Champions chega ao mata-mata após gangorra na virada do ano e pronta para estrear o VAR

Dizem os mais otimistas que a virada de ano é sinônimo de renovação, mudança de energia, hora de fazer novos planos e deixar para trás o que aconteceu de ruim. E alguns dos principais clubes da Europa têm tudo para crer que 2019, de fato, trouxe novos tempos. Do sorteio dos confrontos das oitavas de final da Liga dos Campeões, no dia 17 de dezembro de 2018, até a bola rolar pela fase eliminatória, nesta terça-feira, alguns que estavam mal, cresceram, e outros que vinham voando, caíram de produção.

A gangorra do futebol mundial jogou para o alto, por exemplo, o atual tricampeão da Champions, o Real Madrid. Quando teve seu destino traçado para enfrentar o Ajax, os merengues tentavam afastar uma crise no Campeonato Espanhol e também apagar a má impressão deixada com uma derrota por 3 a 0 para o CSKA Moscou.

O Manchester United foi outro que deu um salto – talvez o mais impressionante da temporada – sob o comando de Ole Günnar Solskjaer, estando invicto desde dezembro. Embalado, os Red Devils pegarão um PSG que, antes empolgado, hoje vive das incertezas trazidas por mais uma lesão de Neymar no quinto metatarso do pé direito, em momento decisivo da temporada.

Outro gigante que chega sem tanto otimismo ao mata-mata é o Liverpool, que encantou no primeiro semestre, mas só venceu três de seus últimos sete jogos. Times como Atlético de Madrid e Borussia Dortmund também precisam driblar a desconfiança de um 2019 de muita irregularidade até agora.

Confira os confrontos:

Schalke 04 x Manchester City

Atlético de Madrid x Juventus

Manchester United x Paris Saint-Germain

Tottenham x Borussia Dortmund

Lyon x Barcelona

Roma x Porto

Ajax x Real Madrid

Liverpool x Bayer de Munique

Em Relação ao VAR

As mudanças com relação a 2018 não ficarão apenas por conta dos times envolvidos. A Uefa decidiu antecipar a implementação do sistema de árbitro assistente de vídeo, previsto para ser usado na Liga dos Campeões apenas na próxima temporada. O VAR estreará na Champions já nestas oitavas de final e promete ser um dos protagonistas.

Depois de ser usado na Copa do Mundo do ano passado, o sistema já conta com modo de uso mais esclarecido para o público em geral. E no torneio da Uefa, seguirá os mesmos moldes: só entrará em ação em lances de gols, pênaltis, cartões vermelhos ou erros de identificação. Os árbitros principais serão alertados pela equipe que estará em uma sala separada, com monitores à disposição. Caso o juiz de campo deseje, ele poderá revisar o lance à beira do gramado.

E a Uefa afirma que não será permissiva diante do possível mau comportamento de jogadores diante de lances sob análise – ou não. Roberto Rosetti, responsável pela arbitragem na confederação europeia, afirmou que os atletas que clamarem pelo uso do VAR fazendo o já tradicional gesto de uma televisão com as mãos serão punidos com cartão amarelo.

Fonte: GE

Apoiadores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui