As crianças verdes de Woolpit, um mistério medieval que permanece sem solução – Portal Plural
Connect with us

Mundo

As crianças verdes de Woolpit, um mistério medieval que permanece sem solução

Publicado

em



Um mistério medieval do século XII permanece sem solução: trata-se da lenda das crianças verdes de Woolpit. De acordo com relatos da época, habitantes da cidade inglesa de Suffolk encontraram um casal de irmãos dentro de um poço. Mas a característica que chamou a atenção dos moradores é que os dois jovens tinham a pele verde.

As crianças estavam completamente confusas, apresentavam um estado grave de desnutrição e recusavam-se a comer qualquer alimento que lhes fosse oferecido. As duas teriam sido abrigadas por um homem chamado Richard de Caine. Em seguida, elas perderam a coloração esverdeada.

Logo depois, o menino morreu. Já a menina tornou-se uma mulher adulta, aprendeu a falar inglês e conseguiu contar a história de sua vida. Agnes, a sobrevivente, disse que eles vieram de um país de cavernas e passagens subterrâneas, onde o pôr do sol era eterno e havia um rio que separava sua terra de outra mais iluminada. Segundo sua história, ambos vieram da “terra de San Martín”, onde o sol nunca brilhou, e chegaram à superfície por túneis percorridos por dois dias.

Os relatos da história têm duas fontes principais, os textos de Ralph de Coggeshall e William de Newburgh, que não tiveram contato com as crianças verdes. Ralph era um abade de Coggeshall que morava em um condado próximo e tinha ouvido a história do próprio Richard de Caine. Ele escreveu sobre o caso por volta de 1189 em um livro chamado Chronicon Anglicanum. Já a obra Historia rerum Anglicarum, do monge e historiador William de Newburgh também contém o relato, embora sua versão tenha sido publicada bem mais tarde, por volta de 1220.

Mas qual seria a explicação para o estranho caso? Se a história realmente for baseada em fatos reais, existem algumas explicações plausíveis para a estranha coloração da pele das crianças. Alguns médicos acreditam que as duas podem ter sofrido de clorose, a “doença verde”, uma condição estranha causada pela anemia que dá à pele uma tonalidade esverdeada. No entanto, outros especialistas acreditam que a clorose não provoca a cor verde como a apresentada pelos jovens, mas uma pigmentação mais branda.

Outra teoria supõe que eles seriam filhos de imigrantes flamengos que foram perseguidos e mortos, possivelmente na batalha de Fornham em 1173. Fornham St. Martin era uma vila próxima, separada de Woolpit por um rio. É possível que as crianças tenham se perdido e ficado desnutridas após terem se tornado orfãs.  Até agora não há evidências científicas para provar a veracidade da lenda das crianças verdes de Woolpit.


Fontes: La Nación e Mental Floss

Imagens: Domínio Público, via Wikimedia Commons

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

MUNDO: Esposa furiosa destrói Porsche de R$ 10 milhões, Ferrari, Mercedes e BMW em discussão no estacionamento

Publicado

em



 

Mulher usou um Série 3 para atingir diversos veículos após brigar com marido

 

O famoso paradoxo “o que acontece quando uma força imparável encontra um objeto imóvel” ganhou uma — caríssima — representação física na China este mês. Imagens que circulam na internet mostram o resultado de um ataque de fúria que destruiu alguns milhões em superesportivos dentro de um estacionamento.

As informações são um pouco inexatas, mas tudo indica que uma esposa irritada após brigar com o marido transformou seu BMW Série 3 em um aríete, atingindo diversos veículos.

Na colisão mais (financeiramente) catastrófica o sedã acertou a lateral de uma Ferrari GTC4 Lusso, que por sua vez foi empurrada contra um raríssimo Porsche 918 Spyder — o modelo híbrido, no Brasil, não sai por menos de R$ 10 milhões.

O hiperesportivo híbrido ainda atingiu uma motocicleta da BMW e um Mercedes Classe E. Como a traseira do Série 3 também está danificada, especula-se que o modelo tenha acertado outros veículos antes da batida derradeira.

Há poucos detalhes dos prejuízos, mas considerando as imagens é inevitável que tanto a Ferrari quanto o Porsche vão precisar passar por consertos caríssimos. O 918 Spyder tem peças feitas por encomenda e tem uma manutenção específica, incluindo a troca de óleo mais exclusiva do Brasil.

Danos na traseira do Série 3 indicam que ele acertou outros carros antes de bater na Ferrari — Foto: Reprodução

FONTE: AUTOESPORTE

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

MUNDO: Apple Watch salva idoso de 78 anos que caiu e ficou inconsciente

Publicado

em



 

Smartwatch ligou automaticamente para o serviço de emergência.

Um homem de 78 anos sofreu um acidente doméstico e foi salvo graças à tecnologia de detecção de quedas do Apple Watch. Mike Yager estava sozinho na garagem de sua casa, nos Estados Unidos, quando sofreu um violento tombo e ficou desacordado. O relógio da Apple, então, acionou o serviço de atendimento médico da cidade e compartilhou sua localização, possibilitando o socorro.

Após a queda, o Apple Watch emitiu alertas sonoros e reproduziu toques no pulso de Mike, mas como o homem não se moveu dentro do período de 45 segundos, o dispositivo acionou o Corpo de Bombeiros. Ele quebrou o nariz e ficou com vários hematomas e ferimentos no rosto e outras partes do corpo.

O resgate de Mike foi possível porque, por padrão, o smartwatch da Apple habilita automaticamente a detecção de queda em dispositivos pertencentes a usuários com mais de 65 anos. Durante o atendimento, Mike se mostrou surpreso e parecia não conhecer o recurso. “Como vocês sabiam como chegar aqui?”, perguntou a um dos bombeiros, que respondeu afirmando que o relógio havia enviado uma mensagem. Mike soltou um sonoro e espantado “O quê?”.

A esposa de Mike, Lori, afirma que o Apple Watch foi fundamental no socorro ao marido. “O fato de ele ter ligado para o socorro após Mike ficar inconsciente é a chave da questão, porque eu não voltaria para casa nas próximas horas, e sabe-se lá o que teria acontecido quando eu chegasse”.

O caso teve repercussão na imprensa local, mas não foi informada qual geração do Apple Watch Mike usava. O idoso, no entanto, credita o salvamento de sua vida ao aparelho. “Embora seja meio caro, acho que vale a pena se você tiver mais de 65 anos. Tenho 78 anos, então estou qualificado”.

Essa não é a primeira vez que o Apple Watch salva vidas. Em abril, o mesmo recurso de detecção de quedas possibilitou o resgate de um homem que havia desmaiado, também nos Estados Unidos. Em março, um homem usou o smartwatch para fazer uma ligação para o serviço de emergência após cair em um lago congelado.

Além da detecção de quedas, Apple Watch Series 6 ganha oxímetro — Foto: Reprodução/Apple

O recurso de detecção de queda está disponível no Apple Watch 4 e em gerações posteriores. Após uma queda, o aparelho emite sons e alertas na tela, aguardando que o usuário se movimente e responda que está bem, selecionando a opção na própria tela. Caso não seja detectado nenhum movimento, o dispositivo faz a ligação automaticamente para um centro de emergência e envia mensagens para contatos de emergência registrados na função “Ficha Médica”.

 

FONTE: TECHTUDO

 

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Mundo

China planeja primeira missão tripulada a Marte em 2033

Meta é construir base habitada permanente no planeta

Publicado

em

© REuters/CNSA/Direitos reservados

A China pretende enviar sua primeira missão tripulada a Marte em 2033, seguida de voos frequentes, de acordo com um plano de longo prazo para construir uma base habitada permanente no planeta vermelho e extrair seus recursos.

O plano ambicioso, que intensificará uma corrida com os Estados Unidos para instalar humanos em Marte, foi revelado em detalhes pela primeira vez desde que a China pousou um jipe robótico em Marte, em meados de maio, em sua missão inaugural ao planeta.

Lançamentos tripulados rumo a Marte estão planejados para 2033, 2035, 2037, 2041 e além, disse o chefe do principal fabricante de foguetes chinês, Wang Xiaojun, em uma conferência sobre exploração espacial na Rússia recentemente. por meio de videochamada.

Antes de as missões tripuladas começarem, a China enviará robôs a Marte para estudar possíveis locais para a base e para construir sistemas de extração de recursos, relatou a agência oficial Notícias Espaciais da China na quarta-feira (23), citando Wang, que comanda a Academia de Tecnologia de Lançamento de Veículos da China.

Para a habitação humana em Marte, as equipes teriam que usar os recursos do planeta, como extrair qualquer água sob a superfície, produzir oxigênio no local e gerar eletricidade.

A China também precisa desenvolver a tecnologia para enviar os astronautas de volta à Terra.

Uma missão não tripulada de ida e volta para obter amostras de solo marciano é esperada até o final de 2030.

ebc

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×

Powered by WhatsApp Chat

×