Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol – Portal Plural
Connect with us

Medicina & Saúde

Anvisa decide simplificar acesso a medicamentos de canabidiol

Pável Bauken

Publicado

em



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) simplificou a importação de medicamentos à base canabidiol. Em decisão tomada hoje (22) por sua diretoria, a agência reguladora reduziu a documentação necessária para requerer a importação do medicamento. Agora, basta a apresentação da prescrição médica do produto.

A reunião desta quarta-feira fez a revisão de uma norma de 2015, que define os critérios e procedimentos para a importação, em caráter excepcional, de produto à base de canabidiol. A norma define critérios de importação desse tipo de medicamento apenas para pessoa física. Os pedidos continuarão sendo feitos pelo portal de serviços do governo federal.

Outra mudança é a validade da prescrição junto com o cadastro, que passará a ser de dois anos. Com isso, a Anvisa espera uma redução no tempo de análise e liberação dos pedidos. A revisão definiu que a importação pode ser feita pelo responsável legal do paciente ou por seu procurador legalmente constituído.

O prazo que a Anvisa leva para analisar os pedidos é de 75 dias. A agência, no entanto, pretende reduzir esse prazo, mas não especifica de quanto seria essa redução. A Anvisa reconhece que 75 dias de espera por uma análise é prejudicial ao paciente, dificulta o acesso a terapias prescritas e pode gerar danos irreparáveis à saúde.

Desde a Resolução de 2015, a Anvisa registrou aumento de 700% no número de pedidos para importação desses medicamentos. A média mensal saltou de 328 pedidos por mês em 2018 para mais de 900 em 2019. Medicamentos com base em canabidiol são usados para tratamento de doenças raras, graves ou que podem levar à morte.

EBC

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Medicina & Saúde

Ministério da Saúde quer eliminar sarampo do país até julho

Reporter Cidades

Publicado

em

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde estipulou como meta erradicar o sarampo até julho deste ano. A declaração do secretário de Vigilância em Saúde (SVS) do ministério, Wanderson de Oliveira, ocorreu hoje (14), após a morte de uma criança de 9 anos no Rio de Janeiro. “Nossa meta é eliminar com o sarampo até 1º de julho de 2020. Para isso temos que ter adesão da população e dos gestores estaduais e municipais”.

O ministério lança amanhã (15) o Dia D de vacinação contra o sarampo. O secretário-executivo da pasta, João Gabbardo, lamentou a morte da criança e acrescentou que a fatalidade serve de alerta para os pais e responsáveis vacinarem as crianças. “A morte dessa criança, tragicamente, é o maior alerta que a gente pode fazer para que os pais levem as crianças aos postos de saúde do Brasil inteiro para fazer a vacina”.

Segundo dados do ministério, o Brasil tem, atualmente 337 casos de sarampo registrados e confirmados. Foi feita uma campanha de mobilização contra o sarampo no ano passado, mas Wanderson de Oliveira lamentou a baixa adesão entre os adultos. “O movimento foi preparado para eliminarmos o sarampo do território nacional. Então, começamos numa primeira fase com crianças menores de 5 anos. Depois, numa segunda fase, de 20 a 29 anos. Nessa fase, a vacinação foi muito baixa. Distribuímos 9 milhões de doses de vacina e fizemos pouco mais de 1,8 milhão”.

A campanha, cujo Dia D será amanhã, tem como público-alvo pessoas de 5 a 19 anos, mas, após a morte no Rio de Janeiro, o chefe da SVS incentivou a vacinação de crianças a partir de seis meses. “A faixa etária de vacinação regular é 1 ano de idade, mas a gente vem desde o ano passado orientando vacinação de crianças acima de 6 meses até 11 meses e 29 dias”. Após esta fase da campanha, uma nova terá início, com vacinação de todas as idades. Há ainda a possibilidade de realizar uma campanha de dupla vacinação, com sarampo e influenza.

ebc

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Medicina & Saúde

Sábado é Dia D de vacinação contra sarampo

Pável Bauken

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil / CP

O Dia D de Mobilização Nacional contra o sarampo acontece neste sábado, em todo o Brasil, para a atualização da caderneta de vacinação na faixa etária entre cinco e 19 anos. O atendimento terá atendimento exclusivo para o público-alvo. A campanha tem previsão de término em 13 de março.

Santa Rosa

O Governo de Santa Rosa tem como público alvo na faixa etária a ser vacinada cerca de 15 mil pessoas. A FUMSSAR orienta para que sejam levadas as carteiras de vacinação para que sejam verificadas as vacinações contra outras doenças também.

No sábado a Unidade Básica de Saúde Centro estará atendendo durante todo o dia com equipe de vacinadores. O setor de vigilância em saúde contabilizou até o final da tarde de quinta-feira,13 em toda a rede da FUMSSAR houveram 477 comparecimentos para verificação vacinal, um número considerado baixo pela equipe.

Estão disponíveis em toda a rede as doses de vacinas contra a Febre Amarela e também durante o sábado na UBS Centro.

Rio de Janeiro

Nessa sexta-feira, o estado do Rio de Janeiro anunciou o primeiro óbito, em um século, por sarampo. A vítima é um bebê de oito meses que morreu no dia 6 de janeiro em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

A secretaria também atualizou os números de casos registrados no Rio. Foram 20 em 2018 e 333 no ano passado. Somente este ano, 189 pessoas já contraíram a doença. Antes dos registros mais recentes, há pelo menos uma década a doença era considerada erradicada no Rio.

Correio do Povo / Portal Plural

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Medicina & Saúde

Sábado é o ‘Dia D’ de Vacinação contra o Sarampo em Santa Rosa

Pável Bauken

Publicado

em



A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo que está em andamento em todo o País ” para crianças de 5 anos a até jovens de 19 anos. terá no próximo sábado,15 o “Dia D”. Neste dia serão intensificadas mais ações oportunizando para que as pessoas tenham acesso em dia diferenciado para a vacinação.

O Governo de Santa Rosa tem como público alvo na faixa etária a ser vacinada cerca de 15 mil pessoas. A FUMSSAR orienta para que sejam levadas as carteiras de vacinação para que sejam verificadas as vacinações contra outras doenças também.

No sábado a Unidade Básica de Saúde Centro estará atendendo durante todo o dia com equipe de vacinadores. O setor de vigilância em saúde contabilizou até o final da tarde de quinta-feira,13 em toda a rede da FUMSSAR houveram 477 comparecimentos para verificação vacinal, um número considerado baixo pela equipe.

Estão disponíveis em toda a rede as doses de vacinas contra a Febre Amarela e também durante o sábado na UBS Centro.

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Continue Lendo

Trending

×