Assaltantes do BB de Porto Xavier estão presos ou mortos

Apoiadores:

Com a prisão de Ezequiel nessa segunda-feira (10), todos os envolvidos diretamente ao assalto ao Banco do Brasil em Porto Xavier estão presos ou mortos.

No dia 29, Izaquiel Gonçalves Souza, de 52 anos, morreu em confronto com a BM em Campina das Missões, em 7 de maio, Alexandre Pacheco da Silva, de 44 anos, teve o corpo encontrado em um matagal na mesma cidade.

No primeiro inquérito sobre o assalto concluído pela Polícia, os indiciados foram responsabilizados pela tentativa de latrocínio contra o delegado e os outros policiais civis que trocaram tiros com os criminosos em frente ao banco, foram indiciados Delci Engers, Ivo Zimmer, Flávio Rogério Oliveira, Aleixo Gustavo Zelinski, Luciano Aguilar de Mattos e Ezequiel David Trindade.

O segundo inquérito, que investiga a morte do soldado Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, e o crime de receptação (do dinheiro roubado), ainda não foi concluído. Nesse inquérito, são investigados os mesmos seis indiciados inicialmente pelo assassinato do PM, mais quatro por receptação e o homem que foi preso por organização criminosa.

Na semana passada a Polícia Civil prendeu um suspeito de participar do ataque a banco, de acordo com as investigações Valderez da Silva Stark, que estava em casa, na cidade de Porto Lucena, aonde foram apreendidos com ele uma arma de fogo, colete à prova de balas, munição e objetos que, segundo a Polícia Civil, teriam relação com o roubo. Ele foi detido em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma e organização criminosa. Valderez foi encaminhado ao Presídio Regional de Santo Cristo.

Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui