Acesse aqui
Rádio Web Portal Plural
Atleta do 15 Milhas vence prova internacional pelo 2º ano consecutivo – Portal Plural
Connect with us

Esportes

Atleta do 15 Milhas vence prova internacional pelo 2º ano consecutivo

Pável Bauken

Publicado

em



 

No dia 07 de dezembro, em uma prova que já está em sua 35ª edição novamente teve vitória de um brasileiro, Alex da Silva Ribeiro venceu pelo segundo ano consecutivo os 25km da Maraton de lás Reducciones Jesuíticas em Concepcion de lá Sierra na Argentina, com o tempo de 01h e 23 min.

O grupo 15 Milhas esteve lá participando com outros integrantes e ficou assim a classificação:
Anny Lubschinski, 1ª lugar -11km- Bicampeã em sua categoria
Paulo Antunes, 1º lugar -11km- amigo da cidade de Cruzeiro do Sul/Acre, do grupo No Passo do Acuã.
Marcelo dos Santos 4º lugar – 11km –
Claudio Menzel, 1º lugar – 6km- bicampeão em sua categoria
João Vitor Brizolla, 1º lugar -6km-
Antônio Lírio Cleveston, 1º lugar – 3km-

“Parabenizamos os organizadores por manter esta bela prova, pois neste dia Concepción de la Sierra estava completando 400 anos de fundação. Ela é uma cidade da província de missiones e faz fronteira fluvial com os municípios gaúchos de Pirapó e São Nicolau através do Rio Uruguai”, publicou a diretoria do 15 Milhas.

A largada da prova acontece nas ruínas da redução jesuítica denominada como “Santa Maria la Mayor”. Essa redução foi originalmente fundada em 1626, pelo jesuíta Diego de Boroa. Em 1945, as ruínas foram declaradas como “Monumento Histórico Nacional da Argentina” e em 1984, foram declaradas Patrimônio Mundial da Humanidade, pela Unesco

Ela faz parte das Missões Jesuíticas Guarani juntamente com San Ignácio, Santa Ana, Nossa Senhora de Loreto que ficam na Argentina e as Ruínas de São Miguel das Missões no Brasil.

“Agradecemos a empresa Teté Pneus, na pessoa do senhor Rui pelo apoio e incentivo ao atleta Alex Ribeiro. Agradecemos a Physicus Academia e Clic do Atleta por incentivarem este esporte”, finalizou a publicação da diretoria do 15 Milhas.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Conmebol divulga data, local e horário dos dois jogos do Brasil nas Eliminatórias

Reporter Cidades

Publicado

em



A Conmebol divulgou, nesta segunda-feira, data, horário e local dos dois primeiros jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar em 2022. A equipe do técnico Tite estreia dia 9 de outubro, na Neo Química Arena, em São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília), contra a Bolívia, e depois joga dia 13, contra o Peru, em Lima, às 21h15.

Os jogadores deverão se apresentar ao técnico Tite no dia 5 para o início de concentração e treinamentos. O grupo será liberado para seus clubes em 13 de outubro, logo após o segundo jogo. Como o Campeonato Brasileiro não vai parar, ao contrário das competições internacionais, os times nacionais que cederem jogadores para a seleção brasileira ou outra seleção sul-americana terão desfalques por duas ou três rodadas.

Algumas confederações chegaram a pedir um novo adiamento do início das Eliminatórias para novembro durante reunião com a Conmebol, mas não foram atendidas. Os jogos deveriam ter começado em março, mas foram adiados por causa da pandemia do novo coronavírus.

Sem o adiamento, ficou acertado que no dia 8 de outubro (quinta-feira) jogam: Paraguai x Peru (Assunção, 19h30), Uruguai x Chile (Montevidéu, 19h45) e Argentina x Equador (Buenos Aires, 21h10). No dia 9 (sexta-feira), além do jogo do Brasil, teremos Colômbia e Venezuela (Barranquilla, 18h30).

Dia 13 (terça-feira), será rodada cheia, contando com Peru x Brasil. Jogam: Bolívia x Argentina (La Paz, 16h), Equador x Uruguai (Quito, 16h), Venezuela x Paraguai (Merida, 18h) e Chile x Colômbia (Santiago, 20h).

O retrospecto dos confrontos é muito favorável à seleção brasileira contra Bolívia e Peru. Contra os bolivianos, são 21 vitórias, quatro empates e apenas cinco derrotas, com 99 gols marcados e 25 sofridos. Diante dos peruanos, são 32 vitórias, nove empates e também cinco derrotas, com 91 gols a favor e 31 contra.

As dez seleções do continente vão se enfrentar em duelos de ida e volta. Após 18 rodadas, as quatro primeiras se classificam para o Mundial e a quinta disputa uma vaga na repescagem, contra rival ainda a ser definido.

Estadão Conteúdo

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Presidente da Fifa teme atrasos em eliminatórias da Copa do Mundo

Dirigente diz que pandemia do novo coronavírus é um problema

Pável Bauken

Publicado

em

© LEONHARD FOEGER/REUTERS/Direitos reservados

Os adiamentos sucessivos de jogos das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 causados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) se tornaram um problema, e um encurtamento do formato pode ser uma possibilidade em alguns casos, disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino, nesta sexta-feira (18).

As eliminatórias sul-americanas, que deveriam ter começado em março, só começarão no mês que vem, e o início do torneio da Confederação de Futebol das Américas do Norte, Central e do Caribe (Concacaf), que deveria ter ocorrido neste mês, foi postergado para março próximo.

Enquanto isso, seis datas de partidas foram adiadas na competição de eliminatórias asiáticas.

“Estou preocupado, e obviamente é um verdadeiro problema, especialmente se a pandemia não parar ou afrouxar, ou se não começarmos a jogar de uma forma normal”, disse Infantino a repórteres após o Congresso da Fifa. “Estamos nas mãos das autoridades de saúde”, declarou.

Infantino disse que a entidade abriu uma janela extra para partidas internacionais em janeiro de 2022 e que estudará encontrar espaço para outras mais, algo que pode desagradar clubes europeus que teriam que liberar seus jogadores.

Uma alternativa poderia ser disputar três partidas, ao invés de duas, durante uma janela internacional, ou realizar eliminatórias em um único local, ao invés de em casa ou fora.

Ele acrescentou que a realização da Copa do Mundo do Catar, em novembro e dezembro de 2022, dá à Fifa algum espaço de manobra.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Esportes

Tite convoca seleção para Eliminatórias

Pável Bauken

Publicado

em



Mais de seis meses depois de anunciar a primeira lista de convocados da seleção brasileira em 2020 para o início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que foi adiado por causa da pandemia do novo coronavírus, o técnico Tite revelou nesta sexta-feira, no auditório da sede da CBF, no Rio de Janeiro, os nomes de 23 jogadores para as partidas contra Bolívia e Peru, que foram remarcadas para outubro.

A seleção brasileira vai estrear nas Eliminatórias contra a Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo, no dia 9. Esse confronto, inicialmente em março, estava marcado para a Arena Pernambuco, no Recife. Pela segunda rodada, logo na sequência, no dia 13, o time comandado por Tite terá pela frente o Peru, em Lima.

Nesta convocação, dois jogadores receberão as suas primeiras oportunidades na seleção brasileira. A grande novidade é a presença de Gabriel Menino, do Palmeiras, que foi chamado como lateral-direito por Tite. O outro que estreará é Bruno Guimarães, do Lyon, que já havia sido chamado para a equipe principal na Data Fifa de março. Os dois têm passagens pelas categorias de base da seleção.

Da lista de convocados feita em março, quando Tite chamou 24 jogadores, são sete mudanças para a divulgada nesta sexta-feira. No gol, Alisson, recuperado de lesão, e Santos, do Athletico-PR, entram nos lugares de Ederson, do Manchester City, e Ivan, da Ponte Preta. Na zaga, convocou Rodrigo Caio, do Flamengo, e tirou Eder Militão, do Real Madrid.

As duas laterais tiveram alterações. Na direita, Gabriel Menino está na vaga que era de Daniel Alves, do São Paulo, e Alex Telles, do Porto, na de Alex Sandro, da Juventus. No meio de campo, Douglas Luiz, do Aston Villa, voltou a ser lembrado e ocupa o lugar de Arthur, agora na Juventus. No ataque entrou Rodrygo, do Real Madrid e saíram Gabriel Barbosa e Bruno Henrique, ambos do Flamengo.

Assim como fez em março, Tite convocou Gabriel Jesus. O atacante do Manchester City vai cumprir o seu último jogo de suspensão na estreia nas Eliminatórias – “gancho” sofrido em razão da final da Copa América – mas poderá jogar contra o Peru.

No retrospecto geral contra os bolivianos são 21 vitórias brasileiras, quatro empates e apenas cinco derrotas, com 99 gols marcados e 25 sofridos. Já contra os peruanos são 32 triunfos, nove empates e as mesmas cinco derrotas, com um total de 91 gols marcados e 31 sofridos.

Confira a lista de convocados da seleção brasileira:

Goleiros – Alisson (Liverpool-ING), Santos (Athletico-PR) e Weverton (Palmeiras);

Laterais – Danilo (Juventus-ITA), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Porto-POR) e Renan Lodi (Atlético de Madrid-ESP);

Zagueiros – Thiago Silva (Chelsea-ING), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA); Felipe (Atlético de Madrid-ESP) e Rodrigo Caio (Flamengo);

Meio-campistas – Casemiro (Real Madrid-ESP); Fabinho (Liverpool-ING); Bruno Guimarães (Lyon-FRA); Douglas Luiz (Aston Villa-ING); Philippe Coutinho (Barcelona-ESP) e Everton Ribeiro (Flamengo);

Atacantes – Gabriel Jesus (Manchester City-ING), Rodrygo (Real Madrid-ESP); Neymar (Paris Saint-Germain-FRA); Everton (Benfica-POR), Roberto Firmino (Liverpool-ING) e Richarlison (Everton-ING).

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

O que você achou do site novo do Portal Plural?

Trending

© 2020 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×