energia nuclear da Union of Concerned Scientists, destacou que o risco é atualmente pequeno, mas aumentará se os reatores avançados exigirem quantidades maiores de combustível. Ele espera que a conscientização sobre o perigo leve a um reforço da segurança internacional em torno do combustível.

O porta-voz da NRC, Scott Burnell, afirmou que a agência está confiante de que seus requisitos atuais manterão a segurança de todos os reatores construídos e de seu combustível.

Gates cofundou a TerraPower em 2008 para impulsionar a energia nuclear avançada e fornecer energia segura, abundante e livre de carbono. O reator de 345 megawatts (MW) da empresa pode gerar até 500 MW em seu pico, suficiente para abastecer até 400 mil residências. Inicialmente, os reatores fornecerão eletricidade, mas a TerraPower prevê que futuros reatores possam ser construídos perto de plantas industriais para fornecer calor elevado, substituindo os combustíveis fósseis usados atualmente.

O calor de reatores avançados poderia ser usado para produzir hidrogênio, produtos petroquímicos, amônia e fertilizantes, explicou John Kotek, do Nuclear Energy Institute. Ele destacou a importância do investimento de Gates, um defensor do clima, na energia nuclear para enfrentar a crise climática. Isso tem ajudado a abrir os olhos das pessoas para o papel vital que a energia nuclear pode desempenhar no futuro.

Há um grande impulso para a construção de novas usinas nucleares nos EUA e para o uso de uma gama mais ampla de tecnologias nucleares do que vimos em décadas, concluiu Kotek.

Fonte: Terra

Compartilhe

Tecnologia

Meta acata decisão da Justiça e paralisa recursos de IA no Brasil

Publicado

em

portal plural meta acata decisão da justiça e paralisa recursos de ia no brasil
Foto: Reprodução
banner plano0 gold15 topo humberto pluralNuveraFAST AÇAÍAcademia Persona

A Meta confirmou, na tarde desta quarta-feira (17), a suspensão do acesso a recursos de inteligência artificial generativa em suas plataformas no Brasil. Esta ação foi tomada após a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANDP) suspender a nova política de privacidade da empresa, que permitia o treinamento de ferramentas de IA a partir dos dados dos usuários.

Esta medida afeta, inclusive, um lançamento que estava previsto para junho e anunciado pelo CEO, Mark Zuckerberg, que consistia em um pacote de ferramentas de IA.

No início de julho, o conselho diretor da ANDP brasileira decidiu suspender imediatamente a vigência da nova política de privacidade da Meta Platforms no Brasil. A atualização permitia o uso de dados pessoais para treinar sistemas de inteligência artificial generativa.

A medida preventiva, publicada no Diário Oficial da União, também suspende o tratamento de dados pessoais dos titulares para essa finalidade em todos os produtos da Meta, incluindo dados de pessoas que não são usuárias de suas plataformas, sob pena de multa diária de 50 mil reais por dia de descumprimento.

O órgão vinculado ao Ministério da Justiça destacou em seu despacho o “risco iminente de dano grave e irreparável ou de difícil reparação aos direitos fundamentais dos titulares afetados”.

Conforme a decisão, a Meta deverá demonstrar o cumprimento da medida preventiva imposta à Coordenação-Geral de Fiscalização, no prazo de cinco dias úteis, contados a partir da intimação da decisão.

Fonte: Forbes Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Tecnologia

Quanto falta para a IA alcançar a inteligência humana? OpenAI criou escala que indica a distância

Publicado

em

portal plural quanto falta para a ia alcançar a inteligência humana openai criou escala que indica a distância
Foto: Mojahid Mottakin/Adobe Stock
NuveraAcademia Persona15 topo humberto pluralbanner plano0 goldFAST AÇAÍ

A OpenAI, responsável pelo desenvolvimento do ChatGPT, criou uma escala de cinco níveis para monitorar o avanço em direção à criação de uma inteligência artificial que supere a capacidade humana, conhecida como AGI. Segundo um porta-voz da empresa à Bloomberg, essa classificação foi compartilhada internamente.

A escala vai do nível um ao cinco e mede o quão próxima uma inteligência artificial está de alcançar a capacidade humana de resolver problemas. Quanto mais próximo do nível cinco, mais avançada seria a IA.

No primeiro nível, onde o ChatGPT atualmente se encontra, a IA é capaz de responder a perguntas diretas, resolver problemas matemáticos, gerar textos e até escrever linhas de código.

O segundo nível, denominado “raciocinadores”, seria ocupado por IAs capazes de resolver problemas e realizar tarefas de maneira semelhante a um indivíduo com doutorado, sem acesso a informações externas. Executivos da OpenAI acreditam que a empresa está próxima de atingir esse estágio.

O terceiro nível, chamado de “agentes”, seria ocupado por IAs que podem executar tarefas em benefício de um usuário por vários dias consecutivos. Isso incluiria, por exemplo, substituir um indivíduo no trabalho enquanto ele está de férias.

No quarto nível, os “inovadores”, estão as IAs capazes de desenvolver e aprimorar processos de forma autônoma, sem depender de comandos ou solicitações específicas. Isso possibilitaria não apenas a execução de tarefas, mas também a melhoria contínua delas de forma independente.

Por fim, o quinto e último nível, das “organizações”, refere-se a IAs que podem operar organizações inteiras de maneira autônoma. Sam Altman, CEO da OpenAI, prevê que esse nível será alcançado dentro dos próximos dez anos.

Fonte: Estadão

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

WhatsApp agora permite favoritar contatos para facilitar conversas

Publicado

em

portal plural whatsapp agora permite favoritar contatos para facilitar conversas
Foto: Divulgação
NuveraAcademia Personabanner plano0 gold15 topo humberto pluralFAST AÇAÍ

Desde onte (16), o WhatsApp permiti que seus usuários selecionem uma lista de contatos favoritos. Os escolhidos terão um filtro próprio na página de mensagens e ficarão no topo da aba de ligações. O lançamento será gradual para smartphones Apple e Android. “Todos os usuários devem ter acesso ao recurso nas próximas semanas”, diz o aplicativo em comunicado.

Com o recurso, o WhatsApp promete agilizar a busca por familiares, amigos próximos e parceiros. É possível adicionar qualquer contato ou grupo a essa lista seleta.

Não há limite de contatos ou grupos nos favoritos, embora enchê-la demais possa torná-la disfuncional.

Veja como fazer:

  • Na tela de conversas, selecione o filtro “favoritos”
  • Escolha os contatos ou grupos que deseja adicionar
  • Ou, na aba Ligações, toque em “Adicionar favorito”
  • Depois, selecione os contatos ou grupos desejados

Ainda é possível gerenciar os favoritos:

  • Acesse “Configurações”
  • Depois, “Favoritos”
  • Por fim, “Adicionar aos favoritos”

O usuário pode ordenar os favoritos como desejar.

Fonte: Notícia ao minuto

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×