A gravidez está durando menos e esse é o motivo, segundo pesquisa – Portal Plural
Connect with us

Curiosidades

A gravidez está durando menos e esse é o motivo, segundo pesquisa

Reporter Cidades

Publicado

em



 

Ser mãe é um sonho para muitas mulheres e a gravidez pode ser uma fase especial para elas. Algumas mulheres conseguem engravidar logo que decidem que estão prontas para ter um filho e outras depois de algum tempo e de algumas tentativas. Mas o que elas têm em comum são as transformações, alegrias e dificuldades que acontecem com seus corpos.

Os sintomas da gravidez podem vir antes da menstruação atrasada, mas por serem bastante sutis, somente aquelas mulheres, com muita consciência do seu corpo podem chegar a percebê-los. Em seu período total, a gravidez dura até 40 semanas. Mas esse tempo, já conhecido por todos, pode estar prestes a mudar.

O aquecimento global e todas as mudanças climáticas estão mudando não somente as paisagens e clima no planeta. Com as altas temperaturas animais estão deixando de existir, cidades estão sumindo e populações correm o risco de ficarem, sem lugar para morar. Além disso, as mudanças climáticas podem também estar mudando o tempo de gestação. De acordo com estudos anteriores, foi provado que a poluição leva a infertilidade masculina e pode até atravessar a placenta. Mas esse estudo foi o primeiro em que os especialistas relacionaram os danos no meio ambiente e o período de gravidez.

Análise

Essa análise foi feita pelos pesquisadores americanos, Alan Barreca e Jessamyn Schaller. Eles analisaram os dados de gestações ao redor do mundo e focaram nos Estados Unidos. Os pesquisadores também compararam a taxa de natalidade de cidades diferentes e suas variações de temperatura.

“Nosso modelo compara as taxas de natalidade em um determinado dia quente, em um município específico, com as taxas de natalidade, no mesmo dia do mesmo município em outros anos em que aquela data não foi tão quente”, escreveram.

Nos dias que fizeram 32º Celcius, as taxas de natalidade aumentaram em 0,97 nascimentos a cada 100 mil mulheres. Isso quando comparados aos dias em que a temperatura ficou entre 15 e 21ºC. Nos dias quentes, os nascimentos aumentaram cerca de 5%.

Outra percepção dos cientistas foi a de que, dois dias depois de altas temperaturas, a taxa de natalidade atingiu 0,57 a cada 100 mil nascimentos. E ela continuava um pouco menor, por até duas semanas depois.

“Essas diminuições representam a ausência de nascimentos, evidência de uma mudança nas datas dos partos”, disseram.

Estudo

De acordo com o estudo, essa situação era mais grave com mulheres negras, em comparação com mulheres brancas. Isso porque a taxa de natalidade demorou mais tempo, para voltar ao normal entre as mães negras depois de períodos mais quentes. Isso sugere que os bebês perdem mais dias de gestação, por causa do calor.

Os pesquisadores americanos dizem que, se a Terra continuar esquentando, até o fim do século, aproximadamente 253 mil dias de gestação terão sido perdidos por ano. “Afetando quase 42 mil nascimentos, se as emissões de carbono continuarem altas”, alertam.

Se a gravidez for mais curta, isso pode atrapalhar o desenvolvimento do feto no útero. Além do que, gestações mais curtas estão relacionadas com problemas de saúde no bebês prematuros e com dificuldades, no desenvolvimento cognitivo dessas crianças.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curiosidades

Elma Chips relança Tazos colecionáveis no Brasil, a febre dos anos 90

Pável Bauken

Publicado

em



Lembra dos Tazos? A Elma Chips acaba de relançar no Brasil os discos colecionáveis que foram febre nos anos 1990. Os Tazos que estarão nas embalagens da linha das batatas Lay’s, também estampam as 20 bolas das finais da UEFA Champions League, liga dos campeões de futebol da Europa.

A campanha publicitária do relançamento, criada pela agência AlmapBBDO, vai ser estrelada pelo jogador Daniel Alves, que publicará informações sobre a novidade em suas redes sociais.

No Instagram, por exemplo, o jogador tem 30 milhões de seguidores. Nas publicações, ele mostra os discos e pede dicas aos fãs de como brincar com a novidade. As respostas mais criativas vão gerar conversas entre o atleta e seus “técnicos”.

por Curta Mais

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Curiosidades

MÃE SAI PARA LEVAR FILHOS À ESCOLA E PERCEBE QUE ESQUECEU TODOS EM CASA

Reporter Global

Publicado

em



Uma mulher nos Estados Unidos mostrou como o estresse do dia a dia pode afetar as pessoas. Após chegar na escola onde deixaria seus filhos, a mãe percebeu que simplesmente esqueceu as crianças em casa!

Ao se dar conta do que havia feito, a norte-americana começou a gravar sua reação e o vídeo rapidamente viralizou no Twitter. A gravação foi publicada no último dia 23 deste mês e já soma mais de 4 milhões de visualizações. 

No vídeo é possível ver a mãe filmando o banco de trás vazio enquanto explicava o ocorrido. Eles não estão no carro! Dirigi até a escola sem as crianças. Em seguida, contou que iria voltar para pegar os filhos para não perder o dia de aula. 

Nos comentários, usuários dividiram opiniões sobre o caso. Alguns se solidarizaram com a situação, entendendo que casos graves de esquecimento podem acontecer. Já outros condenaram a mulher, afirmando que foi um exemplo caro de irresponsalibidade. E você, o que achou?

Sbt

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Curiosidades

Cervo raro aparece em propriedade em Boa Vista do Buricá

Reporter Cidades

Publicado

em

Luiza Veit

Um cervo é visto regularmente em uma propriedade na localidade de Linha Almeida no município de Boa Vista do Buricá. As imagens foram enviadas para o site metropole1070, na manhã desta quarta-feira (05) por Luiza Veit que mora na propriedade.

O animal exótico foi identificado como sendo da espécie Axis, nativo de países da Ásia e que foi introduzido em nosso país. Ele é regularmente visto se alimentando junto com bovinos da propriedade. Segundo informações, o IBAMA irá capturar o animal.

Fonte: Rádio Metrópoli

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Trending

×