Anônimo faz doação R$ 5 milhões para reduzir fila de espera em hospital
Connect with us

Geral

Anônimo faz doação R$ 5 milhões para reduzir fila de espera em hospital

Publicado

em

portal plural anônimo faz doação r$ 5 milhões para reduzir fila de espera em hospital
Foto: CBC

  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Uma atitude generosa e anônima surpreendeu a comunidade local ao doar uma quantia significativa para reduzir a fila de espera por ressonância magnética em um hospital. A doação de R$ 5 milhões, feita por um benfeitor que optou por permanecer no anonimato, deixou funcionários e residentes de Horizon, no Canadá, emocionados com a generosidade e o impacto positivo na saúde pública.

Shannon Hunter, presidente e CEO da Saint John Regional Hospital Foundation, relatou que recebeu um telefonema especial que trouxe uma grande dose de felicidade. Do outro lado da linha, um homem não identificado expressou o desejo de auxiliar a comunidade local.

O benfeitor instruiu Shannon a utilizar a doação para diminuir o tempo de espera por ressonância magnética no hospital. Com esse montante, a instituição de saúde poderá abrir anualmente mais 4.000 vagas para realização desse exame crucial.

Atualmente, a rede de hospitais Horizon Health Network enfrenta uma fila considerável para a realização desses exames. Em algumas regiões, como Miramichi, o tempo de espera chega a 89 dias, enquanto no Upper River Valley, pode ultrapassar 480 dias.

Ania Kielar, presidente da Associação Canadense de Radiologistas, destacou que os tempos de espera em todo o país estão acima dos 60 dias recomendados.

A doação ocorreu em um momento oportuno, quando Shannon recebeu o telefonema, mal podia acreditar. O doador não impôs condições rígidas para o uso do montante, confiando que a fundação Saint John o empregaria de forma eficaz em colaboração com os hospitais e líderes locais de saúde.

Com os recursos arrecadados, a rede pretende contratar quatro tecnólogos em tempo integral, fornecer treinamento em ressonância magnética para outros funcionários e adquirir software para processar as solicitações de imagens médicas. Estima-se um aumento de 26% nos procedimentos ao longo dos próximos dois anos.

Embora a doação seja celebrada, Ania também chamou a atenção para a necessidade de maior participação do governo no sistema de saúde pública, visando evitar aprofundar a desigualdade na prestação de serviços.

No Brasil, a situação se assemelha à do Canadá, com longas filas de espera para ressonância magnética. No entanto, iniciativas governamentais, como o programa Mais Acesso a Especialistas, buscam mitigar esse problema ao ampliar a oferta de consultas, exames e acompanhamento de saúde na rede pública do país. A meta para 2024 é realizar 1 milhão de cirurgias a mais do que em 2023, visando reduzir as filas e garantir um atendimento mais ágil e eficiente pelo SUS.

Fonte: Só notícia boa

Compartilhe

Geral

Presidente dos EUA se pronuncia sobre as enchentes no RS

Publicado

em

portal plural presidente dos eua se pronuncia sobre as enchentes no rs
Foto: Chip Somodevilla/AFP
  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

Neste domingo, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, expressou seu pesar em relação às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, marcando sua primeira manifestação sobre o desastre que tem devastado a região. Em um comunicado oficial, Biden e sua esposa, Jill Biden, expressaram profunda tristeza e afirmaram que seu governo está em contato com as autoridades brasileiras para oferecer assistência.

“Estamos profundamente tristes com a tragédia que atingiu o Rio Grande do Sul. Nossos pensamentos e orações estão com as pessoas afetadas e com os socorristas que trabalham incansavelmente para fornecer ajuda”, declarou o presidente dos EUA. “Os Estados Unidos estão ao lado do Brasil neste momento difícil, e estamos em contato com nossos parceiros brasileiros para fornecer a assistência necessária.”

Embora Biden não tenha especificado o tipo de ajuda que será oferecida, ele destacou o compromisso de seu governo em colaborar com as autoridades brasileiras para enfrentar a tragédia.

A manifestação de solidariedade de Biden ocorre em meio a uma onda crescente de apoio internacional às vítimas das enchentes no RS. Vários países e organizações já ofereceram ou enviaram ajuda para a região afetada. O Vaticano anunciou uma doação de 100 mil euros (aproximadamente R$ 550 mil), enquanto o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) destinou R$ 5,5 bilhões para assistência ao estado.

A Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) está distribuindo itens de socorro e oferecendo apoio logístico, enquanto o Uruguai enviou um helicóptero e a Argentina forneceu purificadores de água e pastilhas para tornar a água potável.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil, por meio da Agência Brasileira de Cooperação, está coordenando as ofertas de auxílio internacional em estreita colaboração com o Comando Operacional Conjunto da Operação Taquari II.

A mobilização internacional reflete a gravidade da situação no Rio Grande do Sul e a solidariedade global em tempos de crise. Enquanto as operações de resgate e assistência humanitária continuam, o apoio internacional desempenhará um papel crucial na recuperação e reconstrução das comunidades afetadas pelas enchentes.

Fonte: G1

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Eduardo Leite anuncia distribuição de auxílio de R$ 2 mil a famílias afetadas por enchentes no RS

Publicado

em

portal plural eduardo leite anuncia distribuição de auxílio de r$ 2 mil a famílias afetadas por enchentes no rs
Foto: Mauricio Tonetto / Secom
  • Academia Persona
  • FAST AÇAÍ

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou por meio das redes sociais que as famílias afetadas pelas recentes chuvas no estado receberão um auxílio emergencial no valor de R$ 2 mil. Esse montante será transferido via Pix, por intermédio da campanha “SOS Rio Grande do Sul”. Leite destacou que os critérios para a seleção das famílias beneficiadas ainda estão sendo estabelecidos pelo Comitê Gestor encarregado da administração dos recursos arrecadados.

Além do suporte financeiro, o governo estadual informou que uma parte desses recursos será direcionada para a aquisição de 30 mil mantas. Essa iniciativa visa proporcionar um apoio imediato às famílias, permitindo que se protejam do frio intenso previsto para os próximos dias.

Fonte: O Bairrista

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Clima/Tempo

Pesquisadores da UFPel preveem pico de enchente em Pelotas entre segunda e quarta-feira

Publicado

em

portal plural pesquisadores da ufpel preveem pico de enchente em pelotas entre segunda e quarta feira
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Pelotas
  • FAST AÇAÍ
  • Academia Persona

A Região Sul do Estado está se preparando para a chegada de uma grande quantidade de água, resultante da descida das águas do Guaíba para a Lagoa dos Patos, e posteriormente para o mar. Todas as previsões meteorológicas e movimentos hídricos, bem como as orientações relacionadas à evacuação, resgate e outras medidas relacionadas às enchentes da região, especialmente de Pelotas, são emitidas a partir da Sala de Situação no 9º Batalhão de Infantaria Motorizada (9°BIMtz).

Dentre as equipes envolvidas está um grupo de pesquisadores de modelagem matemática da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), responsável por prever o escoamento das águas. Eles utilizaram um modelo computacional desenvolvido nos Estados Unidos, amplamente empregado internacionalmente para prever inundações. A pesquisadora Daniela Buske explica que essas simulações fornecem estimativas do volume de água que atingirá Pelotas e região, considerando a vazão da água desde Porto Alegre até a foz da Laguna dos Patos e prevendo os dias de maior inundação.

No último sábado (11), os pesquisadores apresentaram às autoridades e às forças de segurança dados que indicam a mudança da classificação da área da Vila Farroupilha, inicialmente classificada como área de alerta, para área de risco – de laranja para vermelho.
Além disso, forneceram informações sobre datas específicas, como de segunda (13) a quarta-feira (15), quando é esperado um aumento significativo do volume de água em Pelotas através da Lagoa dos Patos.

O processo de obtenção de cada simulação pode levar até 12 horas, devido à capacidade computacional e à necessidade de análise minuciosa de todo o cenário. “Dedicamos horas à simulação para obter os resultados atuais e determinar o tempo restante até a chegada do principal volume de água, a grande vazão, à nossa região, especialmente em Pelotas”, explica a pesquisadora.

Fonte: O Bairrista

Compartilhe
[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Compartilhe

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Trending

×

Entre em contato

×