17ª CRE admite fechamento ou municipalização de escolas – Portal Plural
Connect with us

Destaque

17ª CRE admite fechamento ou municipalização de escolas

Publicado

em



 

A direção, pais, alunos e professores de algumas escolas estaduais em Santa Rosa estão muito apreensivos, pois, segundo informações recebidas através de bilhetes enviados pelos educandários, algumas destas escolas estariam com suspeita de encerrarem suas atividades ou serem municipalizadas.

Dentre as escolas mencionadas estão a Escola Estadual Mercedes Motta, Escola Estadual Edmundo Pilz e Escola Estadual Tiradentes.

Segundo a Coordenadora da 17ª Coordenadoria Estadual de Educação, Beatriz Cancian Milbrat, “nós estamos fazendo um levantamento das demandas escolares”.

ESCOLA ESTADUAL EDMUNDO PILZ

“De ano a ano a demanda escolar vem diminuindo, nos últimos cinco anos vimos este fato, então há a necessidade rever esta situação e vimos que ao redor desta escola existem outras que poderão absorver estes alunos sem demanda de prejuízo escolar. A Escola Edmundo Pilz, em parceria com o município de Santa Rosa, a partir de 2020 será municipalizada, passará a ser uma escola municipal”, comentou Beatriz Cancian Milbrat.

Quando a não terem informado esta situação aos pais a Coordenadora disse que foram encaminhados todos os papéis e é preciso a concretização por parte do executivo para depois transmitir para os pais. Segundo informações a escola terá 140 alunos remanejados para outras escolas.

ESCOLA ESTADUAL MERCEDES MOTTA

A escola enviou um bilhete aos pais informando que a escola estaria para ser fechada ou municipalizada. O que causou uma enorme preocupação e indignação dos pais.

“Na realidade nem nós temos esta decisão ainda, não há nada concretizado. Estamos em fase de ajuste, onde poderão sim serem encerradas suas atividades, municipalizada ou continua funcionando em outra situação. Não entendo porque este bilhete foi enviado, até agora o que temos são ajustes que serão feitos na escola. A coordenadoria não enviou nenhum comunicado a escola sobre este assunto”, disse a Coordenadora da 17ª CRE.

ESCOLA ESTADUAL TIRADENTES

“Em nenhum momento foi cogitado o fechamento desta escola, estamos fazendo os ajustes da demanda para 2020”, disse a coordenadora da 17ª CRE.

Sobre a municipalização a coordenadora comentou que este assunto não foi tratado até agora com o Executivo Municipal.

“Nenhum pai nos procurou então, gostaria de dizer sobre estas dúvidas que as escolas, junto Conselho dos Pais, que venham até nós. A única que nos procurou foi a Escola Tirandentes, mas as outras escolas que receberam o bilhete em casa, nenhum pai nos ligou e questionou sobre o assunto.

Quando algo estiver de fato concretizado as escolas serão avisadas pela coordenadoria, não agora, pois não existe uma situação que eu possa avisar uma escola sobre o que está acontecendo. Depois do estudo da demanda, conversarmos com os professores, a comunidade e estiver decidido, eles serão comunicados”, finalizou a Coordenadora da 17ª CRE.

O QUE DIZ O MUNICÍPIO

A Secretária de Desenvolvimento Educacional, Maria da Graça Zimmermann, disse que a Escola Edmundo Pilz foi oferecida ao município pela Coordenadora da CRE, uma vez que a intenção era de realmente fechar a escola. A proposta foi levada ao prefeito Vicini que de imediato demonstrou interesse e mandou dar seguimento nas negociações.

Maria da Graça destacou que o município utiliza salas em nove escolas estaduais para a educação infantil.

“Para 2020 a 17ª CRE não estaria mais disponibilizando algumas salas de aula onde mantemos turmas de Educação Infantil como a Escola Fernando Albino e Armindo Vier de Guia Lopes. Estamos em fase de planejamento, não tem nada certo. O que fizemos foi solicitar o prédio da escola já que o estado irá fechar o Edmundo Pilz. O município ainda está avaliando essa questão, uma vez que o processo não foi deferido pelo Estado”, comentou a Secretária de Desenvolvimento Educacional.

André C. Garcia / Santa Rosa em Dia

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Santa Rosa vacinou 1/3 da população contra COVID-19

Publicado

em



Em janeiro de 2021 iniciou a vacinação contra a COVID-19 em Santa Rosa. Nesse período, a FUMSSAR – Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa já aplicou 34.203 doses. Do total, 24.478 foram de primeira dose, o que representa 1/3 da população do município e 9.728 de segunda dose. Os dados são do último informativo da campanha divulgada nesta quarta-feira. Os registros estão de acordo com os dados fornecidos pelas Unidades Básicas de Saúde.

A FUMSSAR se reestruturou com a pandemia da COVID-19. Foi necessário reformular a estrutura dos serviços de saúde, fornecendo adequada proteção aos profissionais, além da mudança organizacional. Também foram criadas unidades específicas para o atendimento das síndromes gripais: as Unidades Sentinelas. E um serviço de monitoramento de casos suspeitos e confirmados, visando o gerenciamento de risco e acompanhamento integral dos usuários.

As Unidades Sentinelas estão em funcionamento desde maio de 2020, com equipe específica e apoio das equipes das UBS. Somente este ano, de janeiro até 31 de maio foram realizadas 6.180 consultas médicas, 6.121 testes de Antígeno, 912 testes RT-PCR e 4.306 testes Anticorpos. No total, foram 17.807 atendimentos, sem incluir as consultas de enfermagem. O município tem 03 Unidades Sentinelas, no bairro Cruzeiro, Centro e na Vila Agrícola. Outro novo serviço, foi a Equipe de Apoio e Monitoramento a Pandemia COVID-19. Este, conta com uma equipe multidisciplinar que acompanha os casos suspeitos e positivos remotamente, com orientações, agendamento de testes, realização de encaminhamentos, além da alta do paciente. O presidente da FUMSSAR, Délcio Stefan, destaca o empenho de todas equipes, “Através deste serviço de monitoramento, onde o usuário é geralmente contatado a cada 48hs, conseguimos acompanhar o quadro do paciente e orientar de maneira correta como evitar que o vírus se espalhe. Nossas equipes estão todas muito empenhadas”.

A Fundação realiza ainda diversas ações de prevenção contra a COVID-19. Divulgação de campanhas nas mídias, rádios, sites e faixa na cidade que servem como alerta para a população se conscientizar e fazer uso das medidas de prevenção. Outro importante serviço é o da Vigilância e Fiscalização. Semanalmente são vistoriados, em média, 60 estabelecimentos no município. Estas vistorias são realizadas de acordo com os decretos estabelecidos pelos governos: municipal, estadual e federal. A Vigilância realiza também o acompanhamento de pessoas em isolamento, seja por denúncias ou visitas.

A Diretora da Gestão da Atenção Primária em Saúde, Fabiana Breitenbach fala como está sendo enfrentar este período de pandemia, “Há um esforço coletivo entre os profissionais da FUMSSAR, com objetivo de alcançar um melhor cuidado para as pessoas nesta época tão difícil que estamos vivendo”. Informações sobre a COVID-19, boletins diários, dicas de prevenção e solução de dúvidas podem ser encontrados no site da fundação: https://www.fumssar.com.br/. Ao acessar o site, o usuário tem acesso a todos os dados e aos telefones de contato no enfrentamento a COVID-19 do município, estado e do país.

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

Sindicato dos Bancários de Santa Rosa e Região emite nota de esclarecimento

Publicado

em



Nessa quarta-feira (09/06), o Sindicato dos Bancários de Santa Rosa e Região emitiu uma nota de esclarecimento sobre os protocolos de enfrentamento à COVID-19, confira a nota na íntegra assinada pela presidente Giselda Grzeca Diesel.

Nota de Esclarecimento

O Sindicato dos Bancários de Santa Rosa e Região esclarece que os protocolos de enfrentamento à Covid-19 são fruto de estudos e negociações realizadas com as direções dos bancos em nível nacional. As medidas adotadas sempre levam em consideração a proteção da saúde dos trabalhadores, dos clientes, e da população em geral.

Estamos vivendo uma crise sem precedentes, acumulando a cada dia milhares de novos mortos, e temos certeza que se medidas semelhantes às que exigimos dos bancos tivessem sido adotadas por todos os estabelecimentos que atendem público, a situação atual não seria tão grave.

Além disso, lamentamos que críticas muitas vezes infundadas sejam dirigidas especialmente aos bancos públicos, na tentativa de desqualificar essas instituições e tentar desviar o debate para a defesa das privatizações, omitindo o fato de que são os bancos públicos os responsáveis por efetivar as políticas públicas (insuficientes) dos governos. Sem os bancos públicos a situação do povo brasileiro estaria ainda pior.

Pedimos a toda a população que considere que a maioria dos trabalhadores bancários, apesar de prestarem serviço essencial, ainda não estão vacinados, e além do medo constante de adoecer e morrer, seguem convivendo com os antigos problemas como a sobrecarga de trabalho, falta de pessoal, cobranças de metas, demissões, etc.

Os bancários e bancárias seguem fazendo todo o possível para atender a população da melhor forma, merecendo, portanto, o respeito e a consideração de todos.

Santa Rosa, 09 de junho de 2021.

Giselda Grzeca Diesel
Presidente

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

Destaque

FEMA conquista 2° lugar na V Olimpíada Nacional de Ciências em 2020

Publicado

em



Tainara Janaina Engel, do 8° ano do Ensino Fundamental, da Escola Técnica Machado de Assis (FEMA), foi agraciada com medalha de prata na V Olímpiada Nacional de Ciências em 2020. Além dela, as alunas Bruna Nicoli Rempel Jacobs, também do 8° ano, e Larissa Sanfelice, do 9° ano, receberam menção honrosa;

Com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, do Programa Ciência na Escola e a realização da Universidade Federal do Piauí, a Olímpiada alcançou estudantes de todo o Brasil, com o objetivo de popularizar e divulgar o conhecimento científico a todos.

O ano 2020 fica para a história como um ano onde manteve-se a Olimpíada Nacional de Ciências de portas abertas e acessível a todos estudantes do Brasil.

“A edição 100% ONLINE foi um grande sucesso. Estamos felizes em comemorarmos com os nossos alunos essas conquistas tão fundamentais para o crescimento estudantil”, declarou Délcio Haubert, coordenador do Ensino Fundamental (Anos Finais).

[mailpoet_form id="1"]
Continue Lendo

ENQUETE

Trending

© 2021 PORTALPLURAL.COM.BR Todos os direitos reservados.


×