A qualidade na Educação Pública

Apoiadores:

 

Alguns dos antros de balbúrdia e maconheiros estão em alta. É o que diz um levantamento internacional ao qual tive acesso. Claro está que os promotores da ideia de caos na educação universitária pública não divulgarão isso, afinal, o momento é voltado a atingir as instituições para desqualificá-las.

Para quem sempre está com o bodoque à mão, pronto a lançar pedras contra as universidades federais, peço que abram o link de nosso programa Conexão com a professora Renata Rotta, diretora do IFFAR Santa Rosa. Ela traz dados que apontam os altíssimos índices de qualidade do Instituto, entre os mais elevados do mundo.

Sem muitos comentários, até porque são desnecessários, sugiro aos leitores uma reflexão a respeito da matéria veiculada nesta semana pelo UOL (em sua página de educação), que traz por título “As 11 universidades do Brasil que entraram em ranking das melhores do mundo”. Ah, não esqueçam de verificar que oito são FEDERAIS ou ESTADUAIS.

O texto registra: “O Brasil aumentou o número de universidades que entraram na lista do Times Higher Education, um dos principais rankings universitários do mundo. Liderada pela britânica Universidade de Oxford, a lista deste ano tem 46 universidades brasileiras, contra 35 no ano passado. O salto fez o Brasil passar de nono para o sétimo país com maior número de universidades na lista, deixando para trás nações como Chile, Itália…”

ESTAS SÃO AS 11: 

Universidade de Caxias do Sul (RS)

Universidade Federal de Alagoas

Universidade Federal do Espírito Santo

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre

Universidade Federal de Ouro Preto (MG)

 Universidade Federal Rural do Semi-Árido (RN)

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Universidade de Fortaleza

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Universidade do Estado de Santa Catarina

Universidade Estadual de Santa Cruz (BA)… 

 

por Clairto Martin

Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui