Avião com 176 passageiros cai logo após decolar no Irã – Portal Plural
Connect with us

Mundo

Avião com 176 passageiros cai logo após decolar no Irã

Reporter Global

Publicado

em



Um avião caiu na manhã desta quarta-feira (8) momentos após decolar do aeroporto Imam Khomeini, em Teerã, capital do Irã. A informação inicial era de que o Boeing 737 transportava 180 passageiros, mas foi corrigida para 176 pessoas.

De acordo com a imprensa local, a queda ocorreu por problemas técnicos. O destino da aeronave era Kiev, capital da Ucrânia, e o Boeing pertencia à empresa Ukraine International Airlines.

“Segundo dados preliminares, todos os passageiros e tripulantes morreram”, escreveu o presidente ucraniano Volodimir Zelenski em sua página no Facebook. “Nossa embaixada está sendo informada sobre as circunstâncias dessa tragédia e a lista de mortos”, acrescentou Zelenski.

De acordo com o portal BBC, a embaixada da Ucrânia em Teerã informou que foi uma falha no motor que provocou o acidente, e que a tragédia não tem ligação com atos de terrorismo ou mesmo com os ataques recentes entre o Irã e os Estados Unidos.

O Conselho de Segurança Nacional em Kiev identificou que a grande maioria dos passageiros era de estrangeiros, entre eles canadenses, iranianos e suecos. Apenas 11 pessoas — nove tripulantes e dois passageiros — eram cidadãos ucranianos, disseram algumas fontes ouvidas pela agência AFP.

Ao menos 10 ambulâncias foram enviadas ao local do acidente, que ocorreu entre as cidades Shahed e Parand. Correspondente da BBC, o jornalista Bahman Kalbasi publicou no Twitter um vídeo mostrando o momento em que a aeronave cai e explode.

Gaúcha/ZH

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Peru decreta lockdown em 10 regiões; pessoas só poderão sair de casa 1h por dia

Reporter Global

Publicado

em

Presidente do Peru, Francisco Sagasti, durante pronunciamento Foto: Divulgação/Governo do Peru/26.jan.2021

 

 

O Peru bloqueará 10 regiões, incluindo a capital Lima, de 31 de janeiro a 14 de fevereiro, anunciou o presidente Francisco Sagasti.

 

 

A capital, a região metropolitana de Lima e as regiões de Callao, Ancash, Pasco, Huánuco, Junín, Huancavelica, Ica e Apurímac fecharão após serem classificadas como risco “extremo” para Covid-19.

Os residentes nessas regiões terão permissão para sair de suas casas por uma hora por dia sob as restrições.

Os serviços interprovinciais de transporte terrestre e aéreo foram suspensos, segundo Sagasti.

“Isso exige confinamento, ou seja, quarentena”, explicou o presidente em mensagem à nação.

Outras nove regiões do país estão em nível de risco “muito alto”, e as demais estão em “alto”.

 

 

FONTE: CNN

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

YouTube suspende conta de Trump por tempo indeterminado.

Reporter Regional

Publicado

em



A plataforma de vídeos YouTube suspendeu a conta de Donald Trump por tempo indeterminado – informou a imprensa americana, enquanto seu advogado, o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani, não poderá mais ganhar dinheiro com suas gravações.

O YouTube suspendeu o canal do agora ex-presidente, com 2,77 milhões de assinantes, pela primeira vez, em 13 de janeiro, após a violenta invasão ao Capitólio em 6 de janeiro. E, há uma semana, anunciou que iria prorrogar essa suspensão por sete dias.

A plataforma norte-americana, de propriedade do Google, foi criticada pela lentidão de sua resposta, em comparação com as medidas mais contundentes de outras redes sociais. O YouTube apenas suspendeu a transmissão de novos vídeos no canal oficial do ex-presidente.

Fonte: ISTOÉ.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

Joe Biden anuncia medidas para diminuir a desigualdade racial nos Estados Unidos

Reporter Global

Publicado

em



 

 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fez um apelo firme na terça-feira (26) pela cura da divisão racial histórica no país, tomando várias medidas e prometendo outras para confrontar o racismo e a desigualdade, que segundo ele, afligem o país por muito tempo.

 

 

As tensões raciais dispararam durante os quatro turbulentos anos do governo Donald Trump e Biden apontou que o ataque do dia 6 de janeiro ao Capitólio feito por apoiadores de Trump foi conduzido por “bandidos, insurrecionalistas, extremistas políticos e supremacistas brancos”. Mas Biden disse acreditar que a grande maioria dos norte-americanos acreditam na igualdade.

“Nós nunca honramos completamente os princípios fundadores deste país para dizer o óbvio de que todas as pessoas são criadas iguais e têm o direito de serem tratadas igualmente enquanto viverem”, disse Biden em um pronunciamento na Casa Branca.

“E é hora de agir agora, não apenas porque é a coisa certa a se fazer, mas porque se o fizermos, seremos todos melhores por causa disso.”

Biden adotou medidas em quatro frentes: para conter o uso de prisões privadas pelo governo dos EUA, para incentivar a fiscalização contra a discriminação no setor de habitação, para sublinhar um comprometimento com a soberania das tribos de comunidades indígenas norte-americanas e para condenar a discriminação contra os asiático-americanos e americanos de ascendência das Ilhas do Pacífico, que segundo o democrata haviam crescido na pandemia de Covid-19.

O presidente busca reverter algumas políticas de seu antecessor republicano e cumprir as reformas de Justiça Racial prometidas durante a campanha eleitoral.

Críticos acusam Trump de seguir políticas construídas ao redor de “queixas dos brancos” no país que tem visto sua população branca diminuir em porcentagem.

O eleitorado negro se provou crítico para as vitórias de Biden, tanto na campanha pela indicação democrata, quanto para a vitória sobre Trump nas eleições em novembro.

 

Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin , e o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden , se falaram por telefone pela primeira vez desde que o americano assumiu o cargo. A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, anunciou o contato entre os líderes políticos.

Entre os temas tratados foram a proposta de extensão do tratado de armas nucleares do Novo Start, que limita o armamento de ambos países, a prisão do opositor Alexei Navalny e o apoio dos EUA à soberania da Ucrânia.

“Ele(Biden) ligou para o presidente Putin esta tarde com a intenção de discutir nossa disposição de estender o novo START por cinco anos. E também para reafirmar nosso forte apoio à soberania da Ucrânia em face da agressão em curso da Rússia, e também para levantar questões preocupantes, incluindo o hack SolarWinds, relatórios da Rússia colocando recompensas em soldados dos Estados Unidos no Afeganistão, interferência nas eleições de 2020, o envenenamento de Alexei Navalny e tratamento de manifestantes pacíficos pelas forças de segurança russas ”, declarou a porta voz do governo americano.

 

 

FONTE: O Sul

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


error: Conteúdo protegido, para ter acesso seja nosso parceiro entre em contato no whats (55) 984161736
×