Avanço na montagem de casas provisórias cedidas pela ONU em Canoas
Connect with us

Destaque

Avanço na montagem de casas provisórias cedidas pela ONU em Canoas

Publicado

em

portal plural montagem de casas provisórias cedidas pela onu avança em canoas
Foto: Joel Vargas/Ascom GVG

FAST AÇAÍ15 topo humberto pluralbanner plano0 goldNuveraAcademia Persona

O terreno e as instalações de uma antiga indústria no bairro São Luís, em Canoas, estão gradualmente se transformando em um pequeno bairro improvisado. O avanço na montagem das primeiras casas fornecidas pela Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), nesta quinta-feira (20), começou a dar forma a um dos cinco Centros Humanitários de Acolhimento que serão construídos para abrigar aproximadamente 3,7 mil desabrigados da enchente em Canoas e Porto Alegre.

Além do trabalho de montagem das estruturas de metal e fibra plástica, a construção do refúgio temporário inclui a terraplanagem de parte da área, a adequação das redes de iluminação e esgoto, e a preparação de instalações complementares como refeitório, banheiros e espaço multiuso. Estima-se que o serviço seja concluído no início de julho, quando os centros serão capazes de acolher entre 700 e 800 pessoas que perderam suas casas devido à inundação.

Dos centros de acolhimento planejados, três estão localizados na Capital e dois em Canoas. A unidade no bairro São Luís será a única a contar com as 208 casas fornecidas pela Acnur; os demais terão configuração semelhante à de um hospital de campanha, com uma grande lona externa e divisórias internas. As casas da Acnur, com dimensões de 18 metros quadrados e capacidade para até cinco pessoas, estão sendo erguidas tanto na área externa do terreno quanto, em menor número, dentro do pavilhão existente no local — destinado às famílias com maior necessidade de cuidado.

Na manhã desta quinta-feira, o vice-governador Gabriel Souza e o secretário de Resiliência Climática de Canoas, José Fortunati, visitaram o local para verificar o andamento dos preparativos, que são financiados em parceria com o sistema Fecomércio-RS, Sesc e Senac. Eles observaram as atividades de terraplanagem, adequação de esgoto e montagem das casas modulares.

Cerca de 50 militares de um batalhão do Exército, deslocados do Paraná, inicialmente montaram a parte superior de cada abrigo dentro do pavilhão. Em seguida, instalaram as hastes metálicas de sustentação, que se encaixam nas ferragens do chão. Depois, fixaram as paredes feitas de material plástico flexível e a porta. Na área externa, as casas estão sendo instaladas duas a duas, compartilhando uma parede divisória. Até o meio da manhã, oito moradias já estavam concluídas dentro do pavilhão, e outras oito estavam sendo montadas do lado de fora, com o trabalho prosseguindo em ritmo acelerado.

A prefeitura de Canoas será responsável por selecionar os ocupantes das casas provisórias, que serão distribuídas em setores para famílias, mulheres com filhos, apenas para mulheres e exclusivamente para homens desacompanhados. A vigilância permanente será garantida pela Brigada Militar, conforme informado pelo vice-governador.

A gestão dos centros de acolhimento será conduzida pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), outro órgão vinculado à ONU com experiência internacional na administração de espaços destinados a pessoas em situação vulnerável. O espaço no bairro São Luís está entre os mais avançados em termos de conclusão, ao lado do Centro Vida, em Porto Alegre.

Em Canoas, o segundo abrigo temporário será montado no Centro Olímpico Municipal, com capacidade para receber de 800 a mil pessoas. Em Porto Alegre, as estruturas serão instaladas no Complexo Cultural Porto Seco (550 pessoas), no Centro de Eventos Ervino Besson (550 pessoas), e no Centro Vida, previsto para atender de 800 a mil pessoas.

Fonte: GZH

Compartilhe

Destaque

7 mil aves serão sacrificadas após confirmação de doença de Newcastle em aviário do RS

Publicado

em

portal plural 7 mil aves serão sacrificadas após confirmação de doença de newcastle em aviário do rs (1)
Foto: Divulgação
FAST AÇAÍNuverabanner plano0 gold15 topo humberto pluralAcademia Persona

Um foco da Doença de Newcastle (DNC) foi identificado em um estabelecimento de avicultura comercial de corte, localizado no município de Anta Gorda, no Vale do Taquari, Rio Grande do Sul. A informação foi confirmada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Após o diagnóstico, será necessário sacrificar 7 mil aves. O Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de São Paulo (LFDA-SP) confirmou o diagnóstico após realizar análises laboratoriais.

A Doença de Newcastle é uma enfermidade viral que afeta tanto aves domésticas quanto silvestres. Causada pelo vírus pertencente ao grupo paramixovírus aviário sorotipo 1 (APMV-1), a DNC apresenta sintomas respiratórios, seguidos por manifestações nervosas, diarreia e edema da cabeça. A investigação epidemiológica do caso foi conduzida pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi).

Devido ao alto risco de disseminação do vírus, a DNC exige medidas rigorosas de controle e erradicação. Os últimos casos confirmados no Brasil ocorreram em 2006, nos estados do Amazonas, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.

O Ministério da Agricultura e Pecuária assegura que o consumo de produtos avícolas inspecionados pelo Serviço Veterinário Oficial (SVO) permanece seguro e sem contraindicações. A fiscalização e os processos de inspeção garantem que os produtos disponíveis para consumo não oferecem riscos à saúde humana.

Nesta quinta-feira (18), o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, realizará uma reunião do Gabinete Itinerante do Ministério em Porto Alegre. O encontro contará com a participação dos ministros da Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, além do presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), César Aldrigi.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Greve Nacional do INSS afeta atendimento em Santa Rosa?

Publicado

em

portal plural greve nacional do inss afeta atendimento em santa rosa

Academia Personabanner plano0 goldFAST AÇAÍNuvera15 topo humberto plural

Em Santa Rosa, assim como em todo o país, servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entraram em greve por tempo indeterminado desde terça-feira (16). A categoria reivindica a recomposição de perdas salariais, que alegam chegar a 55% nos últimos anos, além de valorização profissional e melhores condições de trabalho.

O Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos ofereceu um reajuste acumulado de 24,8% entre 2023 e 2026, mas a proposta foi considerada insuficiente pelos servidores.

Mas apesar da greve, o INSS garante que mais de 100 serviços continuam disponíveis através da plataforma “Meu INSS” e da Central de Atendimento 135. No entanto, a paralisação pode afetar a concessão de benefícios como aposentadorias, pensões e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além do atendimento presencial e da análise de recursos e revisões. As perícias médicas não foram afetadas.

Na agência de Santa Rosa, a adesão à greve foi significativa, com atendimento parcial mantido.

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

No Brasil, dois celulares são roubados ou furtados por minuto

Publicado

em

portal plural no brasil, dois celulares são roubados ou furtados por minuto
Foto: Divulgação
15 topo humberto pluralAcademia Personabanner plano0 goldNuveraFAST AÇAÍ

No Brasil, quase dois celulares são alvo de roubo ou furto a cada minuto. Em 2023, quase um milhão de casos foram registrados nas delegacias de todo o país, conforme revelado pelo 18º Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado recentemente.

Os dados indicam que os furtos, que envolvem a subtração dos aparelhos sem violência, superaram pela primeira vez os roubos, com 494.295 e 442.999 casos, respectivamente, totalizando 937.294 ocorrências. Em comparação a 2022, houve uma redução global de 4,7% nos números de roubos e furtos de celulares.

Os celulares se tornaram uma entrada frequente para outros tipos de crimes, como estelionato e golpes virtuais, refletindo uma nova dinâmica nos crimes patrimoniais. Marcas como Samsung (37,4%), Apple (25%) e Motorola (23,1%) são as mais visadas, sendo os iPhones responsáveis por uma em cada quatro subtrações, apesar de representarem apenas 10% do mercado nacional.

A maioria dos crimes ocorre em vias públicas (78%), principalmente durante os dias úteis, especialmente entre 5h e 7h da manhã e entre 18h e 22h, períodos de movimento nas grandes cidades. Os furtos, por sua vez, ocorrem predominantemente nos finais de semana (35%), com preferência por horários de menor movimento, como entre 10h e 11h e das 15h às 20h.

As cidades com as maiores taxas de roubo e furto de celulares incluem Manaus, Teresina, São Paulo, Salvador e Lauro de Freitas (BA), com taxas variando de 1.695,8 a 2.096,3 casos por 100 mil habitantes. Além disso, o anuário destaca um aumento significativo nos estelionatos, com um registro a cada 16 segundos em 2023, representando uma mudança de paradigma na criminalidade patrimonial no país.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×