Argentina amplia barreiras e dificulta exportações do RS – Portal Plural
Connect with us

Destaque

Argentina amplia barreiras e dificulta exportações do RS

Reporter Cidades

Publicado

em



Exportadores do Rio Grande do Sul acenderam alerta, no início do ano, com a formação de possíveis barreiras a vendas para a Argentina. O temor cresceu na semana passada com o anúncio de medidas que tendem a aumentar a burocracia na hora de fechar negócios com o mercado vizinho.

As ações incluem a redução no prazo de licenças e a necessidade de autorizações prévias. Para empresários do Estado, a situação reforça o maior grau de protecionismo do governo Alberto Fernández, que assumiu o poder em meio à crise na economia local.

Um dos setores afetados é o calçadista, aponta a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), sediada em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Na semana passada, o governo argentino encurtou de 180 para 90 dias a validade de licenças para importação das mercadorias. Ou seja, diminuiu o intervalo que compreende desde a realização de encomendas até a entrega dos produtos.

– A alteração é uma medida protecionista. É legal, não infringe acordos internacionais, mas representa um complicador a mais para os negócios. Se houver qualquer problema durante a fabricação ou transporte dos produtos, as licenças podem caducar. O prazo ficou menor – diz o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira.

O Rio Grande do Sul é o maior exportador do segmento no país. Em 2019, as vendas de calçados brasileiros para a Argentina caíram 24,7% em receita. No período, os embarques somaram US$ 105,2 milhões, segundo a Abicalçados.

A Câmara Empresarial Argentino-Brasileira do Rio Grande do Sul (Ceab-RS) ressalta que o governo Fernández também aumentou a lista de setores que necessitam pedir licença prévia para vender ao mercado vizinho. Secretário-geral da entidade, Leandro Cezimbra relata que os segmentos de veículos, máquinas mecânicas e plásticos estão entre os afetados.

– Não havia antes a necessidade de fazer o licenciamento prévio. Agora, as empresas terão de passar por essa etapa – diz. – Estamos vendo as medidas protecionistas com bastante apreensão. Tudo leva a crer que o governo argentino está buscando segurar as importações para tentar incentivar a indústria local – acrescenta Cezimbra.

Queda de 36,3%

A penúria vivida pela Argentina encolheu as exportações gaúchas. Em 2019, os embarques para o país vizinho despencaram 36,3%, para US$ 933 milhões. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (13) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs).

“A crise da Argentina vem diminuindo as vendas, e ainda não encontramos nichos de substituição desse mercado”, comentou, em nota, o presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry.

Nos últimos meses, Fernández e Jair Bolsonaro se envolveram em polêmicas. Em dezembro, o presidente brasileiro não compareceu à posse do peronista e enviou à cerimônia o vice-presidente Hamilton Mourão. As divergências não ficaram reclusas à área política e provocaram preocupação entre industriais.

Ao mesmo tempo em que tenta renegociar a dívida externa da Argentina, Fernández encara as dificuldades do mercado interno. A inflação, que rompeu a barreira dos 50%, assusta consumidores, e o Produto Interno Bruto deve cair em torno de 3% em 2019 – o resultado oficial ainda não é conhecido.

Entenda a crise vizinha

A Argentina sofre desde 2018 com turbulências no cenário internacional. Com a projeção de alta no juro americano em velocidade acima da esperada, os Estados Unidos passaram a ser vistos como porto ainda mais seguro para investidores. Assim, mercados emergentes como o argentino, onde há riscos mais elevados, foram atingidos pela fuga de recursos.

Por trás da crise, está o baixo nível de reservas internacionais, calculadas em dólares, que servem de espécie de colchão de segurança contra choques financeiros. Enquanto o Brasil tem US$ 356,6 bilhões, a Argentina reúne US$ 46,2 bilhões, indicam os dados mais recentes à disposição.

Projeções indicam queda de cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país vizinho em 2019 – o resultado ainda não foi confirmado. Um dos reflexos das dificuldades é a disparada da inflação, que superou a marca de 50% em 12 meses.

Eleito em 2015 com discurso em defesa do ideário liberal na economia, Mauricio Macri viu sua imagem abalada pela penúria econômica. Em abril de 2019, meses antes das eleições, o presidente recorreu ao congelamento de preços de produtos como arroz, farinha e açúcar, além de manter inalteradas tarifas de serviços públicos.

Depois de assumir o poder em dezembro, Alberto Fernández tem de encarar a renegociação da dívida, tanto com o Fundo Monetário Internacional (FMI) quanto com donos de títulos. No total, a dívida externa passa de US$ 315 bilhões, quase 100% do PIB local.

Gaúcha/ZH

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Confirmados mais 4 casos de coronavírus em Horizontina

Portal Plural News HZ

Publicado

em



O COES – Comitê de Emergência em Saúde para Enfrentamento ao Corona Vírus, divulgou na tarde deste dia 09 de Julho seu boletim de número 113 de informação continuada à comunidade.

Nesta Quinta-Feira, temos 4 novos casos confirmados para COVID 19 no município. Todos já estavam em monitoramento clínico e isolamento domiciliar por pertencerem ao mesmo núcleo familiar. Assim os casos da infecção no município agora são em número de 30.

No boletim de hoje tivemos ainda 9 altas do monitoramento clínico e isolamento domiciliar, porém ocorreram 16 novas inclusões por contatos com confirmados ou Síndromes Gripal leve.

Continuamos com UM CASO SUSPEITO de SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA OU GRAVE – SRAG, que aguarda resultado do exame do Lacen e um paciente CONFIRMADO internado na UTI em Santa Maria.

O número de pessoas monitoradas por SÍNDROME GRIPAL LEVE – SG, ou contatos com suspeitos ou confirmados nesta data é de 41.

RELATÓRIO TÉCNICO DE REGISTROS COES 19/03 a 09/07
-30 casos de COVID 19 confirmados sendo;
-23 TOTALMENTE CURADOS.
-04 EM ISOLAMENTO DOMICILIAR:
-01 PACIENTE INTERNADO UTI EM SANTA MARIA.
-DOIS ÓBITOS: Paciente de 58 anos com comorbidades, ocorrido dia 01/06 e Paciente 74 anos, com comorbidades em 29/06. Ambos do sexo masculino.

CASOS SUSPEITOS
Síndrome Respiratória Aguda Grave: 01
Síndrome Gripal Leve/Contatos com suspeitos ou confirmados em monitoramento: 42
TESTES APLICADOS: 182 Pacientes (até 04/07)

ATENÇÃO!
-Pacientes monitorados não devem sair de casa. Quem tiver qualquer sintoma de gripe, precisa informar obrigatoriamente o serviço municipal de saúde. Dúvidas com relação aos sintomas ligue para o COES: (9-9938 4212). Das 7h ás 22h inclusive sábados e domingos.
– A Região Fronteira Noroeste seguirá em bandeira Laranja, de risco médio para contágio do novocorona vírus. Use a máscara de proteção individual sempre que for a locais com outras pessoas. Jamais tire a máscara para conversar com outra pessoa. Lave as mãos frequentemente com água e sabão ou sabonete líquido ou use álcool gel sempre que tocar em objetos de uso comum.
-Cumprimente as pessoas a distância evitando abraços, beijos e apertos de mãos. Não compartilhem chimarrão. Não faça aglomerações com jantas, almoços com presença de quem não mora em casa”.

OBSERVAÇÃO:
A Prefeitura Municipal através da equipe de fiscalização estará com acompanhamento da Brigada Militar, fazendo o cumprimento dos decretos do Estado e do Município para respeitar as regras do distanciamento social.

DENÚNCIAS:
Em caso de flagrante desrespeito às regras sanitárias do distanciamento social controlado, com pessoas aglomeradas sem uso de máscaras ou aglomerações festivas não permitidas, denuncie: O telefone é 9-9927-6755.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Serviço TELECOVID-19 tem tido aumento de demanda

Pável Bauken

Publicado

em



O objetivo da criação do teleatendimento, FUMSSAR/UNIJUÍ/14ª CRS, é oferecer suporte técnico e orientações de assuntos relacionados ao COVID-19, a toda população de Santa Rosa e dos demais municípios integrantes da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde e, tem finalidade de evitar aglomerações e a busca desnecessária nas Unidades Básicas de Saúde e/ou outros serviços.

Os profissionais atendentes, estão alinhados com os objetivos, buscando oferecer orientações rápidas e seguras dos assuntos relacionados ao COVID-19, esclarecendo a população sobre os fluxos de acompanhamento das pessoas com sintomas, orientando a população com relação ao uso correto de EPIs e também sobre o distanciamento físico e social

O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, no turno da manhã das 08:00h às 11:30 h e no turno da tarde das 13:30 h às 17:30 horas pelo telefone 55 3511 52 22

Para Ademir Rosa, Diretor de Gestão Estratégica, o serviço está consolidado e tem a credibilidade da população. Os dados mostram que a procura do serviço fez o número de atendimento aumentar em torno de 30% no último mês. “Este aumento leva em conta o aumento dos casos positivos, dos casos suspeitos que tivemos nos últimos dias e dos monitoramentos das altas hospitalares”. Foram atendidos mais 260 casos de pessoas com sintomas e que buscavam orientações sobre como fazer o distanciamento e uso de EPIs. Sabemos que qualquer atendimento reflete não somente o indivíduo, mas toda a família, o que representa uma abrangência até 5 vezes maior.

Ademir ainda ressalta a importância da UNIJUÍ, dos profissionais da FUMSSAR, da equipe de Residência Multiprofissional e Médica e da 14ª Coordenadoria no apoio e condução desta atividade.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Ingresse no EaD da Unijuí com 30% de bônus nas três primeiras mensalidades

Pável Bauken

Publicado

em



A Unijuí está com ingresso aberto para novas turmas de Ensino a Distância até o dia 11 de setembro de 2020. São 15 cursos nas áreas de Gestão e Educação. E a Universidade preparou uma novidade especial para quem ingressar nesta modalidade: 30% de bônus nas três primeiras mensalidades. Este bônus pode ser acessado para os ingressantes pelo Vestibular da Modalidade ou pelas diversas opções de ExtraVestibular. Confira todos os detalhes e faça sua inscrição neste link.

Mais sobre o Ensino a Distância da Unijuí

A organização do estudo ocorre em módulos. Cada módulo é composto por três disciplinas, duas de 80 horas e uma de 40 horas, no entanto, alguns módulos podem possuir quatro disciplinas, sendo três de 40 horas e uma de 80 horas, totalizando 200 horas a cada módulo concluído. Uma das disciplinas terá o objetivo de integrar todos os conhecimentos trabalhados a cada módulo. Esses Projetos Integradores trabalharão a pesquisa por meio da interdisciplinaridade, proporcionando ao estudante um perfil profissional conectado com a realidade.

As avaliações são parte do processo de aprendizagem e acontecem ao final de cada módulo. A cada disciplina você irá construindo seu aprendizado por meio de materiais, fóruns e trabalhos até culminar na avaliação final. Suas provas são agendadas com antecedência e você precisará comparecer à sede ou a um polo da Universidade três vezes ao ano para realizá-las. Mas não se preocupe! É você quem escolhe a data e horário mais adequados, de acordo com a sua organização pessoal.

Contate um Polo perto de você:

Ijuí

(55) 3332-0200 Ramal: 2430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua do Comércio, 3000

Santa Rosa

(55) 3511-5200 Ramal: 4430

(55) 99106-8499

[email protected]

Rodovia RS 344, KM 39, 1100

Bloco C – Bairro Timbaúva

Panambi

55) 3375-4466 Ramal: 6430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua Prefeito Rudi Franke, 540

Bairro Arco Iris

Três Passos

(55) 3522-2122 Ramal: 8430

(55) 99108-5034

[email protected]

Rua Ricardo Rücker, 235

Centro

Palmeira das Missões

(55) 3742-6207

(55) 98405-6862

[email protected]

Rua República, 414, Bairro Operário

Tenente Portela

(55) 3551-1989

(55) 99960-2678

[email protected]

Av. Itapiranga, 117, Centro

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×